W3vina.COM Free Wordpress Themes Joomla Templates Best Wordpress Themes Premium Wordpress Themes Top Best Wordpress Themes 2012

Veteranos brilhando: depois de Ricardo Oliveira, Nenê tem jogado muito pelo Vasco

LANCEPRESS! - (Brazil Out) - Rio de Janeiro - 05.09.2015 - Foto de Cleber Mendes/Lancepress! - Campeonato Brasileiro 2015 - 23º Rodada - Vasco x Atletico-MG - Local: Estadio Maracana- NF:  Nene lamenta chace perdida

Créditos da imagem: Portal Terra

Ainda não foi nessa rodada que o Corinthians pôde comemorar o título do Brasileirão 2015. E possivelmente nem na próxima, já que o próximo adversário é o renascido Vasco, que jogará no caldeirão de São Januário confiante em terminar o ano comemorando a permanência na Série A (o que antes era tido como quase impossível está cada vez mais factível, embora ainda difícil).

E é justamente para aquele que considero o principal personagem cruzmaltino no campeonato que serão dedicadas as próximas linhas.

Aos 34 anos de idade, com passagens marcantes por Palmeiras, Santos e PSG (entre outros), o atacante (e meia) Nenê, que no começo de carreira brilhou como atacante aberto pela esquerda, em seu retorno ao Brasil tem se apresentado um tanto desenvolto atuando como meia-atacante, cobrando pênaltis e escanteios, dando passes em pontos futuros, liderando a reação vascaína no campeonato, sendo o verdadeiro “dono do time” do elenco comandado por Jorginho. É a tal da liderança técnica, que dá confiança aos demais jogadores e faz com que toda a engrenagem do time funcione melhor. Na linha do que Ricardo Oliveira tem feito de maneira brilhante pelo Santos.

Aliás, não são muitos os que lembram, mas Nenê atuou pelo Santos em 2003 e chegou a formar a dupla de ataque do Peixe com o… Ricardo Oliveira. À época, o hoje vascaíno conseguiu, por alguns poucos jogos, desbancar da equipe titular então comandada por Emerson Leão ninguém menos do que o ídolo Robinho.

Com o possível adeus de Lucas Lima (que com a bola que tem jogado não deve demorar para ser contratado por algum gigante europeu), quem sabe a parceria não possa ser reeditada na próxima Libertadores (se o Santos de fato se classificar), já que um retorno à Baixada Santista sempre é ventilado, mas nunca concretizado.

Isso porque o Vasco é gigante, mas já há algum tempo não oferece as melhores condições de trabalho para os seus atletas. E com o futebol que tem jogado, Nenê merece disputar mais um torneio de nível internacional. Seja por Santos, Corinthians, Atlético-MG, Grêmio ou qualquer outro grande clube.

E segue o jogo.

Parabéns ao campeão Corinthians
Polícia 7 x 1 Torcida

Escrito por:

- possui 228 artigos no No Ângulo.

Natural de Brasília, mas residente em São Paulo desde que se conhece por gente, é um apaixonado por esportes e pela “sétima arte”. Jornalista e advogado, busca tratar o futebol com a descontração que lhe é peculiar, com o compromisso da boa informação e opinião consistente.

Entre em contato com o Autor

6 respostas para “Veteranos brilhando: depois de Ricardo Oliveira, Nenê tem jogado muito pelo Vasco”

  1. Silvio Sep disse:

    Qer apostar qanto qe esse cara vai pro palmeiras ano qe vem ? Ai chega la e não joga nada..pqp com essa diretoria de merda

  2. Não vai não Eurico é duro na queda

  3. Jogando muitoo esse cara espero q permanesa n vasco..

  4. Rafael Duff disse:

    Craque do brasileiro se o Vasco não cair, ele merece

  1. […] pelo ainda ótimo Nenê, o Vasco vencerá os reservas do Santos (os titulares serão poupados para a finalíssima da Copa […]

  2. […] por constar da lista, será que não seria mais proveitoso convocar o também experiente Nenê, que, além de poder contribuir nesse sentido, de transmitir segurança aos mais jovens, ainda joga […]


Deixe um comentário

Enquete

Qual o maior técnico brasileiro dos últimos tempos?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...

Colunistas

José Maria de AquinoJosé Maria de Aquino

Em seus mais de cinquenta anos de carreira, teve passagem marcante pelos principais veículos de comunicação do país, de todos os tipos de mídia, como Rede Globo, SporTV, Revista Placar, O Estado de São Paulo, Jornal da Tarde e Portal Terra. Além de um expoente do jornalismo esportivo brasileiro, também é advogado de formação.

Fernando PradoFernando Prado

Natural de Brasília, mas residente em São Paulo desde que se conhece por gente, é um apaixonado por esportes e pela “sétima arte”. Jornalista e advogado, busca tratar o futebol com a descontração que lhe é peculiar, com o compromisso da boa informação e opinião consistente.

Gabriel RosteyGabriel Rostey

Nascido dias após a seleção de Telê encantar o mundo e não levar o caneco na Copa da Espanha, esse paulistano atua e segue aprofundando estudos nas suas principais paixões: futebol e cidades. Especialista em gestão do esporte, como jornalista também encara o futebol como fenômeno cultural.

Gustavo FernandesGustavo Fernandes

Juiz de Direito do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, não resiste a um bom debate sobre esportes, desde futebol até curling. São-paulino, é fundador e moderador do Fórum O Mais Querido (FOMQ). Não esperem ufanismos e clichês. Ele torce, mas não distorce.

Jorge FreitasJorge Freitas

“Prata da casa” oriundo da Coluna do Leitor, este internacionalista é tão louco por futebol que tratou do tema até em seu TCC. Mestrando em Análise e Planejamento em Políticas Públicas, neste espaço une o gosto por escrever com a paixão pelo esporte mais popular do mundo.

Emerson FigueiredoEmerson Figueiredo

Formado em jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero. Redator, repórter, pauteiro e editor-assistente da editoria de Esportes da Folha. Trabalhou também na Folha da Tarde, Agora São Paulo, BOL, AOL e UOL. Paulistano, acompanha de perto o futebol desde a época em que os camisas 10 dos grandes times paulistas eram Pelé, Rivellino, Gérson/Pedro Rocha, Ademir da Guia e Dicá.

Fernando GaviniFernando Gavini

Jornalista há 19 anos, já cobriu Copa do Mundo, NBA, Nascar, Pan, Mundial de vôlei, Copa do Mundo de ginástica, Libertadores e as principais competições do futebol nacional. Começou no A Gazeta Esportiva, passou pelo site do Milton Neves, Agência Estado, Agora São Paulo, Terra, ESPN e está na TV Gazeta. A trabalho, conheceu 8 países, 18 estados do Brasil e mais de 100 estádios.

Assinatura por e-mail

Arquivos

©2017 No Ângulo - Todos os direitos reservados