W3vina.COM Free Wordpress Themes Joomla Templates Best Wordpress Themes Premium Wordpress Themes Top Best Wordpress Themes 2012

Eu acredito: vai dar Galo no Brasileirão 2015

5-nov-2014---torcida-do-atletico-mg-voltou-mais-uma-vez-a-manifestar-sua-confianca-na-classificacao-e-aderiu-a-campanha-do-eu-acredito-1415240144848_615x300

Créditos da imagem: LANCE!NET

Não gosto dessa coisa de escolher um favorito para um torneio, ainda mais com apenas alguns jogos disputados. Mais ainda no Campeonato Brasileiro, equilibrado na essência. Normalmente cito uns três, quatro ou dez. Mas vou fazer diferente dessa vez e cravar no Atlético Mineiro como campeão brasileiro de 2015.

A forma que o Galo joga me conquistou definitivamente no último domingo, enquanto assistia ao passeio contra o Vasco no Horto. Verdade que o cruz-maltino tem um time muito inferior, não vai lutar pelas primeiras posições e não será um concorrente direto para o Atlético. Mas não dá pra ignorar a maneira que o time de Levir se impôs.

A ofensividade começa quando o treinador abre mão de jogar com um volante puramente marcador, entrando em campo com apenas um da posição originalmente, que tem recursos para jogar com a bola. Fazendo o meio, quase como um daqueles clássicos europeus “box-to-box”, o “engache” argentino que ataca e defende. Na frente deles, três armadores que dão rapidez e fluidez incessante ao ataque e um centroavante típico, mas com ótima movimentação. Lá atrás, um bom goleiro já beatificado e zagueiros que estão em excelente fase.

Enfim, um time para ser campeão. Que joga para ser campeão. Que pode ser campeão.

Num piscar de olhos, o Atlético fazia dois gols no Vasco e o primeiro tempo encerrou com três na conta. Parecia que viria uma goleada histórica, que acabou não acontecendo. O Vasco conseguiu se defender um pouco melhor, o Galo, em tarde de má pontaria de Pratto, abusou de perder gols e o resultado acabou mesmo 3 a 0. Saiu barato para o time de Doriva.

Aos torcedores atleticanos, a vitória reforça a já conhecida superioridade do time quando joga em casa. Desde que começou a jogar na nova Arena Independência, o Galo é quase imbatível. Intenso, parte para cima do adversário o tempo inteiro. É normalmente muito superior.

Aos rivais, o Atlético manda a mensagem de que continuará fazendo do Horto seu alçapão. Pelo que vimos até agora no ano, poucos times conseguirão resistir ao alvinegro. Fora de casa, ainda falta achar a forma de jogar ideal. Mas parece não estar longe, principalmente se analisarmos o bom joga contra o Inter no Beira-Rio. O jogo contra o embalado Avaí promete ser um bom teste.

Verdade que ainda falta muito. Virá a janela de transferência, a fase de jogos quarta-e-domingo que exige elenco homogêneo, alguns dos outros considerados favoritos deverão reagir. Mas hoje vejo o Galo maduro psicologicamente, e não só como time, mas também como clube. Afinal, vem numa sequência que talvez seja a melhor de sua centenária histórica em termos de títulos. Em 2013, a tão sonhada Libertadores. Em 2014, a Copa do Brasil de maneira brilhante. Em 2015, o Atlético Mineiro pode e merece conquistar o título.

E eu dessa vez, como diz a torcida do Galo, “eu acredito”.

Pot-pourri da quarta-feira de Brasileirão (3 de junho)
Palpites da quinta rodada do Brasileirão 2015

Escrito por:

- possui 70 artigos no No Ângulo.

Carioca, graduado em Direito e universitário de Jornalismo. Mas antes de tudo, um opinólogo profissional, cronista do cotidiano, comentarista do dia a dia e palpiteiro da rotina.

Entre em contato com o Autor

7 respostas para “Eu acredito: vai dar Galo no Brasileirão 2015”

  1. Caio Bellandi disse:

    Ai ai ai, não me decepcione, Galo! Hahaha

  2. Acho meio difícil 😉


Deixe um comentário

Enquete

Qual o maior técnico brasileiro dos últimos tempos?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...

Colunistas

Gabriel RosteyGabriel Rostey

Nascido dias após a seleção de Telê encantar o mundo e não levar o caneco na Copa da Espanha, esse paulistano atua e segue aprofundando estudos nas suas principais paixões: futebol e cidades. Especialista em gestão do esporte, como jornalista também encara o futebol como fenômeno cultural.

Emerson FigueiredoEmerson Figueiredo

Formado em jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero. Redator, repórter, pauteiro e editor-assistente da editoria de Esportes da Folha. Trabalhou também na Folha da Tarde, Agora São Paulo, BOL, AOL e UOL. Paulistano, acompanha de perto o futebol desde a época em que os camisas 10 dos grandes times paulistas eram Pelé, Rivellino, Gérson/Pedro Rocha, Ademir da Guia e Dicá.

José Maria de AquinoJosé Maria de Aquino

Em seus mais de cinquenta anos de carreira, teve passagem marcante pelos principais veículos de comunicação do país, de todos os tipos de mídia, como Rede Globo, SporTV, Revista Placar, O Estado de São Paulo, Jornal da Tarde e Portal Terra. Além de um expoente do jornalismo esportivo brasileiro, também é advogado de formação.

Gustavo FernandesGustavo Fernandes

Juiz de Direito do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, não resiste a um bom debate sobre esportes, desde futebol até curling. São-paulino, é fundador e moderador do Fórum O Mais Querido (FOMQ). Não esperem ufanismos e clichês. Ele torce, mas não distorce.

Jorge FreitasJorge Freitas

“Prata da casa” oriundo da Coluna do Leitor, este internacionalista é tão louco por futebol que tratou do tema até em seu TCC. Mestrando em Análise e Planejamento em Políticas Públicas, neste espaço une o gosto por escrever com a paixão pelo esporte mais popular do mundo.

Fernando PradoFernando Prado

Natural de Brasília, mas residente em São Paulo desde que se conhece por gente, é um apaixonado por esportes e pela “sétima arte”. Jornalista e advogado, busca tratar o futebol com a descontração que lhe é peculiar, com o compromisso da boa informação e opinião consistente.

Fernando GaviniFernando Gavini

Jornalista há 19 anos, já cobriu Copa do Mundo, NBA, Nascar, Pan, Mundial de vôlei, Copa do Mundo de ginástica, Libertadores e as principais competições do futebol nacional. Começou no A Gazeta Esportiva, passou pelo site do Milton Neves, Agência Estado, Agora São Paulo, Terra, ESPN e está na TV Gazeta. A trabalho, conheceu 8 países, 18 estados do Brasil e mais de 100 estádios.

Assinatura por e-mail

Arquivos

©2017 No Ângulo - Todos os direitos reservados