Um pelo outro: Cristiano Ronaldo tem muita sorte em ser da época de Lionel Messi

Créditos da imagem: ESPN.com.br

Cristiano Ronaldo é um craque! Tem características que o fazem um gênio da bola: um jogador que já marcou seu nome na história do futebol mundial, levou sua seleção ao primeiro titulo e tem tudo para ser o maior nome do clube mais vezes campeão europeu da história.

Mas tanto quanto habilidade com a bola nos pés, Cristiano tem sorte. E muita!

Cristiano, com toda sua vontade de ser o primeiro, calhou de ser contemporâneo de um baixinho chamado Lionel Messi. Repito: é muita sorte!

Alguns poderiam dizer que sou maluco e que Cristiano tem, na verdade, muito azar.

Discordo.

Cristiano tem muito o que comemorar por ser da época de Leo. Ser gênio, mas ser medalhista de prata por muita vezes nos remete ao azar. Mas não é o caso.

Imagine você o que seria do Real sem o Barça? Do Corinthians sem o Palmeiras? Do Brasil sem a Argentina? Agora imagina o que seria de Messi sem Ronaldo ou de Ronaldo sem Messi? Absolutamente nada!

Alguns dirão que CR7 entrará para a história como o segundo melhor jogador da época, minimizado pelo talento de Messi.

Discordo novamente.

Entrará para a historia como o único jogador que fez frente a Lionel. O único que quebrou a hegemonia do argentino. Aquele que põs Leo em segundo lugar inúmeras vezes (e ainda porá outras tantas).

Beiram o insensato aqueles que amam o hermano, mas desprezam o gajo. Se quando lembrarem de Messi, considerarem-no um gênio, o que dizer daquele que há quase uma década faz frente à “Pulga”? Cristiano é e sempre será gigante.

Digo, com toda certeza, que Messi não seria o que é sem CR7 para apertar seu pé.

Quantas vezes vimos um fazer três gols no sábado e logo depois, no dia seguinte, o outro fazer quatro?

Um potencializa o tamanho do outro.

Não dá pra negar. Eles têm muita sorte de serem rivais. E mais ainda temos nós por termos as duas lendas ao mesmo tempo.

8 comentários em: “Um pelo outro: Cristiano Ronaldo tem muita sorte em ser da época de Lionel Messi

  1. Acho que ambos têm muita de serem contemporâneos, numa época em que craque é uma raridade. Azar (ou sorte) tiveram Sócrates, Zico, Maradona, Platini, Rumennigue, Mathäus, Falcão e tantos outros. Sem contar que o futebol de hoje é muita mídia… Não discuto o talento de ambos, mas se imaginarmos os nomes acima, com o preparo e os materiais que os de hoje têm, o que seria deles? Sobre Pelé? Prefiro nem falar nada.

  2. Acho que ambos têm muita sorte de serem contemporâneos, numa época em que craque é uma raridade. Azar (ou sorte) tiveram Sócrates, Zico, Maradona, Platini, Rumennigue, Mathäus, Falcão e tantos outros. Sem contar que o futebol de hoje é muita mídia… Não discuto o talento de ambos, mas se imaginarmos os nomes acima, com o preparo e os materiais que os de hoje têm, o que seria deles? Sobre Pelé? Prefiro nem falar nada.

Deixe sua opinião e colabore na discussão