Se o Inter perder em Itaquera, será rebaixado. Se o Corinthians não ganhar, adeus Libertadores

Créditos da imagem: Montagem / No Ângulo

Antes de tudo, quero deixar claro que a manchete não é matemática, mas é a minha certeza após analisar a tabela e as próximas rodadas, o que torna o confronto desta segunda-feira uma final para os dois times.

Vejamos: caso o Inter não consiga ao menos um ponto hoje em Itaquera, ele precisará somar quatro pontos a mais do que o Vitória dos apenas seis pontos possíveis em disputa nas duas últimas rodadas (apenas três pontos não bastam, porque o rubro-negro baiano tem uma vitória a mais e melhor saldo). É possível? Em teoria, sim. Mas na prática, acho que não.

Na penúltima rodada o Colorado recebe o Cruzeiro, que vem sendo uma das melhores equipes do campeonato nas últimas rodadas. Para mim é muito improvável que vença. O consolo é que o Vitória – principal concorrente do Inter na disputa para fugir do descenso – terá o indigesto confronto direto contra o Coritiba, no Couto Pereira, do qual é muito difícil que consiga sair com algum ponto. Mas caso perca do Corinthians, o Colorado necessariamente chegará à última rodada na zona de rebaixamento.

A rodada derradeira é imprevisível. O Inter enfrentará o Fluminense no Maracanã, provavelmente em um deprimente “ex-Maior do Mundo” às moscas. De todo modo, a falta de objetivos pode tornar o Flu desmotivado ou livre, leve e solto. Na melhor das hipóteses, os gaúchos precisariam de ao menos um empate para escapar da degola.

Já o Vitória receberá na última rodada o Palmeiras, provavelmente já campeão. Como a Chapecoense (próximo rival do alviverde paulista) vem de três vitórias seguidas, o colorado pode ter esperanças de que o líder do campeonato precisará pontuar na última rodada para ser campeão. Mas se chegar já com a faixa no peito, não dá para saber qual será a motivação palmeirense. O Vitória vem jogando bem nas últimas rodadas, e não se pode negar que seja uma vantagem fazer a última partida em casa.

Sem vencer há quatro jogos, o Corinthians precisa vencer suas duas próximas partidas, em Itaquera, contra o Inter e o Atlético Paranaense (rival direto), para poder ter a chance de conseguir algo na dura despedida do campeonato, contra o forte Cruzeiro, no Mineirão. Todo o cenário é imprevisível para a definição dos times na Libertadores pois até os títulos da Copa do Brasil (entre Grêmio e Galo) e da Sul-Americana (com a Chape) podem mudar tudo. Mas caso não vença o Inter, mesmo fazendo os seis pontos restantes, não deve ficar nem com a 7ª colocação em nenhum cenário.

Claro que não se pode comparar a dramaticidade de um eventual inédito rebaixamento colorado com o de uma vaga para a Libertadores que simplesmente cairia no colo deste decadente Corinthians. Mas a grande rivalidade recente entre os clubes, que inclui o polêmico título corintiano do Brasileirão de 2005, as suspeitas sobre a atuação do Inter contra o Goiás na disputa que selou o rebaixamento alvinegro em 2007 e o “DVD colorado” na final da Copa do Brasil de 2009 certamente darão um tempero a mais.

O meu palpite? É que nem este atrapalhado Inter (agora comandado pela incógnita Lisca) escapa do rebaixamento, e nem o enrolado Corinthians (com salários atrasados) consegue a Libertadores.

42 comentários em: “Se o Inter perder em Itaquera, será rebaixado. Se o Corinthians não ganhar, adeus Libertadores

Deixe sua opinião e colabore na discussão