A caminho do Barça? Lucas Lima e a instauração de um novo paradigma

Créditos da imagem: CBF

Nunca escondi ser fã do futebol do meia Lucas Lima, do Santos.

E até por isso, fico satisfeito de vê-lo com um pé no Barcelona na próxima temporada (apesar de lamentar a perda de mais um grande jogador para o exterior. Mas já que, como diria o outro, “o estupro é inevitável”, que seja para um Barça, um Real Madrid ou um Bayern da vida, e não para a China).

Sobre o choque que essa provável contratação causou em boa parte das pessoas, valho-me das palavras do amigo de vida e de site Gabriel Rostey:

Queria saber a opinião desse pessoal que diz que o Lucas Lima não se cria lá quando o Casemiro foi contratado pelo Real…

O pessoal tem muito complexo de vira-latas, acha que o futebol é matemático, tá louco!

O Rivaldo era um grandíssimo jogador no Brasil, mas era claramente abaixo do Giovanni. Entretanto, o Rivaldo virou “melhor do mundo” lá (sem nunca ter sido “melhor do Brasil”) e o outro não deu certo.

O Riquelme foi um gênio no Boca, deve ser o melhor jogador da história do clube. Já na Europa, nunca deu muito certo. Em compensação, o Júlio Baptista nunca conseguiu se afirmar aqui, enquanto lá foi muito bem sucedido.

Mascherano chegou a ficar no banco no Corinthians.

Enfim, boto muita fé no Lucas Lima!

Certeiro!

Mais do que achar que o jogador de Seleção Brasileira Lucas Lima tenha boas condições de ser útil ao Barcelona (quase uma seleção do mundo) – uma discussão que só terá fim quando (e se) ele começar a atuar na Catalunha -, penso que essa contratação é um prêmio ao jogador que resistiu ao caminho mais fácil, bateu o pé e recusou-se a ir jogar em centros menores, apesar das propostas vultosas recebidas.

O talentoso meia resolveu apostar em si próprio, confiou no seu taco, e, apesar de alguns altos e baixos (oscilação fruto de um compreensível “salto alto”, mas que não impediu que fosse convocado por Tite durante o período) saiu como o maior vitorioso.

Leia: O “fico” de Lucas Lima merecia mais barulho

Lucas Lima, em que pese ser jogador do gigante Santos e já ter tido até Robinho como seu coadjuvante, poderá – se confirmada a transação, insisto – atuar ao lado dos extraordinários Messi, Suárez e Neymar. Com o perdão do trocadilho, “um orgulho que nem todos podem ter”.

Ao Santos, além do ganho esportivo durante essas duas últimas temporadas (quando foi protagonista e disputou o título de quase todos os campeonatos que disputou), fica o pesar por não ter renovado anteriormente com o seu maestro.

Como consolo, a certeza de que poderá contar com um belo jogador para o restante da temporada, na qual a busca pelo famigerado tetra da Libertadores passa muito pelo seu desempenho.

E como sonhar não custa, Lucas Lima, já pensou ser campeão mundial na despedida pelo Santos enfrentando o “seu” futuro arquirrival Real Madrid?

(!!!)

E segue o jogo.

14 comentários em: “A caminho do Barça? Lucas Lima e a instauração de um novo paradigma

  1. Nossa, fico admirado com como o pessoal tá com essa ideia! O Lucas Lima é da Seleção, gente!

    Caso se adapte lá, não tenho a menor dúvida de que é bem melhor que o Raktic.

  2. Sensacional a sua observação sobre ser um “prêmio” pela aposta que fez na carreira em vez de pensar no dinheiro! Tomara que vire um exemplo!

    Assim teremos muito menos jogadores brilhantes sendo “incinerados” por escolhas erradas…

  3. Tá na hora do meu peixão Santos fc ir atrás de outro camisa 10. Esse Lucas Lima Já encheu o saco. Vai pra puta que pariu caralho. Quem teve Pele Ailton Lira Pita entre outros Vai tá preocupado com Lucas Lima.

Deixe sua opinião e colabore na discussão