Palmeiras 2018 repete erros do ano passado e está fadado ao fracasso

Créditos da imagem: Jales Valquer/Fotoarena/Lancepress

Sabem aquele velho ditado que diz “errar é humano, persistir no erro é burrice”? Pois bem, parece que o diretor de futebol palmeirense Alexandre Mattos não conhece muito bem a sabedoria popular e pode fazer o Alviverde pagar caro por isso em 2018.

Depois de gastar um caminhão de dinheiro na temporada passada e ficar pelo caminho em todas as competições que disputou, o Palmeiras, com o aporte da Crefisa, começa 2018 com o mesmo pensamento e um planejamento duvidoso.Antes mesmo de anunciar a contratação do técnico Roger Machado para substituir Alberto Valentim a diretoria se apressou para fechar com o zagueiro botafoguense Emerson Santos, apenas para impedir que o rival Corinthians o contratasse, inchando um setor que já contava com Edu Dracena, Mina, Luan e o caríssimo Juninho, comprado por R$ 10 milhões ao Coritiba.

Inchado também está o gol do Verdão, que já contava com o veterano Fernando Prass e o eficiente Jaílson, mas agora também tem na disputa o medalhista olímpico Weverton, ex-Atlético-PR – curiosamente também contratado após despertar o interesse de um rival (São Paulo).

Os milhões da Crefisa continuaram sendo gastos antes mesmo da virada do ano, com a chegada do lateral Diogo Barbosa, esse sim um investimento pontual, já que o milionário elenco não contava com peças à altura para a posição.

A contratação de Lucas Lima, no entanto, e o propalado interesse em Gustavo Scarpa, que acabou não se confirmando, voltaram a colocar em dúvida a eficiência do planejamento verde, já que em 2017 o time contou com o talentoso Moisés, um dos destaques da conquista do Brasileirão 2016, e a chegada de Guerra, destaque do Atlético Nacional ao lado de Borja, outro que custou uma fortuna aos cofres da milionária e apaixonada Leila, dona da patrocinadora.

O Palmeiras de 2018 começa o ano com uma obrigação gigantesca de ganhar um título de expressão e um treinador que, até o momento, não se mostrou preparado para tanta responsabilidade, pois traz no currículo uma passagem aceitável pelo Grêmio, mas outra decepcionante no comando do Atlético-MG. O caminho do fracasso, pelo menos antes de a bola rolar, parece mais próximo do que o do sucesso.

31 comentários em: “Palmeiras 2018 repete erros do ano passado e está fadado ao fracasso

  1. Aposto que você vai quebrar a cara, desta vez o Palmeiras está contratando bem, a visão mudou!!!!!! Lucas Lima é de seleção, querem o Bernard e o Goulart, agora tem lateral esquerdo, tá bem melhor!!!!!!!!!!!!

    1. Mesmo não ganhando nada o ano passado, continua sendo o time que mais investiu esse ano de novo. Palmeiras hoje é o time com melhor elenco do Brasil!
      Entendeu porque gastou 150 milhões?
      Barcelona, Real Madri,PSG, Manch City, e outros grandes, todos os anos investem milhões também .
      Calma que o Palmeiras logo logo começa a colher os frutos dos investimentos!

    2. Tem uma diferença básica, entre muuuuitas outras, do Palmeiras para esses times aí: todos têm treinadores competentes. Por que a dona Leila não pega dois milhões por mês e contrata o Ancelotti, por exemplo?

  2. Palmeiras tem 5 jogadores na lateral-direita (Jean, Mayke, Marcos Rocha, Fabiano e Emerson Santos). Já no meio-campo, cria uma disputa entre Lucas Lima, Moisés, Guerra e até o Allione.
    Enquanto o ataque, perdem Roger Guedes (irão apostar apenas no Keno?), mas mantém Borja e Deyverson. Vai entender.
    Imagino que Aliione, Fabiano e até o Mayke devem sair, senão é ter elenco até demais.

  3. Paulo Amaral, me desculpe, mas vc não entende nada, é um infeliz.Opinião baseada no que aconteceu no ano passado, mas qual o subsídio para essa opinião?
    Está questionando o trabalho do Róger ( montou um Grêmio muito bom, pegou um Atlético de jogadores veteranos e descomprometidos, como Robinho….Hipótese sem comprovação…).
    Criticou o trabalho do Alexandre Mattos no ano passado ? Não concordo, ele fez a parte dele, o erro foi perder o Cuca e pegar um técnico sem experiência como o Eduardo Batista. Voltou o Cuca depois, com a cabeça não sei aonde. O problema do Palmeiras ano passado foi o técnico e falta de foco e prioridade para um time titular ( não formou equipe em nenhum momento. Talvez um pouquinho com o Valentim no fim do ano).
    Agora, com bons treinamentos , uma equipe definida e com um técnico muito inteligente como o Roger ( como todos os jogadores já disseram que ele é), tem tudo pra deslanchar.
    E esse jornalista vai se queimar pela boca…
    Parcial, você é um infeliz, corinthiano com certeza….rs

  4. Não concordo com essa afirmação!
    Contratou o Emerson Santos porque o Mina vai embora.
    O Barcelona erra também?
    Ter um time com bons jogadores é o que a torcida gosta, e as chances de ganhar um campeonato aumenta!
    Palmeiras está pensando como time grande da Europa!

    1. Por isso que debater futebol é legal. Respeito, mas discordo. E o Emerson foi contratado bem antes de acertarem a saída do Mina. Para que contratar o Weverton?

  5. Lucas Lima sera reserva antes do fim do campeonato paulista, outro chinelinho igualzinho ao Valdivia, esqueci, palmeirense adora chinelinho kkkkkkkkk
    Outro Arouca

Deixe sua opinião e colabore na discussão