O “número 1” do Santos

Créditos da imagem: ESPN Brasil

Em 2005, sendo apresentado pelo Real Madrid

Santos quer Robinho para ser o novo “camisa 10 flutuante” da Vila

Sem Lucas Lima, prestes a ser anunciado pelo Palmeiras, a notícia da vez é a de que o Santos estaria atrás de Robinho para comandar a meiúca do time.

Estranho? Talvez. Mas faz bastante sentido.

Veja, futebolisticamente falando (não tratarei aqui dos temas “ingratidão”, “suposto estupro” etc), trata-se de uma ótima saída! Explico: Robinho, embora atacante de origem, possui rara capacidade técnica e já demonstrou – atualmente no Galo e antes no próprio Santos (embora com algumas diferenças, já que antes ele tinha Ganso ou Lucas Lima ao seu lado e agora ele – Robinho – teria de assumir, de fato, o meio de campo santista) – saber cumprir a função de meia como poucos no País, mais ou menos como Luan tem atuado no Grêmio, entre as linhas de meio e ataque, com muita liberdade para colocar o seu talento a favor da equipe.

Alguém se lembra do “número 1” do Zagallo na Copa do Mundo de 1998? Que Amoroso, Giovanni e Raí não conseguiram ser na Seleção? Pois é, Robinho tem tudo para ser esse cara no Peixe.

Com as peças que têm, o eterno “Rei das Pedaladas” se encaixa muitíssimo bem no ataque alvinegro, conforme figura ilustrativa abaixo (em que, exceção feita a Robinho, considerei apenas os jogadores vinculados ao Peixe, sem levar em conta nomes especulados para a próxima temporada como Jonathan, Reinaldo, Fernando Bob, Jean, Zé Rafael, Diego, Ganso, Erik, William Pottker, os gringos do Barcelona-EQU e outros).

De maneira que, com um quarteto Robinho-Bruno Henrique-Vitor Bueno-Ricardo Oliveira – em que todos os jogadores sabem fazer gols e ficam bem postados e distribuídos (o posicionamento e as características de jogo de cada um casam bem) -, o Santos entraria forte em 2018.

E segue o jogo.

 

SANTOS 2018 - Football tactics and formations

18 comentários em: “O “número 1” do Santos

  1. Poucos sabem o verdadeiro motivo pelo qual Robinho não veio para o Santos, e para não expor o clube , ele prefere carregar a culpa sozinho, Eterno ídolo espero que volte.

    1. Procura uma entrevista do Ademir Quintino para o Felipe Mendes, no face mesmo, Felipe Mendes Santista é a pág dele, Ademir sabe tudo de Santos futebol clube, e fala o motivo.

  2. Se for pra falar só de futebol, Robinho joga muito quando está comprometido. É um craque! Ainda assim, pode atuar como um meia-atacante, meias armadores, que precisamos, estão escassos em nosso futebol. Como Santistas, preferimos que contratações de impacto sejam feitas após às eleições.

  3. A gente sonha com Ganso , ze rafael , gabigol. Mas acorda com menino Ronho, kkkkk, odiamos amar esse marcenario, mas sempre honrou o manto! Se for comprometer e jogar serio sera sempre bem vindo

  4. Pra mim foi e será meu ídolo, infelizmente erra como qualquer um!
    Quando achava q o Santos eu nunca iria ver campeão de um brasileirão, foi logo encima dos gambás kkkkk, e quem comandou????
    Se vinher q venha com fé e coragem!!!

  5. Entendo seu amor pelo Santos e a tese defendida, mas não acredito que Robinho tenha fôlego para tanto. No sentido mais amplo

Deixe uma resposta para Jose Aquino Cancelar resposta