Marta é grande. Mas não é – nem deve ser – suprema

Duas coisas que você deve saber antes de ler esta coluna: 1 – seu autor acompanha a seleção brasileira de futebol feminino desde 1995, quando a principal jogadora brasileira era Roseli e Formiga estava começando. 2 – desta vez opto Leia mais… »

O maior gol contra da Euro – e da(s) derrota(s) da Inglaterra

Há mais de três décadas, governantes e dirigentes ingleses decidiram dar um basta a duas vergonhas do futebol no país: a tolerância a torcedores violentos e a desorganização mortífera. A primeira provocou tragédia internacional na decisão da Copa dos Campeões Leia mais… »

Euro é tudo de bom – a não ser por quem transmite

Sem Copa América para fingir que é coisa boa, a Globo resolveu destacar a Euro-2020 (em 2021 por tristes razões). Enquanto Gustavo Villani dava seu show de sensacionalismo no SporTV, pelo canal aberto a dupla Galvão e Casagrande comandou o Leia mais… »

Copa América no Brasil: O presidente e O eleitor

Não deveria surpreender a rejeição à Copa América no Brasil. Mesmo apoiadores do presidente devem estar travando batalhas mentais violentas. Antes mesmo de se falar em pandemia, o eleitor rubro-negro tinha motivos para odiar a competição. Desde 2020 já sabia Leia mais… »

Entrevista: Meg, a pioneira no gol da Seleção feminina

Margarete Maria Pioresan, mais conhecida como Meg, foi a primeira goleira da Seleção feminina. Com origens no handebol, defendeu a meta brasileira no Torneio Experimental da Fifa, em 1988, na China, e seguiu nas Copas de 1991 e 1995 e Leia mais… »

De Pepe a Kid Pachequinho – Viva a informação precisa!

Não, você não leu o título errado não. Pepe, o ídolo do Santos, não morreu! Que bom, viva seo José Macia, inteirão lá pelos lados da Vila, na flor dos seus 86 anos. Quem de fato morreu foi o empresário Leia mais… »