Dorival Júnior + Muricy Ramalho? São Paulo rumo à Série B

Créditos da imagem: ESPN Brasil

Os salva-vidas ensinam que um dos problemas que levam alguém a se afogar é a afobação.

No futebol, costuma ser assim também. Quando um time começa a ir mal em um campeonato, começa a se debater, troca de técnico, contrata novos jogadores (que no geral mais atrapalham que ajudam)… Os oposicionistas – que desejam ocupar cargos importantes, ainda mais depois que entram e saem fortunas dos cofres do clube – aumentam seus bombardeios e por aí vai…

Este não é o primeiro ano que o São Paulo, tão glorioso, beira o precipício que leva à Série B, mas este ano a atração provocada pelo fundo do poço é definitivamente maior. Quase sem saída, embora ainda restem 15 jogos a serem disputados.

É que, quando o time não acerta – seja por incompetência dos jogadores, da direção do clube e do comando técnico, quanto mais joga, mais se perde em campo e perde pontos na tabela. É como andar em areia movediça. Cada passo, um pouco mais para o fundo.

Palmeiras, Vasco, Grêmio, Internacional, Botafogo e Corinthians já viveram esse drama, deixando ensinamentos que, é fácil perceber, os demais não aprendem. Em alguns casos, nem eles mesmos – casos do Palmeiras, Vasco… Sabem que devem manter a calma e assim buscar os salva-vidas, o socorro, mas não agem assim. Brigam, trocam acusações – muitas delas corretíssimas – mas nada resolvem. E, no geral, passam a sensação de que mais querem ocupar as confortáveis cadeiras e ter as chaves dos cofres, do que salvar o time da vergonha.

Discutem as consequências sem buscarem as causas – que estão carecas de saber. No caso do São Paulo, não olham o que foi feito de errado nos mais de 12 anos da administração de Juvenal Juvêncio – que um dia inventou ter montado um time de “galácticos” e depois apelidou de “Soberano” um remedo de time. Nada falam sobre a saída do seu sucessor, após seis meses, por aí, de governo, por questões que envergonham. Nem perguntam onde estão antigos cartolas – se estão onde não deveriam estar, se se escondem…

Depois da demissão de Rogério Ceni e da contratação de Dorival Júnior, ficando a emenda pior que o soneto, a diretoria agora atende os gritos de opositores – não exatamente de uma suposta oposição, porque muitos se escondem – e tenta atrair Muricy Ramalho, técnico aposentado por recomendação médica – para um cargo que chamam de supervisor. Assim como no ano passado fizeram com Marco Aurélio Cunha. Se a participação de Marco Aurélio foi um fracasso – considerando as pretensões da sua torcida e a história do clube – a chance de dar certo com Muricy, caso ele aceite a oferta, são ainda menores.

Não é que Muricy não tenha competência para fazer um bom trabalho como técnico, no São Paulo e em qualquer outro time – embora, sua história esteja escrita e ele nada tenha de gênio. É que Muricy não quer e nem pode voltar à profissão. Seria um supervisor, o que dá a entender que trabalharia com Dorival Júnior. Trocando ideias, dando “palpites”, sugerindo… Ou seja, tentando remendar onde já está rasgado. E como ficaria Dorival nessa? Concordaria? Acharia genial? Ou pediria o boné? Dorival é uma pessoa cordata. Às vezes até demais – como foi quando Ganso, pelo Santos, se recusou ser substituído. E como os jogadores passariam a vê-lo?

Não tenho paciência para pesquisas, mas lembro-me de duas oportunidades em que juntaram dois técnicos para um só comando: Aimoré Moreira e Osvaldo Brandão, no Corinthians, final da década de 1960. Sem sucesso.

E Parreira com Zagallo na Seleção Brasileira…

Queria ser uma mosca para estar no vestiário da Barra Funda e do Morumbi, caso consigam misturar água com vinho…

8 comentários em: “Dorival Júnior + Muricy Ramalho? São Paulo rumo à Série B

  1. OLHA SÓ O QUE O IRRESPONSÁVEL DO MURICY FOI ARRUMAR!!!

    SE EU FOSSE O DORIVAL PEDIRIA DEMISSÃO CORRENDO!!!

  2. Eu pessoalmente … não aceitaria a chegada de ex. Jogadoes …ÍDOLO OU NÃO… NO PASSADO O CORINTHIANS FEZ… PORTA DOS FUNDOS… E OUTROS DO RIO .NO SUL.NO NORTE E NO NORDESTE…. DEIXE O MURICI CUIDAR DA SAÚDE …

  3. Muricy Ramalho já livrou o São Paulo do rebaixamento em 2013 quando o time ficou 12 rodadas na zona da degola, aí contrataram o Muricy e ele livrou o time do rebaixamento, mais no momento, com essa diretoria fracassada e incompetente que o São Paulo tem, sendo que o presidente do São Paulo é Corintiano o que nos resta é espera a série B, infelizmente!

Deixe sua opinião e colabore na discussão