O Brasil é o favorito a vencer a Copa do Mundo…de 2022!

Créditos da imagem: Laurence Griffiths

É difícil não se empolgar com a vitória do Brasil contra a Áustria deste domingo. Com um futebol dominante, que colocou os brutamontes austríacos na roda, ver Neymar, Coutinho, Jesus e Willian no comando de ataque da Seleção Brasileira é um afago após os dois últimos mundiais em que craque com a camisa amarela era exceção.

Extremamente bem treinado, o Brasil chega pela primeira vez para o Mundial com um treinador de verdade, com alguém que entenda de futebol além da linguagem dos boleiros e do “coloca os craques em campo que o resultado vem”.

Claramente, não vem, como vimos em 2006.

Com Tite no comando, o Brasil tem a melhor seleção e já é favorita à Copa do Mundo de…2022.

Se em 2010 a Alemanha já era favorita a 2014, este ano o Brasil já é o time da próxima Copa.

Isso mesmo. Com um time relativamente jovem, que mantém pilares em todas as partes do campo, o país promete estar ainda mais forte no mundial do Catar.

Neymar, Jesus e Coutinho estarão no ápice de suas formas físicas e técnicas. Marquinhos será o grande líder da zaga. Alisson e Éderson podem disputar mais duas ou três copas. Casemiro, o melhor volante do mundo, também. Marcelo deve se manter em alto nível por mais alguns anos, tamanha sua inteligência e capacidade em campo. E Tite só deve sair se for campeão este ano.

Isso sem contar as novas estrelas que devem buscar uma vaga entre os 23 convocados, casos de Rodrygo, Lucas Paquetá, Pedro e Vinícius Junior.

Além disso, a favor do Brasil contará o histórico de sempre ser favorito em Copas disputadas em continentes distintos de América Latina ou Europa. Com exceção da última, realizada na África do Sul, foi o vencedor de todas elas, dos Estados Unidos, em 1994, e da Coréia do Sul e Japão, em 2002.

Não que o time não seja favorito também neste ano.

É inegável que está entre as quatro seleções com maior probabilidade de se ganhar a Copa. Junto a França, Espanha e Alemanha, o Brasil forma o quarteto de grandes forças deste mundial.

No entanto, a pouca rodagem da escalação que jogou ontem contra a Áustria, em campo como titulares pela primeira vez na era Tite, pode dificultar a conquista ainda neste ano.

Até o Catar, seriam mais quatro anos para aprimorá-la.

Aliás, quem sabe não dá Brasil duas vezes?

A empolgação existe e faltam apenas três dias para o início de mais uma Copa do Mundo.

Que a bola role e faça história lá pelos lados de Moscou.

10 comentários em: “O Brasil é o favorito a vencer a Copa do Mundo…de 2022!

  1. Trata se de um torneio e tudo é tudo pode acontecer , até a seleção brasileira sagrar se campeã. Depende demais da confiança, apesar de ser um time jovem , podemos surpreender . Futebol é diferente de outros esporte , o que o faz fascinante. Vamos esperar pra ver , temos uma boa possibilidade de surpreender.

  2. Discordo, viu Jorge Freitas… Eu tinha essa sensação era em 2014. Os destaques dessa seleção (Neymar, Coutinho e Casemiro principalmente) estão no auge nessa copa. Aliás, esses 3 eram a esperança do time campeão do sul americano em 2011, sendo que Casemiro e Coutinho ainda foram campeões mundiais, naquele time espetacular do Ney Franco. Em 2022 não vejo Neymar nesse nível, até pelo aspecto físico. Além disso, Marcelo já vai ter seus 34 anos e desse quarteto de zaga, só vai sobrar o Marquinhos… Paulinho também já vai ter passado do ponto. Dos meninos citados, é difícil cravar que um vai ocupar o lugar dos que vão sair. Mas enfim, se tivéssemos certezas, não era futebol!

    1. Matheus Aquino, o time é forte agora, mas pode chegar em 2022 consolidado. É claro que é futebol e o esperado nem sempre acontece, mas hoje temos uma base que tende a se fortalecer com o tempo. Para mim isso fica mais claro quando pensamos que alguns jogadores deste time jogaram as últimas Olimpíadas. Isso sem falar em Luan e Arthur, que esqueci de citar no texto.
      A zaga tendo Marquinhos é de se apostar que surja um parceiro à altura. Quanto a Marcelo, creio que aguentará em bom nível por mais 4 anos.
      Claro, a manutenção de Tite no comando é fundamental!

  3. O Brasil dificilmente entrará em uma competição sem o rotulo de favorito. E, isso é independente do momento vivido ou da qualidade tecnica atual, mas sim, por ser Brasil e toda a representatividade que cincos copas do mundo o traz. Porém, acredito que mesmo entre os favoritos existe uma diferença importante em relação a construção e implemento de uma ideia. E nesse ponto eu vejo o Brasil atrás do demais. É visivel o quanto Tite agregou a essa seleção principalmente se o comparamos com o seu antecessor. É inegavel que a qualidade de jogo visto e os resultados alcançados criem uma impolgação. A questão é, que também é visivel resultados similares em Alemanha, França e Espanha, porém, respaldados pelo tempo maior de trabalho e construção de ideias e por testes mais exigentes. O Brasil se reculperou nas eliminatorias — com excelência — contra equipes que nos são fregueses mesmos em nossos momentos ruins. Disputou uma serie de amistosos que, mesmo contra equipes fortes, não trazem a mesma seriedade de uma competição. Eu acredito que o preparo de Tite na Seleção não seja pra agora. Entendo que ele esteja formando uma base objtivando 2022 passando primeiro pelo teste competitivo que essa Copa lhe ofereçe e também a Copa America de 2019 aqui no pais.

  4. kkkkkkkk.quido quido brasil nao chega nas 8 oitavas e finais.com esse timinho ai….kkkkk…e melhor asistir palmeiras e corinthias.tem mais racas jogam com racas.

Deixe sua opinião e colabore na discussão