O campo não mente. É hora da reconstrução. Mas…

Créditos da imagem: UOL

Em apenas três jogos, o campo já se encarregou de demonstrar a Jair Ventura quem é quem

Vecchio? Jean Mota? Copete? Rodrigão?

 

Com todo respeito à carreira de cada um, mas em um artigo de análise e opinião não dá para deixar de destacar que o ano virou e nada mudou na carreira desses jogadores. São eles, no máximo, medianos.

De maneira que, sem Lucas Lima e Ricardo Oliveira, é chegada a hora da reconstrução no time do Santos.

E a reconstrução atende por Arthur Gomes, Rodrygo, Calabrês e outros meninos da base, mas, também, por Sasha (o “Patinho Feio” vindo do Internacional que tem tudo para se tornar um xodó da torcida, pois é bom de bola, além de muito voluntarioso e inteligente taticamente) e alguns outros reforços, já que nem sempre a molecada dará conta de tudo.

Já escrevi aqui e repito: a merecida “pecha” de revelador de talentos que o Santos possui faz com que muitas vezes os seus dirigentes e torcida depositem demasiada confiança em jogadores medianos e incapazes de corresponder às expectativas de um clube grande.

De modo que, em razão desse comportamento obsessivo e egocêntrico, o clube acaba por desperdiçar algumas boas oportunidades de mercado.

É sempre recomendável lembrar que a mesma base que revelou estrelas da estirpe de Pelé e Neymar, “revelou”, também, João Fumaça e Adiel.

Ou seja, a grife da base santista não é garantia de sucesso.

Por isso, “mudar é preciso”, mas “muita calma nessa hora”!

E segue o jogo.

6 comentários em: “O campo não mente. É hora da reconstrução. Mas…

  1. Vecchio esta indo bem. Dar assistência o problema é o ataque que nao esta eficiente. Santos como a maioria dos times procuram um 10 e um 9. Nao tem disponível com um nivel satisfatório e custo baixo. Melhor apostar no Vecchio e Jean Mota para meia e Gabriel e Sasha para centroavante e ver o que dar. Lucas Lima e Ricardo Oliveira surgiram assim em 2013/14. Para compor elenco usar a base e apostarem em alguns desconhecidos que podem virar bom jogadores.

  2. Acho q o Vecchio foi bem, principalmente como segundo homem do meio campo; nessa posição, vai melhor q o Renato. O Copete só pode jogar pela esquerda: melhora muito por ali. Não dá pra ser titular, mas compõe bem o elenco. Qto ao Jean Mota e o Rodrigão, concordo plenamente: não servem pro Santos, nem pra reservas.

  3. Eu acho que o Vechio ate que vai bem de segundo volante, tem uma boa saida de bola e quando vai pro ataque nao tem medo de chutar pro gol e da algumas boas assistencias, o Jean Mota eu colocaria de lateral esquerdo, ano passado quando jogou Nessa posicao ate que foi bem, o Copete pra compor elenco vai bem, agora Rodrigao sem chance, muito fraco

Deixe uma resposta para Henrique William Cancelar resposta