W3vina.COM Free Wordpress Themes Joomla Templates Best Wordpress Themes Premium Wordpress Themes Top Best Wordpress Themes 2012

Se não for à Copa, Messi sai da lista dos melhores da história

MessiArgentina

Créditos da imagem: AP

A Argentina depende de uma série de resultados para conseguir uma vaga na Copa da Rússia, em 2018. Uma situação extremamente incômoda para um grande do futebol mundial que disputa eliminatórias consideradas mais fáceis se comparadas à Europa. E com o agravante de ter Messi, o maior jogador da atualidade.

O argentino faz a festa no futebol mundial. É o principal atleta do melhor time do mundo. Cotado por alguns a ser considerado o melhor jogador da história. Então, como explicar essa saia justa?

Sempre disse que a avaliação de melhor da história padece da falta de visão ampla. Muitos dos que viram Di Stefano não estão mais aqui para dar seu testemunho e colaborar na comparação. O mesmo ocorre com George Best, cujo talento pode ser visto na internet, mas que não pôde levar sua Irlanda ao Mundial. Puskas é um exemplo de quem jogou muito, mas perdeu a Copa de 1954 e não tem filmes em quantidade suficiente que retratem sua categoria.

Pelé é um caso à parte. Foi, aos 17 anos, o principal jogador da Copa de 58. Ganhou em 62, mesmo tendo participado de apenas dois jogos, devido a uma contusão. Se machucou de novo em 1966, graças à violência dos zagueiros portugueses. Mas se consagrou em 1970, aos 29 anos.

Time por time, o Santos dos anos 60 rivaliza com o Barça de Messi. E não era grana. Pelo que eu sei, Mengálvio, Dorval, Zito etc não ficaram ricos. Foi um time montado com a garimpagem dos dirigentes e a sabedoria de jogadores e do técnico Lula. Era talento puro e mal pago. Nenhum foi para a Europa ganhar milhões, já que isso não existia na época como se vê hoje.

Tenho diferenças em relação à conduta de Pelé, mas não posso negar que, um rapaz nascido em Três Corações e criado em Santos, ambas cidades fora do grande circuito do país, foi ao mundo, encarou qualquer adversário e mostrou seu valor.

Messi está em um time que compra quem quer. Forma a equipe que o técnico quer. Um paraíso na terra. Mas quando tem que se unir com seus compatriotas, que são de nível alto, não consegue dar resultados. Dá para chamar esse histórico de digno do maior de todos tempos?

Jair Ventura é o cara para o Santos em 2018
Sobre a prisão de Nuzman e as variações na indignação dos brasileiros

Escrito por:

- possui 97 artigos no No Ângulo.

Formado em jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero. Redator, repórter, pauteiro e editor-assistente da editoria de Esportes da Folha. Trabalhou também na Folha da Tarde, Agora São Paulo, BOL, AOL e UOL. Paulistano, acompanha de perto o futebol desde a época em que os camisas 10 dos grandes times paulistas eram Pelé, Rivellino, Gérson/Pedro Rocha, Ademir da Guia e Dicá.

Entre em contato com o Autor

26 respostas para “Se não for à Copa, Messi sai da lista dos melhores da história”

  1. Luís Santos disse:

    E não era pra está kkkkk

  2. Eu tenho uma posição dúbia a respeito do Messi. Ao mesmo tempo em que acho (pelo que pesquiso e vejo, afinal, não acompanhei ao vivo a carreira de vários craques do passado) que dentro de campo ele foi o segundo melhor jogador da História, acho absurdo que sequer cogitem que um atleta que só se destacou com a camisa de seu clube – super poderoso e campeão europeu lodo que ele subiu aos profissionais e era reserva – seja superior ao Pelé, sem que haja qualquer elemento para isso.

    Enfim, acho que Messi já é um grande da História e merece todo o respeito, independentemente de classificação argentina para a Copa. Do mesmo modo, uma eventual conquista de Copa do Mundo não faria com que ele se tornasse o melhor da história, simplesmente porque ele não é mesmo, e não há nenhum argumento que indique o contrário.

    • Recuso-me a culpar Messi pelo desastre iminente. Ele ajudou a disfarçar a ruindade do elenco por tempo até demais. Ser cobrado é uma coisa. O que fazem com ele, especialmente na Argentina, chega a ser recalque. Torcerei para que a Argentina se classifique e Messi, retribuindo o carinho, nunca mais jogue em território argentino.

    • Mas antes de começar as eliminatórias,vários órgãos da imprensa diziam que o melhor elenco era da seleção argentina…E aqui entre nós,é mais fácil jogar no Barcelona..

  3. A seleção brasileira de 2012 quase fica d fora da copa do mundo!!! Quase?? é fomos campeões!!! Expectativa existem vai que a Argentina classifique??? se classificar neguim os cara vão vim forte

  4. A sim, uma série de resultados, se ganhar de meio a zero do desclassificado Equador passa automaticamente Peru ou Colômbia que se enfrentam. 5° pra pegar uma Nova Zelândia (Só existe no Rugby). Ou fica em terceiro ou quarto na tabela. Vencendo tá dentro de boa. “série de resultados uma ova”.

    • Messi,três copas do mundo e três gols..

    • Gotze, 1 Copa, 2 gols. Alemanha tetra em 2014.
      Gotze tem mais história que o Messi né?

    • Não estamos falando sobre história..o assunto é desempenho,e nesse quesito Messi ainda não provou nada defendendo a seleção do seu país..
      Aqui no Brasil tivemos um exemplo,Zico ficou marcado por não conseguir conduzir a amarelinha em copas do mundo..

    • Quando o cara é o diferencial ele tem que chamar a responsabilidade..
      Ex;Pelé,Romário,Ronaldo,Zidane,Beckenbauer,Maradona..

    • Messi faz diabruras “no”barcelona,onde ele é o grande ídolo,já na seleção argentina ele tem alguns lampejos e só..

    • O problema é que a bola chega num Higuain da vida, e o cara perde a chance de matar o jogo, aconteceu contra Alemanha, e Chile recentemente. E outra, nas últimas participações da Seleção Argentina em competições oficiais, 3 vices. Nesses mesmos torneios nosso poderoso Brasil tomou 7 em casa nas semifinais da Copa. Caiu nas quartas da Copa América pro Paraguai, e na última, a tal Copa América Centenária, nem dá primeira fase passou, foi superado por Peru e Equador.
      E o Messi é o maior artilheiro da Seleção Argentina, não é pouco né. A parte dele ele tem feito, mas os caras não ajudam lá na frente.
      Aí não tem jeito.

  5. Vicente Prado (Coluna do Leitor) Vicente disse:

    PELÉ > MESSI

  6. Munir Haddad disse:

    Tremenda injustiça é top 3 do mundo fácil

  7. Quando foi escrita essa matéria? Pq melhor do mundo na atualidade é o Ronaldo segundo a FIFA, e o Barça tbm não é mais o time dominante que foi a alguns anos

  8. ARGENTINA CLASSIFICA VAI A COPA DO MUNDO e termina a COPA na frente do BRASIL CRONISTAS ESPORTIVO BRASILEIRO tão detonando a ARGENTINA esqueceram que eles são atuais vice MUNDAL FINAL DA COPA FRANCA X E ELES DOS 7 X 1 VERGONHOSO OS ALEMÃES FUIIIKK

  9. Jorge Freitas disse:

    Estava pensando sobre isso de Messi deixar de ser um dos maiores se não classificar sua seleção para a Copa. São dois lados: quando olhamos um Dzeko levando a Bósnia em 2014, Lewandowski com a Polônia para 18 ou Drogba com a Costa do Marfim em 2010, penso inegavelmente que é um fiasco gigantesco. Mas ao mesmo tempo, lembro da lamentável atitude do Zidane na final de 2006, que ao meu ver não o tirou do time de lendas do futebol (e para mim, uma agressão é muito pior do que uma não-classificação).

  10. Serie de resultados ?????? Mdss é so ganha do equador que no mínimo vai pra repescagem pq peru e Colômbia se enfrentam entao um dos dois vai ser eliminado

  11. Nilson Santos disse:

    Tem um imenso respeito por todos deste site. Sempre são muito bons nos artigos e riquíssimos nos argumentos de tais. Mas a ideia deste texto está totalmente sem e argumentos. Por exemplo, o escritor diz que ele sai da listas de melhores de todos os tempos, mas no final diz que ele não pode ser considerado o maior de todos os tempos caso a suposição aconteça. Como assim? Qual o propósito do texto?

    Além disso, essa é a mais competitiva Qualificatória da história. O Messi, por exemplo não se escondeu em nenhum dos últimos jogos, por exemplo. Tudo vai pelo fraco coletivo e incapacidade de seus treinadores da Seleção Argentina lhe explorarem no poder de decisão e etc. Sem querer ofender, mas já ofendendo: péssimo artigo.

  12. Derci disse:

    Quando ele tiver ao menos três copas conquistadas ele podera ser considerado o melhor de todos os tempos, enquanto isto é um mero jogador do Barcelona pois queria ver se ele seria tudo isto em outro clube a não ser o Barcelona, coisa que eu duvido que seja. Então para melhor do mundo já é uma grande mentira pois só ai o Cristiano Ronaldo já mostrou que é muito mais jogador que ele pois foi protagonistas em todos os clubes que jogou, e o Messi jogou onde além do Barcelona?

  13. O título deveria mudar para “Se não for à copa, eu vou esquecer tudo que o Messi já fez”

  14. Tadeu Miracema (Coluna do Leitor) Tadeu Miracema disse:

    Não pode cair no esquecimento tudo o que esse cara já fez e ainda faz jogando pelo Barcelona. Independente de ganhar ou não uma Copa do Mundo, ele faz parte do seleto grupo dos grandes jogadores de todos os tempos, assim como o Cristiano Ronaldo. Quantos outros gênios também deixaram de ganhar um Mundial. Não consta em nenhum manual essa obrigação. É uma opinião pessoal e respeito todas as demais.

  15. Messi sempre será um dos maiores de todos os tempos( se não o maior)

  16. Rafael Legat disse:

    Não concordo que as eliminatórias SulAméricanas sejam mais fáceis que a europeia!! Pelo contrário na minha opinião é mais difícil basta ver os grupos das eliminatórias europeias adversários. Semi amadores… Poe a Espanha pra joga na altitude com a Bolívia p vc ver o guaju que não dá!!!!

  17. Sérgio Miranda Paz (Colunista convidado) Sérgio Paz disse:

    Apenas uma correção, que não afeta o conteúdo nem tira o mérito do belo texto: Pelé foi criado em BAURU-SP, e não em Santos.

  18. Vixe, e agora???????


Deixe um comentário

Enquete

Qual o maior técnico brasileiro dos últimos tempos?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...

Colunistas

José Maria de AquinoJosé Maria de Aquino

Em seus mais de cinquenta anos de carreira, teve passagem marcante pelos principais veículos de comunicação do país, de todos os tipos de mídia, como Rede Globo, SporTV, Revista Placar, O Estado de São Paulo, Jornal da Tarde e Portal Terra. Além de um expoente do jornalismo esportivo brasileiro, também é advogado de formação.

Fernando PradoFernando Prado

Natural de Brasília, mas residente em São Paulo desde que se conhece por gente, é um apaixonado por esportes e pela “sétima arte”. Jornalista e advogado, busca tratar o futebol com a descontração que lhe é peculiar, com o compromisso da boa informação e opinião consistente.

Gabriel RosteyGabriel Rostey

Nascido dias após a seleção de Telê encantar o mundo e não levar o caneco na Copa da Espanha, esse paulistano atua e segue aprofundando estudos nas suas principais paixões: futebol e cidades. Especialista em gestão do esporte, como jornalista também encara o futebol como fenômeno cultural.

Gustavo FernandesGustavo Fernandes

Juiz de Direito do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, não resiste a um bom debate sobre esportes, desde futebol até curling. São-paulino, é fundador e moderador do Fórum O Mais Querido (FOMQ). Não esperem ufanismos e clichês. Ele torce, mas não distorce.

Jorge FreitasJorge Freitas

“Prata da casa” oriundo da Coluna do Leitor, este internacionalista é tão louco por futebol que tratou do tema até em seu TCC. Mestrando em Análise e Planejamento em Políticas Públicas, neste espaço une o gosto por escrever com a paixão pelo esporte mais popular do mundo.

Emerson FigueiredoEmerson Figueiredo

Formado em jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero. Redator, repórter, pauteiro e editor-assistente da editoria de Esportes da Folha. Trabalhou também na Folha da Tarde, Agora São Paulo, BOL, AOL e UOL. Paulistano, acompanha de perto o futebol desde a época em que os camisas 10 dos grandes times paulistas eram Pelé, Rivellino, Gérson/Pedro Rocha, Ademir da Guia e Dicá.

Fernando GaviniFernando Gavini

Jornalista há 19 anos, já cobriu Copa do Mundo, NBA, Nascar, Pan, Mundial de vôlei, Copa do Mundo de ginástica, Libertadores e as principais competições do futebol nacional. Começou no A Gazeta Esportiva, passou pelo site do Milton Neves, Agência Estado, Agora São Paulo, Terra, ESPN e está na TV Gazeta. A trabalho, conheceu 8 países, 18 estados do Brasil e mais de 100 estádios.

Assinatura por e-mail

Arquivos

©2017 No Ângulo - Todos os direitos reservados