Jair Ventura é o cara para o Santos em 2018

Créditos da imagem: Vitor Silva/SSPress/Botafogo

“Deu na internet”: Levir pode voltar para o Japão no ano que vem. Mas o que Jair Ventura tem com isso?

É… o Corinthians é tão, mas tão favorito a conquistar o Brasileirão – um tanto arrastado na parte de cima da tabela – que até o Santos, atual 2º colocado, já parece pensar em 2018 (vá lá que muito em razão do período eleitoral que se aproxima do clube, é verdade. As especulações pelos lados da Vila Belmiro, de Lucas Lima a Robinho, estão a todo vapor).

De qualquer forma, peço atenção a duas notícias veiculadas ontem envolvendo o futuro da equipe praiana que motivaram estas linhas:

i) a primeira, que Levir estaria de saída para o Japão, lugar que conhece bem.

ii) a segunda, sobre a vontade de Modesto Roma, em sendo reeleito, de subir até 9 (nove!) “Meninos da Vila” para os profissionais na próxima temporada.

E é aí que entra Jair Ventura. Explico: sem um treinador definido para iniciar o novo ciclo da presidência (seja pela situação ou pela oposição), que nome melhor para iniciar um projeto do que o de um técnico da “nova geração”, respaldado por um excelente trabalho realizado no Botafogo e que ainda por cima sabe trabalhar com a base (algo fundamental para o clube mais tradicional do País nesse ponto)?!

“Timing”

Que os amigos botafoguenses não me levem a mal, mas é chegada a hora de Jair Ventura alçar voos mais altos.

Veja, não se trata de diferenciar a grandeza ou a representatividade dos clubes, mas sim sobre o que cada um pode oferecer no momento.

Claro que tudo na vida é uma questão de perspectiva e que, com o perdão da filosofia barata, “nada é garantia de nada no futebol”.

No entanto, é razoável pensar que no Santos Jair Ventura conseguiria atingir objetivos que no Botafogo seriam mais, digamos, improváveis. Tanto pela qualidade dos elencos quanto pela capacidade de investimento de cada um.

Ou não!

Talvez continuar o projeto no Botafogo e lapidar um trabalho até agora admirável possa ser mais vantajoso.

Né?

Perceba que, no fim, toda decisão é uma aposta.

A minha: Jair Ventura está pronto para sair da zona de conforto, avançar na carreira e comandar o Santos em 2018.

E segue o jogo.

21 comentários em: “Jair Ventura é o cara para o Santos em 2018

  1. Acredito que ele não deixe o Botafogo, ainda mais se conseguir uma vaga na Libertadores. Se ele acompanha os comentários que o Levir faz da retaguarda santista, aí é que ele não sai mesmo. rsss

  2. SE ELE FICAR NO BOTAFOGO PODE COLOCAR EM RISCO O BOM TRABALHO QUE VEM FAZENDO…

    MAIS OU MENOS COMO FOI COM O DORIVAL NO SANTOS, QUE FOI ÓTIMO MAS DESGASTOU…

  3. Fernando Prado, tenho a impressão (ainda que distante), de que o Jair não se encaixa no perfil santista, ofensivo, ainda que tenha feito ótimo trabalho no Botafogo. O Levir também não sofreu com isso esse ano?

    1. Desventuras já realizadas com figurões treinieros. Por que não tentar uma nova safra para um novo professor?

      Apenas receio que o tamanho do Santos seja, deveras, bem maior que do pequeno fogareiro carioca.

  4. O Jair Ventura vai bem em qualquer lugar!!!!!!!!!!!!!! Se tira leite de pedra no Botafogo, imagina só com Lucas Lima, Vitor Bueno (que é bom!!!!!!!!), Bruno Henrique, Ricardo Oliveira…

Deixe sua opinião e colabore na discussão