Brasileirão: Grêmio, Santos e Palmeiras vencem jogos-chave

Créditos da imagem: Ivan Storti / Divulgação Santos FC

Grêmio: mesmo desfalcado de Walace e Luan (fundamentais na transformação da Seleção Brasileira na Olimpíada), o tricolor gaúcho venceu um inofensivo – e atrapalhado – Corinthians por 3 x 0 e, com um jogo a menos em relação aos seus concorrentes, é o vice-líder (por pontos perdidos) da competição. Roger Machado, que também não tem contado com Giuliano (este de maneira definitiva, pois foi negociado), tem demonstrado que é dos melhores técnicos do País na atualidade.

Santos: o inabalável Peixe (que nessa temporada tem se destacado por não sentir a ausência de seus principais jogadores em campo, ora cedidos para a Seleção Brasileira, ora contundidos) fez mais um grande jogo contra o Galo, que teve em Robinho um jogador visivelmente abatido por ter de enfrentar o ex-clube, de onde foi ídolo. No duelo entre os meus dois favoritos ao título, Ricardo Oliveira fez a diferença (fez dois gols e perdeu outros dois) e Vitor Bueno ratificou a boa fase (é a revelação do campeonato). Por fim, como não escrever sobre o grande trabalho de Dorival Júnior no comando da equipe santista? Além de revelar jogadores – Léo Cittadini (foto) é a “invenção” mais recente -, tem o mérito de não deixar a equipe refém de jogador “A” ou “B”.

Palmeiras: como bem destacou um colega da imprensa em sua rede social, o Verdão conquistou uma importantíssima vitória contra um Atlético Paranaense que, jogando em seus domínios, tirou pontos dos adversários diretos do Palmeiras na disputa pelo título (empate com Atlético Mineiro, e vitórias contra Santos, Grêmio e Corinthians). Com um forte esquema defensivo, o Palmeiras dominou a maior parte do jogo e contou com um gol de Vitor Hugo para garantir os três pontos. Outra boa notícia foi o desempenho seguro do goleiro Jailson na meta palmeirense.

E segue o jogo.

8 comentários em: “Brasileirão: Grêmio, Santos e Palmeiras vencem jogos-chave

  1. Este Brasileiro está realmente imprevisível! O que já teve de time que eu por um momento achei que estava fora da briga e, de repente, voltou com força e com a ajuda dos rivais diretos…

    Mas se for pra sair do muro, hoje o meu favorito ao título é o Atlético.

Deixe sua opinião e colabore na discussão