A eleição brasileira parece ter afetado até a Premier League

Créditos da imagem: Daily Express

Este é um espaço voltado ao futebol. Ainda bem. É sempre muito penoso ter que se referir às eleições 2018 no Brasil 

O dia da eleição foi feio com céu carrancudo e clima tenso. Um jogo entre Liverpool x Manchester City seria certamente um sopro de alegria em meio ao domingo cinzento, correto?

Não! O que se viu foi um jogo “típico de Brasileirão”. Dois dos melhores times do mundo na atualidade realizaram uma partida de poucos espaços, muita marcação, raras chances de gol e um pênalti chutado “na lua” no fim do jogo. Um roteiro digno para o nosso futebol local e que não condiz com o nível de jogo espetacular e sempre intenso da Premier League.

Claro que a relação entre a eleição no Brasil e o clássico inglês não passa de mera coincidência, mas não deixa de ser curioso e vale a brincadeira.

Até porque foi mesmo um ponto fora da curva, já que os outros jogos do campeonato foram recheados de emoção, com destaque para o Arsenal, que deu um show de bola no competitivo Fullham, fora de casa. O terceiro gol dos visitantes na goleada de 5×1, marcado por Ramsey, foi uma obra-prima.

O time dirigido por Unay Emeri apresenta um ataque com claros sinais de ótimo entrosamento, e Aubameyang, enfim, começa a mostrar o seu valor com a camisa dos Gunners.

Neste momento, três times dividem a liderança da competição: City, Liverpool e Chelsea, que tem jogado um futebol de alto nível e que conta com o melhor jogador do mundo na atualidade em seu elenco – o belga Eden Hazard, que está gastando a bola.

É difícil entender o que aconteceu com os times de Guardiola e Jurgen Klopp naquele que tinha tudo para ser o grande jogo da rodada. Será que, na hora do jogo, o clima tenso e carregado do Brasil atravessou o Atlântico e pairou sobre o estádio Anfield Road, em Liverpool?

Um comentário em: “A eleição brasileira parece ter afetado até a Premier League

Deixe sua opinião e colabore na discussão