Análise: é hora de Modesto Roma ser firme

Créditos da imagem: Lance

Com eliminação para a Ponte nas quartas do Paulista, tendência é que pressão e histeria da torcida para a saída de Dorival Júnior aumentem

Personalidade, convicção e visão macro dos fatos. Eis as três qualidades que o presidente do Santos Modesto Roma deverá ter para bancar a permanência de Dorival Júnior no comando técnico do time.

E ele parece estar fazendo bem a lição de casa: ontem à noite, após a eliminação nos pênaltis para a Macaca, Modesto teria dito que “não se faz um time campeão com técnico pingue-pongue”.

Ufa.

Mal comparando, Tite foi mantido no Corinthians após ser eliminado pelo Tolima em uma fase pré-Libertadores (!), pois havia a percepção de um bom trabalho sendo feito.

Já escrevi inúmeras vezes o quanto Dorival faz bem para o Santos. Com ele, o time sempre está nas cabeças, ora sendo campeão, ora fazendo boas campanhas. E que a tendência é de que algo grande seja conquistado, quem sabe até na corrente Libertadores, na qual o Peixe é líder de seu grupo.

O problema é que para muito torcedor ou o time é campeão, ou então o trabalho não foi bem feito. De modo que fica difícil qualquer discussão em alto nível.

No entanto, é fato que Dorival precisa estar atento ao que (não) acontece com o time em 2017. O jogo não está fluindo como de costume, Ricardo Oliveira está comprometendo no comando de ataque (é preciso buscar alternativas no mercado), e David Braz não possui nível técnico para atuar em time grande, em que pese toda a sua força de vontade. Zeca é outro problema a ser solucionado, quem sabe até com uma venda, que poderia ser boa para todos os envolvidos.

De qualquer forma, não acredito em imediatismos e penso que Dorival ainda é sim o melhor nome para continuar comandando o Santos, vide o protagonismo do clube nas últimas temporadas.

E segue o jogo.

Leia também:

– Torcida do Santos e a “irracionalidade ostentação”;

– Dorival Júnior e a dura sina de um treinador de futebol no Brasil.

15 comentários em: “Análise: é hora de Modesto Roma ser firme

  1. Dorival é o melhor técnico do Santos deste século. Não entendo a razão de parte da torcida questioná-lo tanto.

  2. Não vejo nenhum técnico em condições de substituir Dorival com vantagem. Mas lembro-me que o presidente vem exigindo dele classificações que parecem acima do que o time pode conquistar na marra. Ricardo Oliveira está sentindo o peso dos anos (para jogador) e das contusões. Mas não há substituto à altura por aqui. Nem para o Santos, nem para qualquer outro time…

  3. Obviamente você não é santista e, como bom rival, quer o pior para o Santos, mantendo o BURRIVAL no cargo. E este presidente é um canalha. Você ja viu como ele trata o torcedor de fora de Santos. Você ja viu de que forma ele foi “eleito” presidente?

  4. Concordo totalmente! Acho que as coisas não estão mesmo boas no Santos, fico com a impressão de algum problema interno, mas acho que a última coisa a se mudar lá é o treinador. E também concordo muito sobre o Zeca: vender alguns jogadores é uma ótima oportunidade, na verdade.

  5. Sempre esse papinho de problema interno, isso não faz sentido.
    Eu tbm acho que o Dorival não merece sair e nem deveria, mas a unica pessoa que pode garantir seu emprego sera ele mesmo.
    O Santos não tem o melhor elenco, mas manter jogadores como Vitor Bueno em ma fase no time titular, pode derrubar o técnico.

  6. Já postei minha opinião e ela é completamente diferente da sua, mas o Ricardo Oliveira é quem vai afundar o Santos por vingança. Modesto Roma impediu ele de ganhar milhões no final da carreira dele e ainda acha que o cara vai jogar como quando ganhava 50 mil por mês, só idiota para acreditar nisto

Deixe sua opinião e colabore na discussão