“Eu também poderia estar lá”: alguns jogadores do Brasileirão esquecidos por Tite

Créditos da imagem: globoesporte.com

Tite vai “muito bem, obrigado” na Seleção Brasileira.

Normal, ele sabe das coisas, tem um bom grupo de jogadores à disposição, e a tendência é de que consiga classificar o escrete canarinho para a próxima Copa do Mundo (2018, na Rússia) com relativa tranquilidade.

Okay.

Mas nos permitamos um exercício: será que com os jogadores que temos aqui no Brasileirão (excluindo aqueles já convocados pelo treinador) seríamos capazes de montar uma boa Seleção Brasileira nas Eliminatórias?

Vejamos:

Goleiro:

Vanderlei, o regular e tranquilo arqueiro do Santos, já há algum tempo merece uma chance na Seleção Brasileira;

Lateral-direito:

Jean, do Palmeiras, Victor Ferraz, do Santos, e Marcos Rocha, do Atlético Mineiro, podem disputar com Fagner (Corinthians) a posição de suplente imediato de Daniel Alves (Juventus/ITA);

Lateral-esquerdo:

Com Marcelo (Real Madrid/ESP) sendo tratado como um verdadeiro craque da posição (algo com o qual eu estou longe de concordar) até por Tite, resta a vaga de reserva, hoje ocupada pelo competitivo Filipe Luís (Atlético de Madrid/ESP), para os promissores Zeca (Santos) e Jorge (Flamengo) sonharem com uma convocação;

Zagueiro:

Vitor Hugo, do Palmeiras, além de ser ótimo marcador, tem boa recuperação (se considerada a sua estatura) e ainda é uma arma perigosa nas bolas pelo alto. Geromel, do Grêmio, é outro com bastante potencial e que já vem bem não é de hoje. Entendo que ambos podem brigar com qualquer outro zagueiro brasileiro pela posição. Em tempo: não confio no “irresponsável taticamente” David Luiz (Chelsea/ING), já “deletado” da Seleção, e no hipervalorizado Thiago Silva (PSG/FRA);

Meio-campista:

Thiago Maia, Renato e Vitor Bueno (Santos), Arão e Diego (Flamengo), Tchê Tchê e Moisés (Palmeiras), Walace (Grêmio), Camilo (Botafogo), Gustavo Scarpa (Fluminense) e Diego Souza (Sport) são talentosos e com boa leitura de jogo;

Atacante:

Robinho e Fred (Atlético Mineiro), Luan (Grêmio), Dudu (Palmeiras) e Ricardo Oliveira (Santos) são decisivos e vivem boa fase. Na ausência de “Romários” e “Ronaldos” na atual geração, por que não?

Com esses jogadores, seria possível escalar a seguinte equipe:

Vanderlei

Jean

Vitor Hugo

Geromel

Zeca

Moisés

Arão

Diego

Dudu

Robinho

Ricardo Oliveira

Eu gostei dessa escalação e, a bem da verdade, Neymar à parte, não vejo um abismo técnico entre os titulares de Tite e esse “catadão nacional” que acabo de fazer.

Concorda, amigo leitor?

E segue o jogo.

11 comentários em: ““Eu também poderia estar lá”: alguns jogadores do Brasileirão esquecidos por Tite

  1. Tem um lateral esquerdo do Bahia, um tal de Moisés, que é muito bom, ou então dei muita sorte de toda vez que o vejo jogar, ele arrasa.

  2. OS CONVOCADOS DO BRASILEIRÃO FORAM OS QUE LISTO ABAIXO, CORRETO?

    WEVERTON
    ALEX MURALHA
    FAGNER
    RAFAEL CARIOCA
    LUCAS LIMA
    GABRIEL JESUS

    MAIS ALGUÉM?

  3. Gostaria, muito, de ver o Dudu na seleção. Ele está longe de ser um craque, mas é decisivo, “não foge da raia”;Victor Bueno vem fazendo um campeonato melhor que o Lucas Lima; Arão e Moisés vem sendo os “motores” de seus respectivos times. Não há abismo, entre a seleção que você escalou e a real, Fernando, mas sem Neymar o time pode cair em um, rs.

  4. Interessante o texto! Em geral, concordo! Só não me animo muito com os volantes Thiago Maia e Renato; e com o Dudu.

    Mas se o Willian está no grupo, prefiro o Dudu! 😀

Deixe sua opinião e colabore na discussão