W3vina.COM Free Wordpress Themes Joomla Templates Best Wordpress Themes Premium Wordpress Themes Top Best Wordpress Themes 2012

O Flamengo na intertemporada das incógnitas

20150420204815_870

Créditos da imagem: www.flamengo.com.br

De ressaca pela eliminação no Carioca, o Flamengo fez o básico e cumpriu a obrigação de despachar o Salgueiro pela Copa do Brasil, vencendo por 2 a 0 e dispensando o jogo de volta. Dessa forma, o time de Luxemburgo terá dezoito dias apenas para treinar, colocar a cabeça no lugar e tomar um rumo para o restante do ano, que promete ser duro.

A intertemporada de treinos deverá ser utilizada para achar uma forma de jogo e aprimorar alguns fundamentos. Por enquanto, o time de Luxemburgo ainda é um mar de incógnitas. A primeira começando pelo próprio treinador, que parece estar com extrema vontade de realizar seu sonho de treinar o São Paulo, mesmo com o clube paulista rechaçando a possibilidade.

Ficando na Gávea, Luxa terá que encontrar uma escalação ideal com o elenco que montou. Vai ser difícil. Sem um meia de ligação e com volantes e laterais pouco criativos, a aposta do treinador para a parte ofensiva deverá ser mesmo a velocidade nos pés de Paulinho, Éverton, Cirino e Gabriel para as conclusões de Alecsandro e Eduardo. Não é só o que o Flamengo tem de melhor, mas também a única opção de jogo.

O que se viu até agora foi exatamente isso. Quando encontrou um rival que deu poucos espaços para essas arrancadas em velocidade, o rubro-negro virou um time inofensivo, distribuindo chutões e pensando pouco com a bola. Como foi contra o Vasco.

Com a volta de Arthur Maia e a contratação de Almir, ambos terão a incumbência de pensar o jogo, auxiliados por Canteros. Com todos os nomes à disposição, o Flamengo ganha opção mas ainda insuficiente para voos maiores no Brasileirão. A defesa, se não é das piores, também não inspira confiança. O promissor Samir não consegue uma sequência de jogos e Bressan passa instabilidade até para o quase sempre estável Wallace.

É, então, visível necessidade de reforços, o que deverá fazer com que o Fla vá atrás de alguns jogadores, mesmo com toda restrição orçamentária. A imprensa já não perde tempo. Ganso e Pato foram algumas das especulações/aberrações criadas pelos jornalistas cariocas, que nesses períodos sem jogos se mostram bastante criativos. Aposto também que surgirá em algum momento o nome de Robinho, o que mostra que a criatividade dos especuladores está acabando.

Em linhas gerais, o elenco atual é grande. As contratações devem ser pensando no time titular. Armero é boa oportunidade mas não deverá resolver grandes problemas, ainda que seja melhor opção que Pico. Com os pés no chão, seria necessário ao menos um zagueiro e um volante-passador para o time subir de patamar. Obviamente, o tal “camisa 10” também é um alvo. Mas nesse caso específico, são caras e raras as opções.

Por fim, ficando no Flamengo, restará a Vanderlei Luxemburgo entrosar o time, aplicar um padrão de jogo e treinar à exaustão passes e chutes. Vai ter que usar sua capacidade, tão mostrada em tempos idos mas questionada atualmente, e escolher as melhores opções para começar a parte do ano que interessa: o Brasileirão. Exatamente contra o São Paulo.

Comentários das semifinais da Uefa Champions League
Com alma e coração, São Paulo está vivo na Liberta

Escrito por:

- possui 71 artigos no No Ângulo.

Carioca, graduado em Direito e universitário de Jornalismo. Mas antes de tudo, um opinólogo profissional, cronista do cotidiano, comentarista do dia a dia e palpiteiro da rotina.


Entre em contato com o Autor

14 respostas para “O Flamengo na intertemporada das incógnitas”

  1. Bom post. É mais ou menos isso aí. Com esse elenco que temos, precisamos investir em marcação e retomada de bola no campo do adversário, pois aí sim a velocidade pode fazer diferença.

  2. Helena Brasil disse:

    #SóleioprqédoCaio

  3. Caio Bellandi disse:

    Hahahaha valeu Helena Brasil! <3

  4. Bem-vindo, Caio! Tenho certeza que vai ser um sucesso 😉

    E o site acaba falando mais de São Paulo porque nasceu com pessoas daqui, mas a intenção não é essa e a gente já vai dar uma equilibrada boa! Fica o convite pro pessoal conhecer 😉

  5. Boa sorte Caio, sucesso e muito bom o resumo sobre a situação do nosso Flamengo!

  6. Po mlk…maneiríssimo…parabéns e boa sorte!!

  7. Parabens, estarei sempre atento as suas publicacoes!!!


Deixe um comentário

Enquete

Qual o maior técnico brasileiro dos últimos tempos?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...

Colunistas

Emerson FigueiredoEmerson Figueiredo

Formado em jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero. Redator, repórter, pauteiro e editor-assistente da editoria de Esportes da Folha. Trabalhou também na Folha da Tarde, Agora São Paulo, BOL, AOL e UOL. Paulistano, acompanha de perto o futebol desde a época em que os camisas 10 dos grandes times paulistas eram Pelé, Rivellino, Gérson/Pedro Rocha, Ademir da Guia e Dicá.

Gustavo FernandesGustavo Fernandes

Juiz de Direito do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, não resiste a um bom debate sobre esportes, desde futebol até curling. São-paulino, é fundador e moderador do Fórum O Mais Querido (FOMQ). Não esperem ufanismos e clichês. Ele torce, mas não distorce.

Jorge FreitasJorge Freitas

“Prata da casa” oriundo da Coluna do Leitor, este internacionalista é tão louco por futebol que tratou do tema até em seu TCC. Mestrando em Análise e Planejamento em Políticas Públicas, neste espaço une o gosto por escrever com a paixão pelo esporte mais popular do mundo.

Fernando PradoFernando Prado

Natural de Brasília, mas residente em São Paulo desde que se conhece por gente, é um apaixonado por esportes e pela “sétima arte”. Jornalista e advogado, busca tratar o futebol com a descontração que lhe é peculiar, com o compromisso da boa informação e opinião consistente.

José Maria de AquinoJosé Maria de Aquino

Em seus mais de cinquenta anos de carreira, teve passagem marcante pelos principais veículos de comunicação do país, de todos os tipos de mídia, como Rede Globo, SporTV, Revista Placar, O Estado de São Paulo, Jornal da Tarde e Portal Terra. Além de um expoente do jornalismo esportivo brasileiro, também é advogado de formação.

Gabriel RosteyGabriel Rostey

Nascido dias após a seleção de Telê encantar o mundo e não levar o caneco na Copa da Espanha, esse paulistano é especialista em política urbana. Com formação em gestão do esporte, também encara apaixonadamente o futebol como fenômeno cultural.

Fernando GaviniFernando Gavini

Jornalista há 19 anos, já cobriu Copa do Mundo, NBA, Nascar, Pan, Mundial de vôlei, Copa do Mundo de ginástica, Libertadores e as principais competições do futebol nacional. Começou no A Gazeta Esportiva, passou pelo site do Milton Neves, Agência Estado, Agora São Paulo, Terra, ESPN e está na TV Gazeta. A trabalho, conheceu 8 países, 18 estados do Brasil e mais de 100 estádios.

Assinatura por e-mail

Arquivos

©2017 No Ângulo - Todos os direitos reservados