A autocrítica do Futebol Italiano

Uma das cinco maiores ligas de futebol do mundo, e que vem apresentando evoluções significativas na qualidade do espetáculo apresentado, a Seria A italiana está em crise de identidade. E debate isso de maneira aberta. Se por um lado a Leia mais… »

Na prática, a teoria pode ser outra

Por que, nas seleções, todos juntos NEM SEMPRE somos fortes Na coluna passada, falei sobre as razões pelas quais as melhores seleções perderiam para os melhores clubes. Hoje gostaria de pegar gancho no texto e focar num falso enigma. Falso, Leia mais… »

Cinco razões para que as melhores seleções sejam inferiores aos melhores clubes – no mínimo

Há coisas que catapultam aos olhos, mas falta coragem de cravar. Sou fã de tênis e fiquei impressionando como levou quase dez anos para que, enfim, admitissem que o estilo de saque e voleio estava superado – por força do Leia mais… »

Se vencer, não largue: a saudade que CR7 e Real Madrid devem sentir um pelo outro

O casamento mais próspero da década no futebol certamente foi entre Cristiano Ronaldo e Real Madrid. Com quatro conquistas de Champions League, sendo três delas de maneira consecutiva, o gajo e os merengues não só formaram um dos times mais Leia mais… »

Ainda Europa e América do Sul – uma desinformação para chamar de sua

Acompanhando alguns comentários sobre minha coluna a respeito do Mundial de clubes, um deles extrapolou o grau de pós-verdade (ou seria pré-verdade?). Utilizou-se da surrada narrativa de que “os grandes europeus, sem os jogadores sul-americanos, seriam muito piores”. Bastava conhecer Leia mais… »

Sobre Cuca e Abel Ferreira. No pique! (exclamação)

Treinadores foram os protagonistas de uma final modorrenta Cuca assumiu o Santos num cenário de terra arrasada. Desde então, foi treinador, psicólogo, administrador e, como chegou a afirmar Marinho, até “presidente” de fato do clube antes do providencial impeachment de Leia mais… »