Cuca enfrenta o desafio da volta

Créditos da imagem: Giuliano Gomes/Gazeta Press

O técnico Cuca sempre foi considerado um talento raro. Mas também um perdedor constante. Acumulou a fama de montador de grandes equipes que não conseguiam ganhar os títulos. Foi assim no São Paulo, Botafogo e outros times.

No São Paulo, aliás, teve um mérito muito pouco reconhecido, O time campeão do mundo em 2005 foi montado por Cuca. Recém-saído do Goiás, juntou Danilo, Fabão, Mineiro, Josué & cia para fazer uma equipe que tinha futuro certo. Leão e Paulo Autuori surfaram na onda que Cuca criou.

Com o título da Libertadores pelo Atlético Mineiro, Cuca subiu de patamar. Claro que houve o fracasso no Mundial, ao perder para o Raja Casablanca e anunciar seu acerto com a China de forma simultânea.

Voltou às luzes com o título brasileiro do Palmeiras em 2016. Uma campanha à altura do time que tinha em mãos. Coisa que os Oliveiras Oswaldo e Marcelo não conseguiram.

A volta no lugar do competente Eduardo Baptista, que não conseguiu montar um time, é um desafio enorme. O Palmeiras hoje está na situação de quem não vê sucesso se a Libertadores não for conquistada. Se ganhar o bi do Brasileiro e perder a Libertadores, é fracasso.

Cuca está sendo muito corajoso.

4 comentários em: “Cuca enfrenta o desafio da volta

  1. Realmente, foi muito corajoso ao colocar em risco a idolatria que conquistou no clube ao assumir o time agora, no meio da temporada. É bom lembrar que no ano passado, ele perdeu os quatro primeiros jogos em situação parecida.

    Por outro lado, ele é um técnico que sobra no cenário brasileiro (pra mim é o melhor depois do Tite), e com o elenco que tem em mãos, acaba tendo boas chances de aumentar seu acervo de taças.

  2. O Cuca deve começar com alguns problemas, mas depois tem tudo para trazer mais taças para o Verdão.

  3. creio que tera muita pressao em cima do cuca e que desta vez vai ser mais complicado. no ano passado o palmeiras nao tinha tanta expectativa

Deixe uma resposta para Gabriel Rostey Cancelar resposta