Ainda sobre a final da Libertadores: “Macaco, olha seu rabo”

Créditos da imagem: Globo Esporte

Um velho ditado diz: “macaco, olha seu rabo”. É usado para alertar alguém que está ou vive criticando outros, sem perceber que comete erros iguais ou piores.

Que os hermanos, principalmente os do jornal esportivo Olé, excelente em suas manchetes e capas, não nos ouçam nem nos leiam. Os hermanos adoram nos chamar de macaquitos e, logo por aqui, acabariam dizendo que lembrei do ditado para levar a bola para os vizinhos do Sul.

Perca uns minutos e veja o quanto baixaram a lenha nos argentinos, pelo que aconteceu na tarde de sábado, antes, durante e depois do que seria a grande final da Libertadores, entre River e Boca, por causa da imbecilidade de alguns torcedores do time tricolor.

Sim, um punhado de torcedores cretinos atiraram pedras contra o ônibus do Boca, que passaram pelo vidro e feriram jogadores. Mas, daí chamar os argentinos de vândalos, cretinos e tudo mais, vai um oceano de distância. Argentinos, sim. Os argentinos, não. Língua portuguesa.

Os de caneta mais pesada falaram do atraso e da violência do povo sul-americano, esquecendo, ou não sabendo, da violência praticada pelos hooligans europeus. Das tragédias vividas por lá em estádios. Como aquela triste de Bruxelas, a da Copa da Alemanha 2006, para não me alongar.

A palavra final para que o jogo fosse adiado foi dada pelos jogadores do Boca. Por que a violência foi extrema e alguns se feriram? Sim? Mas só? Acho que não. Você imagina posição igual sendo tomada por jogadores de qualquer dos nossos times? Nunca ouviu falar e leu que jogadores foram agredidos por seus torcedores e ficaram quietinhos? Já, né? 

Sabe quantos torcedores já foram assassinados em brigas das tais (des)organizadas? Acha diferente? Ok. Lembra-se de quantas vezes ônibus de time chegando ou saindo do estádio são apedrejados? Posso lembrar uma – não gosto de longas pesquisas. São Paulo x Corinthians, no Morumbi, primeiro turno desse Brasileiro.

Lembra quantos torcedores morreram a caminho do estádio, antes do último Botafogo x Flamengo? Dê uma olhada. Ouviu dizer se jogadores do Corinthians, no caso dos ônibus apedrejado, ameaçaram não entrar em campo? E se jogadores do Botafogo e Flamengo fizeram o mesmo, em homenagem aos torcedores assassinados? Não, né?

“Macaco, olha seu rabo”… Mas pode ser, também, “Pimenta nos outros dos outros…”.

Deixe sua opinião e colabore na discussão