W3vina.COM Free Wordpress Themes Joomla Templates Best Wordpress Themes Premium Wordpress Themes Top Best Wordpress Themes 2012

Quer polêmica? Fale de Ganso

ganso

Créditos da imagem: Site da CBF

Desde que surgiu como candidato a craque no Santos (à época, em 2010, havia quem o considerasse melhor do que Neymar), Ganso talvez seja o jogador que mais suscite debates na imprensa e torcida brasileiras.

Afinal, que rótulo faria jus ao futebol praticado pelo “neoclássico” camisa 10, hoje no São Paulo?

Minha opinião:

– Ganso ainda pode sim atuar em alto nível (aliás, ele tem sido, em 2016, o melhor jogador do Tricolor), desfilar a sua inegável qualidade e ainda ser combativo e competitivo (ele costuma ser um dos líderes de desarmes de sua equipe e é, injustamente, como bem observou Mauro Cezar Pereira no blog da ESPN, rejeitado e tachado como “pouco participativo”);

– O meia possui categoria e qualidade para fazer fluir um estilo de jogo rápido e moderno, embora ele próprio não seja fisicamente um jogador veloz;

– Justiça seja feita, além do corrente ano, Ganso atuou bem em 2010, o seu ápice; na conquista da Libertadores de 2011, pelo Santos; e em 2014, quando, já pelo São Paulo, foi um dos melhores meias do Brasileirão, atuando ao lado de Kaká. Logo, verifica-se que a memória seletiva é capaz de cometer injustiças, vez que o meia não atuou bem somente em 2010, como muitos dizem por aí;

– Apesar dos seis gols na atual temporada, ouso discordar de Muricy Ramalho, para quem Ganso deveria jogar mais avançado, mais próximo da área adversária e tentar fazer mais gols. Claro que todo jogador deve buscar o aperfeiçoamento e tentar melhorar os seus pontos fracos, mas não a qualquer custo, sob pena de colocar em risco o que tem de melhor. Ganso rende mais na faixa central do meio de campo, sendo organizador de equipe e lançador. Essa função de quarto homem mais agudo e goleador simplesmente não é a praia dele. Insistir com esse argumento apenas contribuirá para minar a sua confiança e desgastar a sua imagem. E não estou sozinho nesse pensamento…;

– …Dorival Júnior, que o queria de volta no Santos (há quem diga que se o Peixe tivesse garantido a vaga na Copa Libertadores, isso teria ocorrido), sinalizou, em entrevista concedida no fim do ano passado, que utilizaria Ganso mais recuado, dando qualidade à saída de jogo da equipe. Em eventual parceria com Lucas Lima, sobraria qualidade e, antes que digam, não faltaria dinamismo. Quem sabe na Seleção Brasileira…;

– Aliás, penso que atuar ao lado de Lucas Lima, o segundo melhor jogador brasileiro da atualidade (Neymar, claro, é o primeiro), resolveria outra questão para Ganso. Explico: acredito que o são-paulino sente o peso de ser “o” craque do time, vez que, atuando ao lado de Neymar e Kaká, em diferentes momentos de sua carreira, brilhou e foi decisivo. Sem falar que sair do São Paulo lhe faria muito bem, já que o clube – quem diria – atravessa uma fase de caos administrativo;

– Ganso é um ótimo coadjuvante, com grande capacidade de dar dinâmica de jogo a equipes já acertadas e com padrão de jogo definido, mais ou menos como era o pentacampeão mundial pela seleção Ricardinho, ex-jogador de Corinthians, São Paulo e Santos e hoje treinador de futebol da Portuguesa;

– Ser coadjuvante de craques maiores, como são Iniesta, Di María, Toni Kroos e tantos outros (cada um em sua posição e com o seu nível de participação e importância dentro de suas equipes) não é demérito. Dá para ser craque sem ser “o” craque. Querem um exemplo didático? Em 94, Bebeto foi craque, mas “o” craque foi Romário;

– Que Ganso seja encarado com menos rancor por não ter se confirmado como o “Zidane brasileiro” e consiga sair desse “limbo”, para, quem sabe, poder deslanchar de vez e obter todo o retorno – técnico e financeiro – que o seu talento sugere;

– Se conseguir manter o nível de atuação que vem apresentando até aqui na atual temporada, entendo ser justo Ganso sonhar em estar na Copa da Rússia (como admitiu que o faz, em entrevista imperdível concedida ao NO ÂNGULO, quando tive a oportunidade de conversar sobre diversos temas com o jogador), pois estamos carentes de meias/volantes organizadores de jogo, ainda mais se considerarmos aqueles poucos que recentemente perdemos para o futebol chinês. E que não me venham falar de Oscar, inexplicavelmente um “xodó da nação”;

– Tomara que Ganso encontre uma mão estendida e não apenas cornetas em seu caminho.

E segue o jogo.

Gol da Alemanha! E não foi no Brasil...
Menos intimidade, mais formalidade

Escrito por:

- possui 228 artigos no No Ângulo.

Natural de Brasília, mas residente em São Paulo desde que se conhece por gente, é um apaixonado por esportes e pela “sétima arte”. Jornalista e advogado, busca tratar o futebol com a descontração que lhe é peculiar, com o compromisso da boa informação e opinião consistente.

Entre em contato com o Autor

40 respostas para “Quer polêmica? Fale de Ganso”

  1. Vicente Prado (Coluna do Leitor) Vicente disse:

    A melhor análise que já li sobre o Ganso.

  2. Concordo com praticamente tudo, Fernando Prado! O Ganso é sim um dos melhores meias do país, indiscutivelmente. Acho que ele alterna entre fases boas e ruins (não é do tipo de jogador que alterna entre jogos), e agora está numa fase boa. Pelo que jogou no ano passado, não mereceria sequer ser convocado para a Seleção. Pelo que fez em 2014 e faz agora, deveria estar no grupo sim.

    E concordo totalmente que há uma espécie de “rancor” em cima dele. Enquanto isso, “Oscares e Lucas Mouras” têm chances eternas e todo mundo acha natural…

  3. Melhor análise que vi até agora muito justo, parabéns ele merece todo o nosso respeito. Pagão Pau para jogadores que nem chegam perto do nível de ganso. Ele é um ótimo jogador e craque merece seleção não temos nenhum jogador como ele, basta ter um treinador que saiba colocar ele no lugar certo.

  4. Igor Noveline Ganso recuado como fizeram com o Pirlo?

  5. Patrick Petty disse:

    Kaique Medeiro Cruz Junior

  6. Caio Proença disse:

    Excelente análise um 10 nato !

  7. Tadeu Miracema (Coluna do Leitor) Ademir Tadeu disse:

    Como bem já disseram acima, excelente crônica sobre um grande jogador. A sua análise foi minuciosa e perfeita, principalmente quando fala no papel de coadjuvante.

  8. Christian disse:

    Gostei da análise. Concordo com o que você disse sobre o Ganso. Apenas discordo da parte do Lucas Lima ser o segundo melhor jogador brasileiro. Sou Santista, mas existem brasileiros na Europa (Coutinho, talvez Firmino). Mas isso é um detalhe do texto que foge o assunto principal. Abraços!!

  9. Gil Aguiar disse:

    Claro q sim Ganso vai dar muitas alegria para o tricolor e a seleção

  10. Arthur Victor disse:

    Só vaii dar ganso não seleção, tô na torcida ganso…vai que a vaga é tua…

  11. John Queiroz disse:

    Lucas Moura tem chances? ?

  12. O melhor meia do país aí? ?

  13. Max Torres disse:

    Ganso é gênio sempre achei ele melhor que William, Oscar, Lucas, Coutinho e etc…

    Se pegar um treinador que monte um esquema pra ele ser o camisa 10 e acionar o ataque como fazia no santos aí sim nosso ataque vai fazer gols, visão de jogo e passe acima da média, poucos com essa capacidade…

    Meu sonho ver ele e neymar juntos novamente…
    #Ganso_é_Seleção

  14. Cleber Sabesp disse:

    Só vi jogar em 2010 e 2011 fim de carreira

  15. Acho ele um bom jogador, só tá no time errado, não tem quem ajude ele

  16. Melhor meia do mundo e não vai pra seleção brasileira kkkkkk. ..
    Fica co Óscar . William .. hulk

  17. Bruno Bjota disse:

    o Ganso é o melhor jogador do spfc msm

  18. Sávio Gomes disse:

    Ganso e o melhor meio campo do Brasil hoje

  19. Não concordo Ganso na seleção. A seleção está péssima oscilando muito e mais para baixo acho que não vai ajudar em nada pois ele e muito medroso e por outro lado tem muita gente na posição fora ganso aposenta por ai no são paulo mesmo ta bom

  20. O melhor meia do brasil se chama ph ganso!

  21. Tem que mostrar mais futebol, tem que fazer mais gols ! Tem condições de ser o melhor meia do Brasil só depende dele !

  1. […] Logo, a melhor tática para o Santos talvez seja poupar os seus cofres para quando (e se) Lucas Lima sair do clube. O nome ideal para substituí-lo? Para mim, Paulo Henrique Ganso. […]

  2. […] começo do ano os “eleitos” da torcida, os maiores alvos de protesto, eram, de maneira absurda, Paulo Henrique Ganso (a quem Calleri se referiu como “o melhor jogador do time e que pode atuar em qualquer clube do […]


Deixe um comentário

Enquete

Qual o maior técnico brasileiro dos últimos tempos?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...

Colunistas

José Maria de AquinoJosé Maria de Aquino

Em seus mais de cinquenta anos de carreira, teve passagem marcante pelos principais veículos de comunicação do país, de todos os tipos de mídia, como Rede Globo, SporTV, Revista Placar, O Estado de São Paulo, Jornal da Tarde e Portal Terra. Além de um expoente do jornalismo esportivo brasileiro, também é advogado de formação.

Fernando PradoFernando Prado

Natural de Brasília, mas residente em São Paulo desde que se conhece por gente, é um apaixonado por esportes e pela “sétima arte”. Jornalista e advogado, busca tratar o futebol com a descontração que lhe é peculiar, com o compromisso da boa informação e opinião consistente.

Gabriel RosteyGabriel Rostey

Nascido dias após a seleção de Telê encantar o mundo e não levar o caneco na Copa da Espanha, esse paulistano atua e segue aprofundando estudos nas suas principais paixões: futebol e cidades. Especialista em gestão do esporte, como jornalista também encara o futebol como fenômeno cultural.

Gustavo FernandesGustavo Fernandes

Juiz de Direito do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, não resiste a um bom debate sobre esportes, desde futebol até curling. São-paulino, é fundador e moderador do Fórum O Mais Querido (FOMQ). Não esperem ufanismos e clichês. Ele torce, mas não distorce.

Jorge FreitasJorge Freitas

“Prata da casa” oriundo da Coluna do Leitor, este internacionalista é tão louco por futebol que tratou do tema até em seu TCC. Mestrando em Análise e Planejamento em Políticas Públicas, neste espaço une o gosto por escrever com a paixão pelo esporte mais popular do mundo.

Emerson FigueiredoEmerson Figueiredo

Formado em jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero. Redator, repórter, pauteiro e editor-assistente da editoria de Esportes da Folha. Trabalhou também na Folha da Tarde, Agora São Paulo, BOL, AOL e UOL. Paulistano, acompanha de perto o futebol desde a época em que os camisas 10 dos grandes times paulistas eram Pelé, Rivellino, Gérson/Pedro Rocha, Ademir da Guia e Dicá.

Fernando GaviniFernando Gavini

Jornalista há 19 anos, já cobriu Copa do Mundo, NBA, Nascar, Pan, Mundial de vôlei, Copa do Mundo de ginástica, Libertadores e as principais competições do futebol nacional. Começou no A Gazeta Esportiva, passou pelo site do Milton Neves, Agência Estado, Agora São Paulo, Terra, ESPN e está na TV Gazeta. A trabalho, conheceu 8 países, 18 estados do Brasil e mais de 100 estádios.

Assinatura por e-mail

Arquivos

©2017 No Ângulo - Todos os direitos reservados