Palpites da 18ª rodada do Brasileirão 2015

Créditos da imagem: Minas Arena / Divulgação

Flamengo x Atlético-PR

O novo ânimo que Guerrero trouxe ao Flamengo já não está mais sendo suficiente para levar a equipe às vitórias. Ainda, o trabalho de Cristóvão Borges é alvo de muitas críticas e o clima não anda dos mais leves pelos lados da Gávea. Já o Furacão, depois de uma vitória fora de casa contra o Palmeiras e um empate arrancado aos 52 minutos do segundo tempo contra o Sport nas duas últimas rodadas, vem moralmente fortalecido, além, é claro, de estar praticando um futebol mais organizado e competente que o seu próximo adversário. Vitória da equipe visitante.

Coritiba x Palmeiras

Em que pese a grande dificuldade da última partida, foi lamentável constatar a inoperância do time do Coritiba contra o Santos, na Vila Belmiro (derrota por 3×0). Nada funciona, seja coletiva ou individualmente. De maneira que o Palmeiras terá uma ótima oportunidade de se recuperar das duas derrotas seguidas na competição (contra Atlético-PR e Cruzeiro). Vitória da equipe paulista.

Santos x Vasco

Sob o comando de Dorival Júnior, o Santos, em seis jogos, já soma quatro vitórias, um empate e uma única derrota (para o Palmeiras, no Allianz Parque, quando poderia até ter tido melhor sorte na partida, diante do bom desempenho apresentado). Agora com os pagamentos em dia, a tendência é que o Santos siga a sua escalada na tabela de classificação. A conferir até onde pode chegar. O Vasco, por sua vez, parece cada vez mais fadado a um novo rebaixamento. Vitória da equipe de Ricardo Oliveira, artilheiro-máximo da competição, com dez gols.

Goiás x Chapecoense

O Goiás empatou nas duas últimas rodadas (contra o Coritiba e o Atlético-MG) e dá sinais de reação. Em ambos os jogos, chegou, por alguns momentos, a dominar os oponentes. Embora enfrente um adversário que tem feito um bom campeonato dentro de suas limitações, acredito na vitória do Esmeraldino.

Corinthians x Sport

Grande jogo. O Sport tem proporcionado algumas das partidas mais interessantes da competição. Trata-se de um time leve, com troca de posições no setor ofensivo, e com jogadores em ótima fase. A dificuldade tem ocorrido nos jogos fora de casa. Embora perca pouco, a equipe pernambucana também vence pouco quando visitante. Já o anfitrião, o vice-líder Corinthians, embora longe de jogar um futebol de encher os olhos, está invicto há nove partidas e é um time que se destaca pelo pragmatismo e competitividade. Dificilmente se expõe e costuma fazer valer o fator casa. Logo, acredito em uma vitória do time comandado por Tite.

Internacional x Fluminense

O Internacional está juntando os cacos dos últimos acontecimentos (derrotas categóricas para Tigres e Grêmio, com a demissão de Diego Aguirre entre elas) e o Fluminense saberá tirar vantagem da vulnerabilidade da equipe gaúcha. Vitória dos visitantes.

Figueirense x São Paulo

Embora com apenas um ponto nos dois últimos jogos (derrota para o Atlético-MG e empate contra o Corinthians), o São Paulo tem apresentado um futebol melhor e mais ambicioso, mas não sei se o suficiente para brigar pelo topo do Brasileirão. O elenco é heterogêneo e os jogadores tecnicamente mais gabaritados (Ganso, Michel Bastos, Alexandre Pato e Luis Fabiano) são instáveis. Contra o Figueirense, que luta contra o rebaixamento, a equipe comandada por Osorio conseguirá arrancar um empate que pouco mudará a sua situação na tabela de classificação.

Ponte Preta x Avaí

O Avaí tem apresentado um melhor futebol se comparado à Ponte Preta “pós Renato Cajá e Guto Ferreira”. No entanto, a equipe campineira atuará em casa, onde costuma ser forte. Sendo assim, nesse duelo de candidatos ao rebaixamento, arriscaria no empate.

Joinville x Cruzeiro

O Joinville vem de dois bons resultados (vitória contra o Avaí e empate com o Vasco), mas, após o bom desempenho na vitória por 2×1 contra o badalado Palmeiras (quando marcou sob pressão e dominou as ações da partida, especialmente no primeiro tempo), acredito que o Cruzeiro vencerá a partida. Destaque para o jovem e promissor Alisson, que fez muita falta à equipe durante o período em que esteve lesionado.

Atlético-MG x Grêmio

Que jogo! O Galo, líder do Brasileirão e tido por muitos (dentre os quais me incluo) como a melhor equipe do futebol brasileiro, contra o renascido Grêmio, que virou outro time após Roger assumir o comando (ah, Felipão!) e hoje é o terceiro colocado, apenas seis pontos atrás do seu adversário desta rodada (36 a 30). Vou arriscar: creio que embalado pela goleada histórica de 5×0 contra o arquirrival Internacional (o que, vale registrar, para alguns gremistas que conheço já “garantiu” o campeonato do tricolor gaúcho), o Grêmio surpreenderá o Galo de Minas (que possivelmente não contará com o fundamental Lucas Pratto, lesionado) e vencerá o jogo em pleno Mineirão (foto), aquecendo ainda mais a disputa pela liderança de um dos campeonatos mais equilibrados dos últimos tempos.

6 comentários em: “Palpites da 18ª rodada do Brasileirão 2015

Deixe sua opinião e colabore na discussão