Zidane e a humildade à brasileira

No curso que dou para estudantes de psicologia dos EUA, uma garota me perguntou sobre a entrevista de um terapeuta na primeira sessão com seu paciente. Comparei com entrevistas que fiz como jornalista. Tem uma arte por trás. A de Leia mais… »

A janela de negociações europeia e os impactos no Fair Play Financeiro na pandemia

Quando a pandemia atingiu o futebol houve uma tentativa de se avaliar os diversos problemas que os clubes enfrentariam a partir daquela nova e inusitada situação. Algumas das previsões foram corretas, outras nem tanto. Quem imaginou que os clubes teriam Leia mais… »

Hansi Flick e Jorge Sampaoli: metodologias e resultados diferentes

O treinador Hansi Flick é, possivelmente, o grande nome da reviravolta desta temporada incrível do Bayern de Munique. Depois de pegar um time em crise, com pouco mais de 60% de aproveitamento no início da temporada, e levá-lo à tríplice Leia mais… »

Brasileiros e final da UCL – se não pode vencê-los, junte-se a eles

Uma de minhas primeiras colunas para o No Ângulo foi sobre a chatice e a covardia de quem, inconformado com o prestígio da garotada aos campeonatos europeus, ofendia este público com o rótulo de “geração Playstation”. Para rebater, apontei o Leia mais… »

Quando a maior humilhação é o de menos – o calvário do “mais que um clube”

Um resultado trágico como 7 a 1 ou 8 a 2, entre equipes grandes. nunca é previsível. Porém, em determinadas circunstâncias, não chega a surpreender. Especialmente quando um grande acúmulo de erros passa despercebido em fases anteriores, ou é duramente Leia mais… »

Foi-se o tempo de túmulo do samba: há três anos São Paulo é o túmulo do futebol

Palmeiras e Corinthians fizeram a mais lamentável final que já vi. Pobreza futebolística absoluta, covardia, falta de emoção (reservada apenas para o gol de Jô, a segundos do fim) e gols surgidos tão somente por causa de falhas individuais (liberdade Leia mais… »