Borussia Dortmund e Liverpool “nunca estarão sozinhos”

Créditos da imagem: talksport.com

O sorteio das quartas de final da Europa League nos presenteou com um duelo magnífico. Quis o destino (obrigada por isso) que Borussia Dortmund e Liverpool se encontrassem.

Esse (re)encontro teve significados maiores do que uma simples partida disputada dentro de campo. E acredite, depois de ler esse texto, a última coisa que você vai lembrar do jogo é o resultado ou que ele vale uma vaga na semifinal da UEFA Europa League.

De início, tivemos a volta de Jurgen Klopp a Dortmund.

O icônico técnico comandou os aurinegros por 7 anos (de 2008 a 2015) e chegou a levar o Borussia à final da UEFA Champions League (2012/2013). Além disso, foi bicampeão da Bundesliga (2010/2011 e 2011/2012), campeão da Copa da Alemanha (2011/2012) e três vezes da Supercopa da Alemanha (2008, 2013 e 2014).

Idolatrado pela Muralha Amarela, ele transformou o Borussia Dortmund numa potência do futebol alemão.

Hoje, ele esteve de novo no Signal Iduna Park, dessa vez, vestindo as cores do Liverpool. Mas ali, seja de qual lado for, ele nunca caminhará sozinho.

Até porque, as duas torcidas têm a música You Will Never Walk Alone como hino e costumam cantá-la quando os times entram em campo. E no início deste jogo, cantaram JUNTAS! Um dueto das torcidas em homenagem à Klopp e toda a história que a música envolve. Foram mais de 80 mil pessoas emocionadas cantando juntas um dos maiores e mais lindos hinos do futebol. As vozes ecoaram pelos quatro cantos do estádio e levaram a história que esse duelo envolve por todos os lugares.

Por isso, o site da UEFA nomeou a partida como “You’ll Never Walk Alone Derby”, mas existem outras coisas comuns a ambos os times relacionadas a essa música.

Para entender, devemos voltar aos anos 60, quando a canção começou a fazer sucesso entre as torcidas da Inglaterra, Alemanha e Escócia. No documentário Walk On da BT Sport, toda a história da importância da música entre as torcidas fica mais clara.

A torcida dos Reds começou a cantá-la em 1964 no estádio, alternando-a com uma versão de She loves you, dos Beatles. Mas ela começou a ganhar popularidade quando, numa gravação da BBC, o comentarista Kenneth Wolstenholme, definiu que You’ll never walk alone era uma espécie de hino, uma assinatura da torcida depois que ele viu os torcedores cantando a música na final da Copa da Inglaterra de 1965, contra o Leeds United, em Wembley.

Então, em 1966, Liverpool e Celtic disputaram a semifinal da Taça das Taças da Europa (nesta noite, os torcedores do Celtic começaram a cantar a música, em tom de apoio ao clube). Os ingleses venceram e avançaram para a final, onde foram derrotados pelo Borussia Dortmund. Por terem vencido o Liverpool, os alemães foram idolatrados pela torcida do Celtic. Esta foi a primeira conexão entre os três clubes.

Mas como  a canção foi chegar até a Alemanha?

Os primeiros alemães a conhecerem e adotarem a música para si, foram os torcedores do St. Pauli em 1991, quase 30 anos depois das torcidas de Liverpool e Celtic começarem a cantá-la (lembrando que: ninguém sabia da relação da música com as outras torcidas, era uma época pré internet).

Mas, curiosamente (olha o destino), foi numa partida entre Borussia Dortmund e Celtic, no Signal Iduna Park válida pela temporada 1992/1993 da Copa da UEFA, que a Muralha Amarela cantou o hino pela primeira vez.

As torcidas se encontraram no centro da cidade antes da partida (lembram que se tornaram “amigas” lá em 1966?) para festejar e foi neste momento que os aurinegros conheceram a canção. O jogo começou e as duas torcidas cantaram juntas! A partir de então, a torcida do Borussia continuou a cantar como seu hino, o que gerou um pouco de ciúme no Liverpool…

As curiosidades e (re)encontros ao longo da história, não acabam aí. Em 2001, os Reds jogaram em Dortmund uma das suas partidas mais memoráveis e, com segundas intenções, cantaram YNWA mais alto que nunca. Justamente para mostrar ao time da Muralha Amarela que eles não mereciam esta canção.

Meses depois, houve o reencontro: Liverpool e Borussia Dortmund pela UEFA Champions League… e a vingança da torcida aurinegra! Cantaram tão lindamente a canção, que os torcedores do Liverpool ficaram emocionados e assumiram: esta música é, também, do Borussia.

Foi neste momento que a versão em preto e amarelo de You’ll Never Walk Alone, entrou para a história do futebol. Até hoje, quando a Muralha Amarela está em casa e estufa o peito a cantá-la, é como se o tempo parasse só para escutá-los.

O encontro que aconteceu hoje em Dortmund entre Borussia e Liverpool, não foi apenas uma partida de futebol. You will never walk alone representa tudo o que o este confronto e o futebol significam: história, alegria e tristeza, orgulho e humildade, amor e ódio, grito de guerra. Um hino de triunfo.

Agora você entende porque o momento inicial das torcidas foi tão importante quanto o que valia o jogo em si?

Dica de filme: documentário da BT Sports “Walk On”, a história de Never Walk Alone

Mais em: DOMINAFC

2 comentários em: “Borussia Dortmund e Liverpool “nunca estarão sozinhos”

Deixe sua opinião e colabore na discussão