W3vina.COM Free Wordpress Themes Joomla Templates Best Wordpress Themes Premium Wordpress Themes Top Best Wordpress Themes 2012

Que Fred e Levir Culpi demonstrem grandeza de espírito na véspera da final da Primeira Liga

fred-e-levir-culpi-nao-estao-falando-a-mesma-lingua-no-fluminense-1460316256347_615x300

Créditos da imagem: UOL

Aprendi ao longo da vida que, geralmente, quando dois brigam, cada lado tem a sua parcela de culpa.

No atrito entre Fred, ídolo do Fluminense, com o técnico Levir Culpi, penso que não há, necessariamente, um vilão. Tampouco algum santo.

Segundo consta, a insatisfação do atacante com o treinador teria surgido após as seguidas substituições e até mesmo a discussão no vestiário durante o intervalo da vitória sobre o Madureira, momento em que Fred chegou a declarar que não jogaria mais sob o comando de Levir.

Ao que parece, Fred, em razão dos desmandos que marcaram o Tricolor Carioca nos últimos anos, perdeu a noção de hierarquia e dos limites de sua liderança (que, se exercida de maneira razoável, pode sim ser benéfica. Como foi, por exemplo, na campanha do Brasileirão de 2009, aquela do “quase rebaixamento”). Que recue (como parece já estar recuando, após a repercussão negativa do caso), deixe de ser mimado e se coloque no seu devido lugar.

Já em relação ao competente Levir Culpi, penso que ele deve sim ter pulso firme (ainda mais em um ambiente contaminado pelo egocentrismo como é o futebol, cheio de jogadores com o “Rei na barriga”), mas sem perder a sensibilidade, sem ser intransigente com um ídolo que inegavelmente tem uma história de conquistas no clube. Que o treinador dê o recado ao atleta como está dando, mas que também saiba recuar e não utilize o episódio para “passar um recado” aos demais jogadores do elenco. Capaz e experiente que é, Levir não precisa disso. Muito menos a essa altura da carreira.

Em resumo, o mais sensato é que ambos conversem e superem o entrevero o quanto antes. E que o transformem em combustível para a final da Primeira Liga, a ser disputada contra o Atlético Paranaense, no próximo dia 20, no Estádio Radialista Mário Helênio, em Juiz de Fora.

Aliás, Flu e Furacão se enfrentaram na primeira rodada da competição e o jogo terminou com vitória paranaense por 1 x 0, em duelo marcado pelas expulsões do atacante Fred (!) e do lateral Léo (com direito a “troca de gentilezas”). Ambos foram suspensos por cinco jogos e estão fora da grande final.

De qualquer forma, pensando na temporada, com Fred e Levir Culpi juntos, o Fluminense definitivamente é mais forte.

E segue o jogo.

Veja também: Os times precisam de ídolos ou de “donos”?

Os times precisam de ídolos ou de “donos”?
Neymar está se habituando à coadjuvação e talvez não se torne mais o que esperávamos

Escrito por:

- possui 230 artigos no No Ângulo.

Natural de Brasília, mas residente em São Paulo desde que se conhece por gente, é um apaixonado por esportes e pela “sétima arte”. Jornalista e advogado, busca tratar o futebol com a descontração que lhe é peculiar, com o compromisso da boa informação e opinião consistente.

Entre em contato com o Autor

6 respostas para “Que Fred e Levir Culpi demonstrem grandeza de espírito na véspera da final da Primeira Liga”

  1. Assino embaixo! Torço mesmo para que essa história seja superada, porque o Fred é, simplesmente, um dos maiores ídolos da história do clube, e o Levir é um excelente técnico e uma pessoa que faz bem ao nosso futebol.

    Mas não quero de modo algum que o Fred saia do Fluminense! Acho que seria mais uma grande derrota do nosso futebol…

  2. Jerry disse:

    I loved it. Best movie I’ve seen in ages. Made Krzysztof Ki&kl›owsÅie#8217;s Dekalog (1989) look shallow. “Lawrence of my labia” – lolololololol. How I laughed.Ignore James’s review, people, SATC2 is a masterpiece.

  1. […] Leia também: Que Fred e Levir Culpi demonstrem grandeza de espírito na véspera da final da Primeira Liga […]

  2. […] – Que Fred e Levir Culpi demonstrem grandeza de espírito na véspera da final da Primeira Lig… […]

  3. […] Fluminense teve o problema do Fred com o técnico Levir Culpi durante a semana e o seu torcedor espera que isso não seja levado para dentro de […]

  4. […] – Que Fred e Levir Culpi demonstrem grandeza de espírito na véspera da final da Primeira Liga […]


Deixe um comentário

Enquete

Qual o maior técnico brasileiro dos últimos tempos?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...

Colunistas

Fernando PradoFernando Prado

Natural de Brasília, mas residente em São Paulo desde que se conhece por gente, é um apaixonado por esportes e pela “sétima arte”. Jornalista e advogado, busca tratar o futebol com a descontração que lhe é peculiar, com o compromisso da boa informação e opinião consistente.

Gustavo FernandesGustavo Fernandes

Juiz de Direito do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, não resiste a um bom debate sobre esportes, desde futebol até curling. São-paulino, é fundador e moderador do Fórum O Mais Querido (FOMQ). Não esperem ufanismos e clichês. Ele torce, mas não distorce.

Gabriel RosteyGabriel Rostey

Nascido dias após a seleção de Telê encantar o mundo e não levar o caneco na Copa da Espanha, esse paulistano atua e segue aprofundando estudos nas suas principais paixões: futebol e cidades. Especialista em gestão do esporte, como jornalista também encara o futebol como fenômeno cultural.

José Maria de AquinoJosé Maria de Aquino

Em seus mais de cinquenta anos de carreira, teve passagem marcante pelos principais veículos de comunicação do país, de todos os tipos de mídia, como Rede Globo, SporTV, Revista Placar, O Estado de São Paulo, Jornal da Tarde e Portal Terra. Além de um expoente do jornalismo esportivo brasileiro, também é advogado de formação.

Jorge FreitasJorge Freitas

“Prata da casa” oriundo da Coluna do Leitor, este internacionalista é tão louco por futebol que tratou do tema até em seu TCC. Mestrando em Análise e Planejamento em Políticas Públicas, neste espaço une o gosto por escrever com a paixão pelo esporte mais popular do mundo.

Emerson FigueiredoEmerson Figueiredo

Formado em jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero. Redator, repórter, pauteiro e editor-assistente da editoria de Esportes da Folha. Trabalhou também na Folha da Tarde, Agora São Paulo, BOL, AOL e UOL. Paulistano, acompanha de perto o futebol desde a época em que os camisas 10 dos grandes times paulistas eram Pelé, Rivellino, Gérson/Pedro Rocha, Ademir da Guia e Dicá.

Fernando GaviniFernando Gavini

Jornalista há 19 anos, já cobriu Copa do Mundo, NBA, Nascar, Pan, Mundial de vôlei, Copa do Mundo de ginástica, Libertadores e as principais competições do futebol nacional. Começou no A Gazeta Esportiva, passou pelo site do Milton Neves, Agência Estado, Agora São Paulo, Terra, ESPN e está na TV Gazeta. A trabalho, conheceu 8 países, 18 estados do Brasil e mais de 100 estádios.

Assinatura por e-mail

Arquivos

©2017 No Ângulo - Todos os direitos reservados