Veteranos brilhando: depois de Ricardo Oliveira, Nenê tem jogado muito pelo Vasco

Créditos da imagem: Portal Terra

Ainda não foi nessa rodada que o Corinthians pôde comemorar o título do Brasileirão 2015. E possivelmente nem na próxima, já que o próximo adversário é o renascido Vasco, que jogará no caldeirão de São Januário confiante em terminar o ano comemorando a permanência na Série A (o que antes era tido como quase impossível está cada vez mais factível, embora ainda difícil).

E é justamente para aquele que considero o principal personagem cruzmaltino no campeonato que serão dedicadas as próximas linhas.

Aos 34 anos de idade, com passagens marcantes por Palmeiras, Santos e PSG (entre outros), o atacante (e meia) Nenê, que no começo de carreira brilhou como atacante aberto pela esquerda, em seu retorno ao Brasil tem se apresentado um tanto desenvolto atuando como meia-atacante, cobrando pênaltis e escanteios, dando passes em pontos futuros, liderando a reação vascaína no campeonato, sendo o verdadeiro “dono do time” do elenco comandado por Jorginho. É a tal da liderança técnica, que dá confiança aos demais jogadores e faz com que toda a engrenagem do time funcione melhor. Na linha do que Ricardo Oliveira tem feito de maneira brilhante pelo Santos.

Aliás, não são muitos os que lembram, mas Nenê atuou pelo Santos em 2003 e chegou a formar a dupla de ataque do Peixe com o… Ricardo Oliveira. À época, o hoje vascaíno conseguiu, por alguns poucos jogos, desbancar da equipe titular então comandada por Emerson Leão ninguém menos do que o ídolo Robinho.

Com o possível adeus de Lucas Lima (que com a bola que tem jogado não deve demorar para ser contratado por algum gigante europeu), quem sabe a parceria não possa ser reeditada na próxima Libertadores (se o Santos de fato se classificar), já que um retorno à Baixada Santista sempre é ventilado, mas nunca concretizado.

Isso porque o Vasco é gigante, mas já há algum tempo não oferece as melhores condições de trabalho para os seus atletas. E com o futebol que tem jogado, Nenê merece disputar mais um torneio de nível internacional. Seja por Santos, Corinthians, Atlético-MG, Grêmio ou qualquer outro grande clube.

E segue o jogo.

6 comentários em: “Veteranos brilhando: depois de Ricardo Oliveira, Nenê tem jogado muito pelo Vasco

Deixe sua opinião e colabore na discussão