Fluminense x Corinthians: o começo do fim da temporada

Créditos da imagem: meutimao.com.br

O Corinthians faz hoje seu último jogo da temporada. Não, não é descrença, falta de esperança ou achismo puro e simples. Apenas, não há lógica em acreditar que algo de bom sairá dessa pedra bruta que o clube paulista se tornou. Não há otimismo que enxergue o contrário.

O atual campeão brasileiro entra em campo, hoje, pela Copa do Brasil esfacelado, desmanchado, desfigurado. Dos 11 titulares que encantaram o País em 2015, apenas três – isso mesmo, TRÊS – seguem no elenco para o que nos resta dessa temporada. Não foram contusões, má fases, barramentos. Nada disso. Sedenta por dinheiro, a diretoria corintiana simplesmente vendeu oito de seus titulares – não cinco, nem seis, nem sete, mas sim OITO, quase 75% do time! Fosse no boxe, seria como jogar a toalha literalmente, pedir para que a luta acabe e declarar o adversário vencedor. Um nocaute ao bom futebol!

Dessa vez, não há fé que prevaleça. O torcedor fica com cara de tacho ao ver a incompetência dessa diretoria. Não sou ótimo em contas, mas tenho minha calculadora que me ajuda. A conta é simples: quanto menos estrelas em campo, menos futebol, menos público e, consequentemente, menos grana! O nosso incrível presidente injeta dinheiro numa ponta, mas, num efeito, gangorra, retira de outra.

A venda de Elias, no último dia do mercado internacional é um absurdo. Nosso camisa 7 não estava jogando aquilo que esperávamos, mas tinha representação, nome, liderança. Enfim, era o “último dos moicanos”. Era a esperança de ainda ter um time competitivo, que podia ganhar um jogo num lampejo de nosso nome mais famoso, titular da Seleção Brasileira até poucos meses atrás.

Sem falar em Tite, nosso reconstrutor, o alicerce que mantinha de pé as más construções dessa diretoria. Até ele também se foi!

Meu Deus, e agora?

E agora que o ano acabou! Preparemos-nos para jogos ridículos como este último, contra a Ponte, em que só não levamos mais porque o próprio adversário não tinha currículo para tal. Perderemos nossa vaga no G-4, nossa invencibilidade de um ano em Itaquera e, para piorar, seremos, mais uma vez, eliminados num mata-mata dentro de casa.

De força máxima a piada em oito meses! Parece mentira, mas ainda é 31 de agosto de 2016 e o ano já acabou para o Corinthians.

6 comentários em: “Fluminense x Corinthians: o começo do fim da temporada

  1. Concordo totalmente com você! É impressionante pensar que no dia 3 de agosto o Corinthians estava na liderança do Brasileirão e hoje vive esse clima de fim de feira. Imagine como está o ambiente lá dentro!

  2. Ainda bem que pra você o ano acabou e você não estará presente no jogo de volta…

    Feliz 2017 pé frio…

Deixe sua opinião e colabore na discussão