Sobre o Corinthians versão 2018

Créditos da imagem: O Jogo

Vamos combinar que o Timão deste ano nem de longe lembra o do ano passado.

A regra tem sido jogar mal.

Pablo, Guilherme Arana e Jô fazem falta, especialmente o último.

Sem falar na queda de rendimento físico e técnico de alguns jogadores fundamentais, como Jadson e Romero.

No entanto, no Paulistão que acaba de conquistar, além de Cássio – inegavelmente decisivo em jogos grandes -, o Corinthians demonstrou que a aura de vencedor que o clube tem ostentado nos últimos anos fez a diferença nos confrontos diretos contra os arquirrivais.

De maneira que parece razoável não duvidar da capacidade dos comandados de Carille, certo?

Hum, nem tanto.

Considerando as deficiências apresentadas durante o campeonato estadual, vejo como bastante improvável a conquista do título do Brasileirão pelo Corinthians.

E não apenas pela ausência de um bom camisa 9, é bom que se diga.

O Corinthians “cheio de química” de 2017 não existe mais.

Carille é ótimo, mas não é mágico.

A conferir.

E segue o jogo.

10 comentários em: “Sobre o Corinthians versão 2018

  1. Era só japonês na fase final, véi…

    Tudo decidido nos pênaltis……….. Afe!

    Que coisinha feia!

  2. Eu discordo bastante. Para o Brasileiro eu realmente não o aponto como favorito (acho que Grêmio e Palmeiras são os principais candidatos), mas acho que é um time que tem inquestionável perfil para jogos grandes, e que neste ano, em virtude da falta do tal camisa 9, mudou muito de esquema e teve muita instabilidade em função de contusões.

    Só que ainda estamos em abril. Acredito que o time do excelente Carille vai se firmar, tem muitas opções no elenco e ainda dizem que vão contratar um 9.

    Vejo como tendo tudo para, ao lado do Grêmio, continuar se destacando no futebol brasileiro…

  3. Esse time do CORINTHIANSSS é fraco…Nao é Favorito ah Nada..é time pra 5 ao 10 ..lugar do brasileiro..isso ainda pela Raça e a torcida …kkkkkk

  4. O futebol brasileiro é medonho, nivelado por baixo. Essa é a nossa realidade , as vezes apontamos esse ou aquele elenco mais qualificado , que na prática não da resultado. Temos uma carência de jogadores promissores e a maioria dos times não investem em suas categorias de base com exceção do Santos. Vejo um futebol ridículo , jogadores sem recurso que não conseguem visualizar o que fazer antes da bola chegar. Os melhores se vão e precisam para fazer sua independência financeira , e o que nos resta são atletas sem nenhuma qualidade. O último time que admirei doi o Corinthians de Tite um meio campo de qualidade qua fazia a bola rolar com maestria. Após isso minha nossa só peladeiros , é só levantar a quantidade de passes errados dos times brasileiros. Que falta faz um Tele que priorizava jogadores de talento e treinava a exaustão a qualidade dos passes dos seus times. O que temos pra hoje esse futebol ridículo não só do Brasil mas da América do Sul.

  5. Não vejo esse time do Corinthians como favorito aos títulos que disputa, mas o vejo como candidato à surpreender. Os favoritos são Palmeiras, Grêmio e Cruzeiro, com Santos, Galo, Corinthians e Flamengo como candidatos à surpresa.

Deixe sua opinião e colabore na discussão