Falam tanto do Palmeiras, que neste ano eu boto mais fé no Santos

Créditos da imagem: Ale Cabral/AE

Começo de temporada no Brasil acaba não servindo de praticamente nenhum indicativo de como será o restante. Até por isso, este texto nada tem a ver com a goleada aplicada pelo Santos na estreia do Campeonato Paulista contra a Linense, por 6 x 2. Mesmo porque, se for falar do jogo em si (que a bem da verdade foi uma pelada), acho que o Peixe demonstrou falhas no sistema defensivo que precisam ser corrigidas para uma equipe que tem grandes objetivos no ano. Mas nada preocupante para a primeira partida da temporada.

Nos últimos tempos Palmeiras e Santos vêm protagonizando a maior rivalidade do futebol paulista, e em 2017 tudo aponta para que o domínio estadual das duas equipes só cresça. Enquanto fizeram belo papel em 2016 e ainda se reforçaram para este ano, corintianos e são-paulinos parecem acomodados em um segundo escalão.

As maiores ameaças de outros estados, Flamengo, Atlético Mineiro e Grêmio, têm todos um porém: ou têm muitos reforços e um técnico ainda em afirmação (caso do rubro-negro), ou estão sob novo comando (Roger Machado no Galo), ou perderam peças importantes e não se reforçaram (como a saída de Walace no Grêmio). Tampouco são certezas.

O alviverde fez uma impressionante campanha no título brasileiro, manteve a base (Gabriel Jesus foi uma grande perda, mas a única) e ainda se reforçou com ótimos nomes. Por isso, vem sendo tratado pela imprensa como um Bicho Papão, o time a ser batido.

Só que essa análise não considera que a troca de técnico não é um detalhe. Este “Novo Palmeiras Grande” teve a sua base formada e incrementada a partir do começo de 2015 e, a despeito da conquista da Copa do Brasil no mesmo ano, só convenceu de verdade sob o comando de Cuca. Agora, mesmo com tantos reforços, tem Eduardo Baptista na maior oportunidade da carreira. Isso não pode ser tratado como algo sem grandes riscos, não é só colocar no piloto automático.

O elenco experiente e esse espírito de “maior do Brasil” – que tomou o Palmeiras no último ano e vem sendo muito salutar para o clube – diminuem os riscos. Mas se os resultados não aparecerem logo pelos lados do Allianz Parque a tendência é que a pressão cresça descontroladamente sobre o jovem treinador, o que tende a dificultar tudo.

Já o Santos neste ano me parece vindo com mais fome e noção de que vem obtendo resultados abaixo do que poderia. Se desde a volta do ótimo Dorival Junior vem sempre demonstrando ser um dos três melhores times do país, ainda está devendo um grande título (desculpem, mas estaduais não valem mais nada e normalmente fazem mal ao vencedor no restante do ano). Muito se esperava do Peixe em 2016, e ele se saiu melhor do que o rival alviverde no confronto direto, mas graças a derrotas para equipes rebaixadas como Figueirense, América Mineiro e Internacional (tanto no Brasileiro quanto na Copa do Brasil), passou o ano de mãos abanando.

O alvinegro praiano me parece o time que mais dá garantias para este ano. E vir menos badalado e com os pés mais no chão, mordido, à sombra do rival milionário e campeão brasileiro, só favorece.

102 comentários em: “Falam tanto do Palmeiras, que neste ano eu boto mais fé no Santos

    1. Sou santista e tô gostando dessa “rivalidade” claro, saudavelmente, pq querendo ou não está colocando Santos e Palmeiras que são dois times que estão se “reerguendo” lá no topo.

  1. O santos e o único q vai bate de frente. Vice de novo. Anota aé. E tou dizendo não e pq goleou não e pq os mais populares e organizados são exatamente palmeiras e santos.. So não fala do santos pq não da audiência.. Mídia escrota… So diz isso. Por fato da goleada.

    1. Acha vantagem isso um jogador dá Crefisa agredi o outro ?

      É simples de resolver
      Ele vai ser expulso pega um gancho pesado
      Eai seu time fica com um a menos e a vitória é certeza pro santos

  2. Tricampeão da libertadores. Santos sensacional. Time de glória e de muita história. Muitos craques vestindo o manto do nosso alvinegro. . O único time brasileiro que pode ser tetra.. Não se importar com oque os lixos falam .o importante é te apoiar. E saber que tu santos. Nunca conheceu uma série b.. muito orgulho. . Santos sempre santos.

    1. Dia que esse timinho de merda for tricampeão da libertadores se fala comigo . Se não suas palavras não valem bosta nenhuma.. camela. Pra ser tri.. Pk nois tá rumo ao tetra

  3. e galera do santos o neto ja começou fala besteiras quendo eli fala no começo do ano que um time a o melho do brasi no fim o time cai pra segunda lembrei no ano passado eli começou falandi que o inter ia ser campeão brasileiro no final o inter cai ne o neto não sabi nada de futebol so sabi ser leva e traz pra imprensa

  4. Até que faz sentido. Troca de técnico sempre é complicada, independente do elenco. E o Dorival já está indo para o terceiro ano no cargo.
    Como palmeirense, nunca vou deixar de apostar no meu time. Mas o artigo tem fundamento.

  5. Com certeza, pode botar fé no Santos. Eles ganham o Paulistinha ( o único título que eles ganham) e o Verdao ganha Copa do Brasil, Brasileiro e Libertadores. O Santos se contenta em ser nosso vie. Isso é uma honra para eles.

  6. Esse palmeiras e um barato e pensa que quase foi tri da varzea……o mesmo que o santos tem em libertadores….ai vc ja ve o nivel dos dois times….sem mais..kkkkkkkkkkkkk

Deixe sua opinião e colabore na discussão