Análise: Borja x Pratto

Créditos da imagem: LANCE!

Borja fecha com o Palmeiras, enquanto Lucas Pratto deve ser anunciado pelo São Paulo

Como não poderia deixar de ser, a comparação sobre os novos centroavantes dos arquirrivais paulistas agitou as redes sociais e os papos de boteco.

A minha opinião?

O negócio é o melhor possível para todas as partes envolvidas.

Explico: enquanto o São Paulo precisa de garantia e segurança (algo que um jogador da seleção da Argentina, com passagens marcantes por Vélez Sarsfield e Atlético Mineiro, muito provavelmente será capaz de garantir, com baixo risco), o Palmeiras precisa de um jogador para ser “o cara”, o fator de desequilíbrio no comando de ataque da equipe, algo que o promissor e meteórico Borja aparentemente pode ser, haja vista que desde a sua “recente” estreia no Atlético Nacional-COL (entrou na fase final da última Libertadores), só fez encantar e impressionar pelo altíssimo nível de futebol apresentado em tão pouco tempo.

Em outras palavras, Pratto é mais “certeza”, ao passo que Borja pode vir a ser “especial”, um “fora de série”, coisa que o ótimo argentino jamais será.

O Palmeiras, cheio da grana, pagará – e muito – para ver.

O São Paulo, com menos espaço para erros (mas que também pagará muito pelo seu novo goleador), aposta em uma solução mais conservadora.

Quem vai se dar melhor?

A ver.

E segue o jogo.

Leia também: Ousadia, qualidade dos campeões. Mas há sempre o risco…

55 comentários em: “Análise: Borja x Pratto

  1. Salve!
    Agradeço pela coluna e por trazer esse debate para cá.

    Concordo com quase tudo, exceto quando você diz que Pratto jamais será “especial” ou “fora de série”. Pratto JÁ É especial e fora de série. Um dos melhores, senão o melhor centroavante do país. Constantemente chamado pra seleção Argentina, titular em qualquer um dos 19 clubes da série A.
    Borja é muito promissor sim, mas foi destaque de um fraco campeonato colombiano, e de uma das libertadores mais fracas dos últimos anos.

    E não podemos esquecer… Destaque da Libertadores, chegando a peso de Ouro no Brasil, já vimos esse filme com o Guerron e todos sabemos no que deu.

    Abraços.

    1. Opa, eu que agradeço pela leitura. 😉

      Mas permita-me discordar, reitero que para mim o Pratto é um ótimo atacante (o que é muito), mas nada além disso.

      Coloco o argentino no mesmo nível do Ricardo Oliveira, Fred (de quem foi reserva) etc.

      Já o “arriscado” (com isso concordamos) Borja, ninguém verdadeiramente sabe até onde ele poderá ir. Mas o cartão de visitas, convenhamos, até agora foi excelente. O cara anda “passando o trator”.

      Valeu, abração!

  2. Assino embaixo, Fernando Prado!

    A única coisa que eu acho é que seria possível contratar jogadores do nível do Pratto sem esse investimento milionário. Um exemplo (que não serviria para o São Paulo por todo o histórico desgastado) é, por exemplo, o do Luis Fabiano.

    Já o Palmeiras e sua parceira fizeram uma excelente contratação! A ver como será dentro de campo.

Deixe sua opinião e colabore na discussão