Palpites da 24ª rodada do Brasileirão 2017

Créditos da imagem: Lance

Botafogo x Santos
De olho na Libertadores, Botafogo e Santos devem jogar com os reservas no duelo de abertura da rodada. Empate.

Ponte Preta x Atlético Goianiense
Com os perigosos Lucca e Sheik comandando o ataque ponte-pretano, aposto em vitória da Macaca contra o lanterna.

Avaí x Atlético Mineiro
Líder do returno (!), o surpreendente Avaí vencerá o decepcionante Galo.

Flamengo x Sport
Jogo imprevisível entre dois times instáveis. Pelo fator casa, aposto na vitória dos comandados de Rueda. Dá Flamengo.

Corinthians x Vasco
Talvez a partida mais importante do líder até aqui no Brasileirão. Caso não vença, a coisa pode desandar e a confiança ir de vez para o ralo lá em Itaquera. No entanto, aposto no Corinthians, um time organizado e sólido em quase todas as partidas que disputou (mesmo nas derrotas).

Atlético Paranaense x Fluminense
Dois times com alguns jogadores interessantes, mas que devem ficar no meio da tabela em 2017. Empate.

Grêmio x Chapecoense
O time reserva do Grêmio já demonstrou ser incapaz de representar o clube no Brasileirão. No entanto, a Chapecoense talvez seja a equipe que hoje eu considere a mais fraca da competição. Vitória gaúcha.

Vitória x São Paulo
Jogão na “turma da bagunça”. Confiante e desenvolto desde que Mancini foi recontratado, o Vitória jogará contra um São Paulo cada vez mais afundado na sua crise e conquistará os três pontos. Mais uma derrota do Tricolor Paulista, o pior visitante do Brasileirão.

Cruzeiro x Bahia
Vitória do Cruzeiro de Mano Menezes, o meu favorito para a conquista da Copa do Brasil.

Palmeiras x Coritiba
Motivado e aparentemente navegando em mares mais calmos, o Palmeiras vence o Coxa na segunda-feira à noite.

3 comentários em: “Palpites da 24ª rodada do Brasileirão 2017

  1. Se o São Paulo perder, a casa cai de vez!!!!!!!!!!!

    E com a derrota do Santos e o Grêmio entrando com o time reserva, corre o risco de a rodada ajudar o Corinthians, hein!!!!!!!!!!!!!

Deixe sua opinião e colabore na discussão