O tempo não para? No Bem Amigos, não só para como dá marcha ré.

Créditos da imagem: Reprodução / SporTV

Ele voltou! E querendo requentar! Quando todas as abobrinhas, abobraças e eventuais observações com pé e cabeça foram feitas sobre a Copa, com o Campeonato Brasileiro em andamento e às vésperas da volta da Libertadores, Galvão Bueno retornou a seu habitat. Pra falar do quê? De tudo o que os comentaristas já estavam de saco cheio de abordar. Como aquele presidente de empresa que dorme a reunião toda e, quando já estão de saída, resolve falar o que ELE acha de tudo. Podem sentar pra ouvir – e concordar.

Meu amigo Gabriel Rostey comentou que isso é um desrespeito ao futebol doméstico, transmitido pela própria emissora que o paga. A Globo paga e transmite, mas quem disse que Galvão assiste? Se tem um profissional da imprensa que dá a mesma atenção ao futebol do Brasil e de fora, é ele. Dá de ombros pros dois. Se transmitisse as partidas do Brasileirão, mostraria o mesmo desconhecimento que esbanja na Champions League e, obviamente, na Copa do Mundo. Galvão tem um talento que se desenvolveu intensamente na TV brasileira: o de falar por horas sem ter a menor ideia do que está falando. E com cara de conteúdo. É esta técnica que fascina colegas. Experimente criticá-lo na frente deles. Vão dizer que se trata de um grande profissional. Um grande profissional que perde a voz, não estuda o que transmite e ainda posa de culto diante dos incultos. Não é pra qualquer um, mesmo.

Com todos esses predicados, Galvão não foi consultado sobre os rumos da Seleção. Enquanto tirava férias, a CBF renovou com Tite. Não puooooode, Eduardo Jorge! Por isso o lorde supremo chegou inconformado. Tratou de enumerar erros do técnico. Arthur e Luan eram praticamente unanimidades, disse. Primeiro: é fake news. Arthur nem teria como ser pedido por todos. Muitos baseiam suas opiniões exclusivamente nos Gols do Fantástico. Se nunca pediu musiquinha, o cavalinho não viu. Luan perdeu o apoio do Centrão desde que foi encaixotado pelo Real Madrid. Segundo: por que Galvão não criticou isso antes? Porque não deu a mínima, Luciana. Até a bola rolar, estava tudo lindo. Brasil sem o caneco era golpe! Depois sobrou até – ou principalmente – pro “menino Ney”, que ele e seu mascote Arnaldo protegiam. Tite não deveria ter privilegiado o camisa 10. Socialismo, já! Volta, Muro de Berlim.

Além de cansados do tema, Mano Menezes e o aposentado Muricy Ramalho estavam constrangidos. O segundo até me fez cair da cadeira com uma observação plausível. Corrigiu Casagrande quando este falou que Gabriel Jesus acompanhava o lateral pela esquerda. No estádio e nas televisões de 99,9999 % do planeta, era Coutinho que se desdobrava. Só que as correções dos treinadores pouco importaram. Não apenas por serem inconvenientes ao súbito espírito questionador. É que sempre tem um que vai dizer, no jantar depois do programa, que foi tudo corporativismo. No mais, Galvão seguiu se fazendo de mediador a fim de “apimentar o debate”, mas o que queria era mesmo voltar a seu modus operandi: perde, ele institui quem é o culpado e defende um novo salvador da Pátria. Com direito a re-re-re-replay em 2022.

A tentativa de voltar no tempo parece ter melado. Nesta manhã de terça-feira, quando escrevo esta coluna, nem mesmo o Globo.com incluiu chamadas pros tópicos do programa. Se o fizesse, provavelmente o usuário ficaria dando F5, pensando que deu bug no portal. Galvão deve ter pensado que era Cristopher Reeve no final de Superman I, aquele nos anos 70. Quis voar ao redor do mundo pra retornar duas semanas. Não saiu do chão. O telespectador, incrédulo com a performance, provavelmente mudou de canal, como eu. Pobre são-paulino. Passou anos sem uma liderança decente e, quando finalmente acontece, vira coadjuvante de um debate retrô. Meu primo Belmiro (aquele que adora mulas e “pojetos”) deve ter surtado. Pensando bem… Boa, Galvão!!!!!!

9 comentários em: “O tempo não para? No Bem Amigos, não só para como dá marcha ré.

  1. Crônica maravilhosa: ” A Globo é o fim da picada”, com o insuportável GAVIÃO BUENO e o superadíssimo e incompetente MULACY.

  2. Cala boca galvao vc ta chato,insuportavel amigo se aposenta cara vc ja tem grana pra poder ficar de boa deixa de ser essa nala sem alça que vc virou

  3. Foi bem isso mesmo, ele falava “então só pra fechar esse assunto de Copa” e ficava mais uma hora kkkkkkk já era meia noite e nada de falar da Libertadores (Mano tava la pra q?) e do brasileiro. Chato demais, interrompe os outros, cria momentos constrangedores… ele e Faustão deviam dividir o prêmio de mais insuportáveis da tv!!

  4. Falar o que já disse tudo sobre esse narrador. Infelizmente é o que temos pra hoje, há profissionais melhores , mas ele é intocável. Tendencioso vingativo maldoso desenformado e acredita ser a cereja do bolo . Por isso tiro minhas conclusões pelo que vejo , e se estiver errado dou um passo para trás, afinal não sou onipotente estou sujeito a julgamentos errados. Há pessoas que acham que é Deus essas são perigosas , há outras que tem certeza que é, uma delas é o senhor Galvão Bueno. Boa tarde

Deixe sua opinião e colabore na discussão