La Liga – Final emocionante

Créditos da imagem: skysports.com

Sábado, 20 de março de 2016, intervalo de jogo no El Madrigal. Naquele exato momento, o Barcelona ia vencendo com tranquilidade o Villarreal por 2 x 0…

Com mais aquele triunfo, o time de Messi e companhia, abriria 11 pontos de vantagem sobre o Atlético de Madri e 12 sobre o Real Madrid. O bicampeonato estava encaminhado.

No entanto, eis que o excelente Villarreal, faz um belo segundo tempo e arranca o empate.

Mas nada que preocupasse o líder isolado. Afinal, no final de semana posterior, seria a vez do “El Clásico”. Seria a oportunidade perfeita de derrubar o arquirrival atuando em casa, no Camp Nou, e colocar mais um dedo no troféu de La Liga.

E então ali que o campeonato começaria a mudar. Com uma virada sensacional (2 x 1), o Real quebrou a fantástica série invicta de 39 jogos do Barça.

Mas tudo bem, era uma derrota aceitável, clássico e tal. Os comandados de Luis Enrique, ainda tinham uma boa vantagem e não perderiam pontos fáceis.

No meio de tudo isso, um explosivo Barcelona x Atlético, pelas quartas da Champions. O Barça venceu a ida por 2 x 1, mas no fim de semana, nova derrota pelo Campeonato Espanhol, fora de casa, contra a Real Sociedad.

Enquanto isso, os dois oponentes na briga pelo título iam fazendo a sua parte.

Chegou então a “volta” da Champions. Um dia antes, o Real virou o confronto contra o Wofsburg, classificando-se de maneira espetacular.

E o Barça? Ah, o Barcelona sofreria ali o golpe mais duro da temporada. Contra um Atlético impecável, foi derrotado por 2 x 0 e o sonho do bi da Champions acabou de forma categórica e inconteste.

Mas e o bi do Espanhol? Pois bem, o inesperado aconteceu. Uma derrota em casa para o Valência , o mesmo que o Barça havia humilhado outrora, pela Copa do Rei.

Atlético e Real, com 100% de aproveitamento nas últimas quatro rodadas para La Liga pegar fogo de vez.

Anteontem, 20 de abril, exato um mês e um dia após aquele empate no Madrigal, o Barça voltou a ser Barça. Jogando talvez para mostrar que ainda é a melhor equipe do mundo, simplesmente destroçou o pobre La Coruña: 8 x 0 com um show de Suárez (4 gols e 3 assistências) e com Neymar voltando a marcar (e a dar 1 assistência), de maneira a amenizar um pouquinho o seu inferno astral.

Mas e a dupla de Madri? Também venceu e convenceu. O Atlético foi até Bilbao e venceu por 1 x 0, em um campo sempre complicado de se jogar. Já o Real venceu com autoridade o ótimo Villarreal, por 3 x 0 no Bernabéu.

Faltam quatro rodadas e o cenário é bem diferente daquela tarde/noite de 20 de março. E então quem leva La Liga? Façam suas apostas.

SITUAÇÃO DA COMPETIÇÃO – Faltando 4 rodadas

1º BARCELONA, 79 pts, 25 v, 4 e, 5 d, 96 gols pró, 29 gols contra, 67 de saldo

2º ATLÉTICO, 79 pts, 25 v, 4 e, 5 d, 58 gols pró, 16 gols contra, 42 de saldo

3º REAL MADRID, 78 pts, 24 v, 6 e, 4 d, 101 gols pró, 30 gols contra, 71 de saldo

JOGOS QUE FALTAM:

BARCELONA: Gijón (casa), Betis (fora), Espanyol (casa), Granada (fora)

ATLÉTICO: Málaga (casa), Vallecano (casa), Levante (fora), Celta (casa)

REAL: Vallecano (fora), Real Sociedad (fora), Valencia (casa) , La Corunã (fora)

ARTILHARIA:

CRISTIANO RONALDO (REAL) 31 gols

LUISITO SUAREZ (BARÇA) 30 gols

MESSI (BARÇA) 24 gols

BENZEMA (REAL) 23 gols

NEYMAR (BARÇA) 22 gols

GRIEZMANN (ATLÉTICO) 20 gols

OPINIÃO: O Barça deu mole, é verdade. Mas é inegável o crescimento do Real de Zidane e a manutenção da competitividade do Atlético. Ainda acredito que o Barça seja campeão. Os “blaugranas” podem manter o foco apenas no Campeonato Espanhol, além da final da Copa do Rei (contra o Sevilla). Com um elenco reduzido, sem peças de reposição do mesmo nível, principalmente para o fenomenal trio de ataque, isso pode fazer a diferença. Atlético e Real terão duelos extremamente extenuantes em suas respectivas semifinais de Champions. Vale lembrar, ainda, que se o Barça chegar empatado em pontos com qualquer um dos oponentes, será o campeão. O critério do confronto direto prevalece e o Barça leva vantagem contra ambos. Enfim, La Liga, que parecia fadada à monotonia, terá um final eletrizante. E penso que o final feliz será na Catalunha.

6 comentários em: “La Liga – Final emocionante

  1. Concordo com você, Juliano Ravanelli, o meu palpite também vai para o Barcelona porque agora vai ficar focado só nisso e, certamente, quer dar uma resposta à eliminação na Champions.

    Eu ia descartar o Atlético, por estar focado na Champions e não ter um elenco como do Real e do Barcelona. Mas em 2014 os colchoneros estiveram na mesma situação e venceram o campeonato. Ou seja, está uma disputa realmente muito legal 😉

    1. Sim Gabriel Rostey, acredito mais no Barça, pelo motivo da eliminação da Champions e tb por ter uma tabela teoricamente mais fácil. Mas o campeonato está em aberto, será uma bela briga

Deixe sua opinião e colabore na discussão