Palpites da 2ª rodada do Brasileirão 2016

Créditos da imagem: Novo Jornal

Ponte Preta x Palmeiras

A Ponte do treinador Eduardo Baptista e do veterano centroavante Wellington Paulista, apesar do bom empate fora de casa contra o Figueirense obtido na estreia, não resistirá ao embalado Palmeiras, que vem de goleada sobre o Furacão. O time de Cuca e Cleiton Xavier voltará com os três pontos de Campinas.

Fluminense x Santa Cruz

O Fluminense, que venceu fora de casa o América Mineiro em sua estreia, é outro desde que o competente Levir Culpi assumiu o comando do clube. Além de ganhar a Primeira Liga, Levir organizou a equipe e acalmou os bastidores pelos lados das Laranjeiras. Já o incrível Santa Cruz deu um ótimo cartão de visitas na partida contra o Vitória (goleada por 4 x 1, com bela atuação de Grafite) e tem tudo para surpreender o tricolor carioca em pleno Rio de Janeiro. Empate.

Cruzeiro x Figueirense

Derrotado na estreia para o Coritiba, o Cruzeiro tem uma ótima oportunidade, diante do fraco Figueirense – um grande candidato ao rebaixamento -, de iniciar, agora sob o comando do técnico português Paulo Bento, a pavimentação de um bom caminho para o restante da temporada. Sem dúvida uma aposta válida, que sai do lugar comum. Vitória contundente dos donos da casa.

Santos x Coritiba

Depois de uma frustrante derrota fora de casa para os reservas do Atlético Mineiro, o Santos contará com as voltas de Lucas Lima e Ricardo Oliveira para ganhar os três pontos na Vila Belmiro e reafirmar a sua condição de um dos favoritos ao título. O ótimo trabalho de Dorival Júnior desde que reassumiu o clube é digno de registro. A conferir como o time irá se sair com os desfalques dos seus “selecionáveis” durante a Copa América e as Olimpíadas. De qualquer forma, contra um pouco promissor Coxa, vitória tranquila do Peixe.

Atlético Paranaense x Atlético Mineiro

Ambos os clubes vêm de ressaca. O Atlético Paranaense, campeão estadual com um 5 x 0 sobre o Coritiba no placar agregado, tomou uma inesperada goleada do Palmeiras em sua estreia no Brasileiro e já colocou as barbas de molho. Já o seu homônimo de Minas, vem de uma sofrida derrota na Libertadores – que resultou na saída do então treinador do Galo, o uruguaio Diego Aguirre -, e terá que administrar uma possível crise, já que o clube apostou alto na conquista daquele torneio. A conferir como será a relação da torcida mineira com o “caro” Robinho. Será que ele “vale o que pesa”? E, também, com o novo treinador (fala-se em Marcelo Oliveira). Será que Levir Culpi, injustificadamente demitido do clube, será lembrado a todo instante pela massa atleticana? Por todo esse clima, aposto em uma vitória dos donos da casa.

Vitória x Corinthians

O Vitória tomou um “sacode” do Santinha na estreia e passou com dificuldades pela Portuguesa, em duelo pela Copa do Brasil, durante a semana. Ao passo que o Corinthians empatou com o Grêmio em Itaquera, num chato 0 x 0. Minha aposta? O Timão ganha o jogo e, a partir daí, começará a demonstrar que, em pontos corridos, esse time, mesmo com todas as perdas, pode sim lutar pelo caneco. Já a equipe baiana, comandada pela eterna promessa Vágner Mancini, começa o campeonato já flertando com a Série B.

São Paulo x Internacional

O São Paulo está em estado de graça. Venceu a batalha contra o Atlético Mineiro durante a semana e está nas semifinais da Libertadores. Até por isso, ainda que soe paradoxal, imagino que o renovado – e cheio de energia – Internacional (com muita molecada em campo) vá ao Morumbi e conquiste os três pontos sobre um cansado e “satisfeito” São Paulo. Vitória dos comandados de Argel.

Grêmio x Flamengo

O Grêmio de Roger, um dos postulantes ao título, vence o Flamengo de Muricy Ramalho (?), um dos postulantes ao rebaixamento.

Chapecoense x América Mineiro

A eterna surpresa Chapecoense, de Cléber Santana e Bruno Rangel, é muito forte em seus domínios e tem tudo para repetir o bom desempenho do ano passado. Contra o campeão mineiro América, do lendário (e competente!) Givanildo Oliveira, aposto na vitória dos donos da casa.

Sport x Botafogo

Derrotado pelo Flamengo em partida com arbitragem muito questionada, o Sport de Diego Souza está longe de ser a forte equipe do ano passado. Eduardo Baptista, Marlone, Roger, André e outros fazem muita falta. Já o Botafogo, derrotado em casa pelos reservas do São Paulo, tem o consolo de, ao menos, ter jogado melhor do que o seu adversário. Imagino que o jovem elenco de Ricardo Gomes amadureça e cresça durante a competição. A questão é se, com a ausência de resultados, a confiança desses bons meninos de General Severiano será afetada. Daí a necessidade de se contratar alguns “pilares”, alguns jogadores tarimbados, para a equipe. Quanto ao duelo, aposto no empate.

19 comentários em: “Palpites da 2ª rodada do Brasileirão 2016

  1. Pq vascaíno comemora tanto?
    Será q foi pq ficou 18 anos sem ganhar uma final do flamengo?
    Eles são o nosso maior rival ou a gente Samos o dele?
    Na minha humilde opinião não Samos rival de time pequeno tri rebaixado.

Deixe sua opinião e colabore na discussão