O que o título significa para cada um dos candidatos à conquista do Brasileirão?

Créditos da imagem: Montagem / No Ângulo

Estive pensando o significado e as consequências da conquista para cada um dos três postulantes ao título Brasileiro, e destaco:

Palmeiras:

  • Será a consagração dessa retomada do clube na Gestão Paulo Nobre. Se o alviverde comeu o pão que o diabo amassou e passou mais de uma década de quase irrelevância, vendo os rivais Corinthians, São Paulo e Santos empilharem uma série de conquistas, o rumo já foi totalmente modificado a partir da inauguração do Allianz Parque, a sobrevivência na Série A em 2014, os grandes investimentos e o título da Copa do Brasil de 2015. Sendo um dos clubes mais ricos do Brasil, e o que mais investe no momento, a conquista do Brasileirão simboliza o fecho desta caminhada ao topo do futebol brasileiro.
  • Cuca consolidará sua posição de melhor técnico do Brasil, fora Tite. Se saiu do nosso futebol pouco tempo após a conquista da Libertadores pelo Galo, já conquistaria a inédita taça do Brasileirão logo no começo de seu trabalho no Palestra.
  • Gabriel Jesus firmará posição como o maior “golden boy” do Brasil desde Neymar. Campeão olímpico, titular da Seleção principal e contratado a peso de ouro pelo emergente Manchester City a pedido do maior técnico do mundo – Guardiola -, a joia palmeirense se despediria do clube com um título que a torcida espera há 22 anos, e provavelmente como o craque da competição (possivelmente artilheiro também).
  • Em compensação, se não ganhar, será traumático. Na cabeça de toda a coletividade palmeirense, este é “o ano”. Todo o processo de 2014 para cá foi para chegar neste momento. Se a poucas rodadas do fim o time perder a liderança e o título, tem boas chances de causar uma crise que traga todos os recentes fantasmas de volta.

Flamengo:

  • Será uma notável antecipação na esfera esportiva. No começo deste Brasileirão ninguém colocava o clube – unanimemente apontado como o mais bem administrado do País – entre os favoritos ao título. Acredito que só a partir do ano que vem que se esperava um título dessa grandeza para o Fla.
  • Marcará o que promete ser uma “Era Rubro-Negra” no nosso futebol. Dono da maior torcida do País, do maior faturamento do nosso futebol nos últimos anos, diminuindo a dívida do clube em um ritmo impressionante e fazendo “turnês” Brasil afora, se o time da Gávea “já” conquistar um Brasileirão, quem poderá pará-lo?
  • Colocará Zé Ricardo entre os principais treinadores do Brasil. Se os últimos comandantes campeões pelo clube (como Andrade e Jayme de Almeida) não davam pinta de serem profissionais de destaque (o que acabou se confirmando ao longo de suas carreiras), Zé Ricardo mudou o time da água pro vinho desde que assumiu. E não somente com vitórias, mas com bom desempenho, elenco motivado, recuperando bons reservas e dando boas entrevistas.
  • Para o Flamengo o título me parece menos importante do que para os demais concorrentes. O rumo que o clube tomou  será o mesmo com ou sem a conquista, que servirá “só” como marco mesmo. Aconteça o que acontecer, o rubro-negro continuará crescendo, bem administrado, terá reforços e provavelmente será mais forte ainda em 2017.
  • Como curiosidade, se não for campeão, deverá ser a primeira vez que o Flamengo ficará na segunda ou terceira colocação do Brasileirão.

Atlético Mineiro:

  • Exorcizará um fantasma de 45 anos: campeão logo na primeira edição do Campeonato Brasileiro, em 1971, o Galo nunca mais chegou à conquista (ao lado do Botafogo é o único “grande” que não tem dois ou mais títulos do Brasileirão), e coleciona cinco vice-campeonatos.
  • O alvinegro de Minas renasceu a partir de 2012 e conquistou a Libertadores em 2013, a Copa do Brasil em 2014 e feitos impressionantes (como as épicas classificações contra o Corinthians e o Flamengo na Copa do Brasil), mas em mata-matas. Vencer o Brasileirão terá outro peso pela duração da competição.
  • Redenção dos medalhões: Marcelo Oliveira resgatou o time da zona de rebaixamento e, caso seja campeão, vencerá seu terceiro dos últimos quatro Brasileirões disputados (2013 e 2014 pelo Cruzeiro, e 2016 pelo Atlético), além da Copa do Brasil de 2015 pelo Palmeiras. Robinho veio desacreditado e se firmou como o melhor jogador do time; se for campeão, provavelmente será considerado o craque do campeonato, e poderá ser o artilheiro também. E, finalmente, Fred, que saiu quase que expulso pelo Fluminense, mas se firmou na nova equipe, venceu a disputa com o ótimo Lucas Pratto e, de lambuja, também pode ser o máximo goleador da competição.
  • Caso não seja campeão, o Atlético sofrerá pelo caminho de irresponsabilidade fiscal escolhido pelo clube nos últimos anos. Esse custo chegará em um momento ou outro, mas as conquistas ajudam a fazer parecer que “valeu a pena”. Mas sem as conquistas, fica apenas o ônus, e essa é uma preocupação que o Galo deve ter.

10 comentários em: “O que o título significa para cada um dos candidatos à conquista do Brasileirão?

    1. Realmente há essa projeção. Mas tem que ver se vai ser cumprida, e ainda que seja, tem tudo a ver com a venda do Gabriel Jesus. Fora que ainda é necessário ver qual será o faturamento do Flamengo.

      De todo modo, não altera o que eu quis dizer. O Flamengo vem tendo as maiores receitas nos últimos anos, e ainda que seja ultrapassado pelo Palmeiras (que também está revolucionando sua posição em relação a poucos anos atrás), são os dois casos de sucesso da atualidade do nosso futebol 😉

    1. Obrigado, Pietro Carvalho! Realmente, o Santos teria tudo para disputar, mesmo com os desfalques constantes que viveu. Só que foi total “Robin Hood” no campeonato.

  1. porque o atletico esta nesse lista se esta 7 pontos do palmeiras e o santos esta a 9 que diferença faz dois pontos ?? vcs sao um comedia mesmo kkkk sou santista e sei que só palmeiras e flamengo estão brigando pow

    1. Eu incluí o Atlético porque ele está menos distante do que o Santos e porque ele receberá o Flamengo e o Palmeiras. Ou seja, se vencer esses dois (e o vejo como favorito para as duas partidas), estará totalmente na briga.

      Claro que é bem improvável, mas acho que alguma chance ainda tem. Já o Santos eu acho realmente impossível.

      1. E o Santos recebera o Palmeiras e ainda jogara contra o Flamengo e agora com o time completo, é só sete pontos atrás do Palmeiras, você sabia?

Deixe sua opinião e colabore na discussão