Vasco e Botafogo devem fugir das armadilhas do Carioca

Créditos da imagem: vascainosunidos.com.br

Não há deméritos nem “poréns” nas classificações de Vasco e Botafogo para a final do Carioca. Não por acaso, disputarão novamente o título os dois times que foram os mais regulares da modorrenta primeira fase. E como se não bastasse, eliminaram os rivais Flamengo e Fluminense de maneira a não deixar nenhuma dúvida, diferente até do ano passado.

Apesar disso, é preciso fugir das armadilhas que toda competição estadual costuma armar para equipes grandes. O Carioca, especificamente, é mestre em montar uma falsa cama para seus vitoriosos clubes deitarem. Quem quer que ganhe o título, até aqui, será por merecimento. Mas a partir daí, precisarão melhorar.

No Vasco, a euforia é grande. No ano passado, o time de Jorginho mostrou futebol eficiente e brio, lutando contra o rebaixamento até o último minuto. Apesar de não ter conseguido o objetivo, a queda no Brasileirão foi de cabeça erguida. No embalo, começa 2016 enfileirando vitórias, ampliando a freguesia do principal rival e chegando como favorito ao bicampeonato estadual. O time mostra talento nos pés de Martin Silva, Luan e Nenê, mas principalmente, é retrato do bom trabalho de Jorginho. E aqui mora o primeiro perigo para o restante da temporada. O treinador está sendo sondado pelo Cruzeiro e não seria de se espantar uma saída para um clube que irá disputar a Série A. Jorginho certamente entrará no radar de times do Brasil e até do exterior. Manter o treinador é fundamental.

Mas não somente isso. Há uma impressão de que o Vasco irá nadar de braçada na Série B. Apesar de ter um time talentoso e experiente o suficiente para garantir o acesso, o elenco vascaíno é na conta do chá e as opções do banco de reservas são jovens promessas da base. Isso pode pesar numa competição longa. Não bastasse isso, é notória a falta de fôlego do envelhecido time vascaíno, uma das razões para não ter conseguido escapar ano passado. O Vasco deve se preocupar com isso, muito porque os jogos da Série B costumam apresentar bastante correria e uma ênfase grande na questão física, com jogadores rápidos que regularmente se destacam. Aumentar o elenco e apostar em jogadores mais jovens devem ser prioridades, inclusive para pensar na disputa da Copa do Brasil e na montagem do time para 2017.

O caso do Botafogo é pior. Afundado em dívidas e vindo da Segunda Divisão, o Glorioso desmontou o time de 2015 e conseguiu, no talento de Ricardo Gomes, formar uma equipe competitiva o suficiente para a primeira parte da temporada. Mas não dá para negar a inferior qualidade técnica dos jogadores alvinegros, que fica transparente até se compararmos com o Vasco da Gama, que disputará a Série B.

A incompetência dos “ricos” Flamengo e Fluminense, que apresentaram futebol muito abaixo do esperado, foi uma das razões que deram ao Botafogo um protagonismo impensável no começo do ano. Mas a verdade é que o alvinegro precisará de bastante criatividade para montar um elenco para a disputa do Brasileirão, já que na principal competição do ano os demais adversários não costumam ser tão benevolentes como os rivais de estado têm sido. Apostar nos jovens e no trabalho de Ricardo será inevitável, já que o clube não tem dinheiro. Mas reforços pontuais em uma boa observação do mercado podem render ao time uma expectativa maior do que a mera fuga de um novo rebaixamento.

Os torcedores podem e devem ficar orgulhosos da campanha de Vasco e Botafogo, mas as diretorias e as comissões técnicas dos dois finalistas do Carioca não podem se enganar. O trabalho visando o resto da temporada deve continuar para se encontrarem ano que vem, quem sabe em nova final do Carioca, mas principalmente, na Série A do Brasileirão.

7 comentários em: “Vasco e Botafogo devem fugir das armadilhas do Carioca

  1. É incrível como vira e mexe ganhar os estaduais é uma roubada!

    Mas no caso desses dois times eu acho que pode fazer muito bem para a confiança. Penso que seria mais perigoso para Flamengo e Fluminense, que poderiam se sentir mais prontos do que estão. Vasco e Botafogo, menos badalados, eu acredito que usariam como combustível para se sentirem mais fortes.

    Mas nunca se pode garantir, né. Para o Vasco, no ano passado, acabou sendo nocivo, e eu acho que repetiria o meu discurso deste ano, rs!

  2. O Vasco tem sido um dos melhores times do Brasil desde o final do ano passado. Já o Botafogo precisa mesmo colocar as barbas de molho, pois já larga no Brasileirão como um dos favoritos ao descenço.

Deixe sua opinião e colabore na discussão