Quem vai cobrar a Independente?

Créditos da imagem: Reprodução / SporTV

Quando um time grande perde, surge a busca por culpados. Ainda que decretem que eles não existem, não se iludam. Nas entrelinhas, sempre sobra um. O São Paulo, pra variar, foi à caça. O nome óbvio é Diego Souza. Justíssimo. Nem devia ter vindo. Mas veio. E como tartaruga não sobe em árvore, quem colocou? Raí é um deles, sem dúvida. O repórter que levantou a bola na pinta, para que o gerente dissesse estar interessado em seu suposto “bem ao ambiente”, também. Leco, atrás dele antes mesmo da posse de Raí, idem. Mas e a torcida organizada que “exigiu” sua contratação? Sim, a mesma cuja bateria de escola de samba desfilou no Morumbi em seguida. Não tem que ir junto pra berlinda?

Não é de hoje que a Independente tem poder no clube. Isso vem desde 2005. Naquele ano, TTI -Torcida Tricolor Independente- e Dragões foram contratadas para fazer barulho em Yokohama. Sim, foram com tudo pago. Foi quando se iniciaram os primeiros acordes do samba do apoio incondicional, em troca do “bom relacionamento”. Entenda-se: ajuda com ingressos, transporte etc… Os laços de ternura se ampliaram com o golpe. A Independente, de parceira, virou tropa de choque de Juvenal. Inclusive na eleição de seu sucessor, Carlos Miguel Aidar. Quando este foi -literalmente- a nocaute, chegou a vez de Leco tomar uma decisão a respeito. Foi inacreditavelmente sincero. Assumiu, publicamente, que continuaria com todos os “incentivos”, incluindo a intransigível verba de carnaval. Motivo político? Não, amigo internauta. Medo, mesmo. Liderar exige coragem, mas os covardes vivem mais.

Até houve um suposto rompimento. A coincidência de terem invadido o CT justamente quando a diretoria estava longe (inaugurando o busto de Juvenal) é coincidente demais. Verdadeiro ou não, durou pouco. Logo o relacionamento voltou às ótimas. “São-paulinos de verdade” não resolvem as coisas assim. Se até Aidar se safou, por que não os sutis aliados? Mas Leco aprendeu a usar o pavor em seu benefício. Como condição para volta do dinheiro que não foi, teriam que dar uma de João Figueiredo -o amável presidente da República que preferia cavalos a gente. “Todo mundo no estádio vai apoiar o time e -principalmente- diretoria, ou então a Independente arrebenta”. Funcionou. Mesmo com o time na zona de rebaixamento, Leco ficou blindado. A não ser no final do ano, quando a colaboração pra festa de Momo atrasou. Como multa pela demora, a TTI cobrou por Diego Souza. Atendido!

Veio 2018 e a Independente provou que não entende nem de carnaval, muito menos futebol – ou vice-versa. A escola de samba foi rebaixada. Imagino que os jogadores ficaram tentados a protestar na quadra, mas sabe como é… E se engana quem pensa que os organizados (?) baixaram a crina. Logo se acharam no direito de impor Luxemburgo -vai ver, incentivados com algum “bom relacionamento” deste. Desta vez não deu, mas quase. Enquanto isso, o “garoto sai da frente” Diego Souza despencava. Não é centroavante? Não é meia? É banco. Até que Aguirre resolveu acreditar na sua experiência. Desconheceu o quanto é experimentado em perder para o Corinthians. Diego representa pra Itaquera mais que um fio de esperança. Tê-lo como adversário é promessa de alegria. E ele não desapontou. Sua presença era o que faltava pra que Lei de Murphy castigasse, de novo, o Botafogo do Jardim Leonor*.

Resta a pergunta que intitula a coluna. Quem vai cobrar a TTI? Não estou falando só no sentido figurado. Não jogaram o dinheiro do samba pelo ralo? Não fizeram o São Paulo gastar dez milhões com um guindaste? Não vendem camisas e outros produtos com os símbolos do clube (incluindo o santo bombado)? Que devolvam! Metade à vista e o resto em prestações não muito suaves. Medão de cobrar? Chamem seguranças. Chamem a polícia. Mas cobrem. E o torcedor não-organizado não precisa dar a cara a bater, mas tampouco tem que mandar parabéns por um carnaval de quinta, como fez um conselheiro pelo Twitter. Chega de “são-paulinos de verdade”. Hora dos tricolores com vergonha na cara.

  • cumprimentos entusiasmados ao Botafogo original pela improvável classificação à final do Campeonato Carioca, mostrando que hoje tem coisas que só NÃO acontecem com o São Paulo.

5 comentários em: “Quem vai cobrar a Independente?

  1. Estão pegando pesado com o Diego Souza, o time não é ruim por causa dele!!!!!!! E as organizadas são um lixo mesmo, todas elas!!!!!!!! Bem feito pra ele por ficar comemorando gol que nem os desorganizados querem kkkkkkkkk

  2. Concordo em parte com.vc meu amigo , mas.rotular Diego Souza pelo.fracasso saopaulino.é demais. O Sao Paulo.deixou de ganhar a vaga no morumbi, foi omisso.e económico olha que sou corintiano. Infelizmente aqui temos a velha mania de esconder a sujeira embaixo do tapete. Lembro me a tempos atrás que a diretoria desta gloriosa camisa era exemplo a ser seguido . Tinham orçamento ajustado salários em condições de igualdade aos jogadores e compatível com o mercado nacional . E hoje como se comporta essa.diretoria, acredito que seja a grande culpada dessa lambança que vive hoje o futebol tricolor. Futebol é coletivo e crucificar apenas um jogador pelo fracasso do time inteiro é desumano, mesmo porque Diego Souza jogou pouco tempo nas semi finais. Não tenho procuração para defende lo mas infelizmente faz parte da nossa.cultura apontar culpados , como Barbosa em 1950 . Futebol é coletivo se.perde ou se ganha com uma.equipe

    1. Não é apenas o jogador Diego Souza. É o processo que levou a trazer Diego Souza. O que inclui o nefasto poder desta organizada e sua parceria com os dirigentes. Não dá pra entender um parágrafo pela metade. O colunista mostra que o bode expiatório será o jogador, mas é preciso ir atrás de quem colocou a tartaruga na árvore.

Deixe sua opinião e colabore na discussão