Análise: com feitos relevantes nesta edição, Barcelona de Guayaquil deve dificultar a vida do Santos nas quartas da Libertadores

Créditos da imagem: UOL

Algoz de Verón em sua reestreia pelo Estudiantes, time equatoriano também colocou água no chope do Botafogo e do atual campeão Atlético Nacional, além de desbancar o milionário Palmeiras da competição

“Traiçoeiro” no bom sentido.

O Barcelona de Guayaquil, com seu estilo de jogo baseado na força e velocidade, é afeito ao contra-ataque e foi dessa maneira que venceu o Estudiantes na Argentina e o Botafogo no Rio, quando a festa carioca já se armava para o que seria uma classificação antecipada àquela altura, ratificada apenas na rodada seguinte.

O Atlético Nacional e o Estudiantes ficariam pelo caminho naquele grupo (Botafogo e Barcelona terminaram a disputa com 10 pontos cada, com vantagem para o time brasileiro no saldo de gols, Estudiantes 9 e Atlético Nacional 6).

Na fase seguinte, o badalado Palmeiras de Guerra e Borja (?) pela frente.

Apostando na rapidez de seus laterais e atacantes, o Barcelona dos ótimos Matías Oyola, Caicedo e Jonatan Álvez (pouco comentado, mas um camisa 9 que, do pouco que vi, gostei muito), surpreendeu aquele que talvez fosse considerado o maior favorito à conquista do título: classificação nos pênaltis em pleno Allianz Parque.

E agora encara o Santos pelas quartas de final, clube brasileiro com melhor desempenho histórico na Libertadores.

Medo?

O time equatoriano parece não sentir.

E como um perigoso franco-atirador, deve tentar atrair o favorito Peixe para mais um golpe fatal.

Vai conseguir?

A ver.

E segue o jogo.

11 comentários em: “Análise: com feitos relevantes nesta edição, Barcelona de Guayaquil deve dificultar a vida do Santos nas quartas da Libertadores

  1. O SANTOS QUE ABRA O OLHO, POIS COM ALISON E YURI NO MEIO DE CAMPO FICA COMPLICADO

    O COPETE É OUTRO TB QUE ESTÁ DEVENDO, APESAR DE MARCAR MUITO E TER ESTRELA

    SERÁ QUE O NILMAR VAI SER O CARA?

  2. “Vamos ver se esse Barcelona é tudo isso mesmo.”

    Bastos, Leo

    Brincadeiras à parte, esse Barcelona já provou não ser fraco, inspira cuidados. Talvez o fato de o Santos também ser um time que aposte muito no contra-ataque (matou o Atlético-PR assim), pese à favor do time da Vila. À conferir.

  3. Eu realmente fico surpreso como seguimos sempre subestimando as equipes do resto da América do Sul, embora sempre estejamos quebrando a cara contra eles! Enfim, acho o Santos favorito simplesmente por ter mais camisa, mas só de o Barcelona ter eliminado o Palmeiras e ter um empate e uma vitória em dois confrontos contra o Botafogo, já está mais do que claro que tem todas as condições de passar por mais um brasileiro.

  4. Ainda bem que um time que vai enfrentar o único invicto da libertadores é o favorito, não vi nada demais neste time do Barcelona genérico, como pra todos os entendidos em futebol o Barcelona genérico é o favorito e eu como não sei nada de futebol, cravo duas vitórias do Santos

  5. Sinceridade acredito que não o Santos passa sem dificuldades. Não podemos tirar como parâmetro o Palmeiras tome desorganizado sem padrão de jogo. Não sou santista mas acredito que passa com os.pés nas costas.

Deixe sua opinião e colabore na discussão