Mantuan e o erro bem-intencionado do elenco corintiano

Créditos da imagem: Futebol Na Veia

Faz uns anos, jogando pelo Palmeiras, Leão levou dois gols, de fora da área, contra o São Bento, em Sorocaba. No final, o excelente repórter Roberto Thomé, pela TV Globo, perguntou a ele sobre as falhas. Leão fechou a cara, segurou o microfone e disse ao Thomé que a pergunta estava errada. Thomé, gaúcho de sangue quente, mas que espera a hora de dar o troco, indagou como, então, devia perguntar. Em tom professoral, Leão, ensinou: “você deve perguntar se eu falhei”. Thomé engoliu seco e fez a pergunta como mandou o “professor” Leão, que respondeu assim: “não, eu não falhei. Os atacantes é que acertaram”.

Tudo gravado, Thomé voltou à redação e, tendo ampla liberdade, editou a matéria colocando todo o diálogo. E marcou para que o editor de imagens cobrisse a “lição do professor” com os lances dos gols.

É exemplo perfeito de quanto uma imagem vale mais que mil palavras. Recebeu aplausos na redação e antipatia do Leão por longos anos.

Muito cedo, Leão aprendeu com o técnico Osvaldo Brandão que goleiro não falha. Melhor dizendo, que não deve passar aos adversários que falhou, para não animá-los nos chutes contra seu gol. Se vê que a bola vai entrar mesmo, ensinava Brandão, deve sair dando bronca nos zagueiros, que podem bem suportar as culpas bem mais que os goleiros.

Perfeccionista, Leão acrescentou à lição o detalhe de dizer que foram os atacantes que acertaram. Zagueiros têm as costas mais largas, e por sua vez, buscam se defender até usando estranhas formas. Alguns deixam de fazer a barba para esfregá-la nos atacantes, e há os que deixam de escovar os dentes no dia dos jogos…

Vida de goleiro é assim, mas não só a dele. Atacante quando perde gol feito, olha para a chuteira e bate com ela no gramado, como se fosse dela a culpa. Ou do sapateiro, que não arrumou direitinho as travas. Erram os que olham para o céu e fazem o sinal da cruz. Cristo não tem nada a ver com quem tem pé torto.

São as “malandragens” que existem em todos os esportes. Grandes mestres enxadristas costumam bater com os dedos na mesa, batucando quando o adversário está preparando o lance. Teve, até, quem pedisse cafezinho e fazia barulho em cada gole. Em 1973 encontrei-me com um enxadrista argentino num hotel em Belgrado. Estava ali fazia cinco dias e teria de esperar mais alguns, para receber visto de entrada para uma etapa do Mundial. Tinha certeza de receber a autorização, mas só no último momento. “Eles procuram nos desgastar mentalmente”, contou.

Porque o mundo do esporte tem muito mais “malandragem”, na boa ou na pior, é que entendo ter sido um erro dos jogadores do Corinthians sufocar o garoto Mantuan após a derrota para o Inter, pelo Brasileirão, no Beira Rio. Mantuan falhou quando quis jogar bonito, é verdade. Mas, e daí? Quem nunca? Podia, e devia, levar bronca ou abraços e receber apoio no vestiário, nunca no gramado. Aquele exagero o fez parecer um bebê. Um guri desamparado. Carregaram em tintas seu erro. Apontaram para ele e disseram – “a culpa foi dele”. Esqueceram de tornar o lance mero acidente do ofício.
E vão deixá-lo desconfiado por um bom tempo. Evitando uma jogada bonita e normal, trocando-a por chutões…

Elogios se faz em público, bronca se dá de forma reservada. Falha se discute e analisa em casa. Sufocar o garoto com carinhos valeu como colocá-lo na cruz. Só serviu para chamar mais a atenção sobre o lance. Para levá-lo às lágrimas, que não precisavam ser derramadas. E obrigá-lo a pedir desculpas sem necessidade. Osvaldo Brandão não teria permitido.

9 comentários em: “Mantuan e o erro bem-intencionado do elenco corintiano

    1. Da parte da imprensa, porque carregaram nas tintas para cima do lateral. Sobre o goleiro, os companheiros talvez nada tenha feito porque sabem que não é bom acusar o goleiro companheiro

    1. Exatamente isso. Uma fatalidade, que os companheiros exagerados, transformaram num drama desnecessário, marcando o garoto////abss

  1. Eu entendo e concordo com o princípio, mas o problema é que ele que ficou arrasado e já começou a chorar logo de cara!!!!!!!!!! E os companheiros só aumentaram o circo mesmo!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Deixe sua opinião e colabore na discussão