De Pepe a Kid Pachequinho – Viva a informação precisa!

Não, você não leu o título errado não. Pepe, o ídolo do Santos, não morreu! Que bom, viva seo José Macia, inteirão lá pelos lados da Vila, na flor dos seus 86 anos. Quem de fato morreu foi o empresário Leia mais… »

Se fué el Diós de los 10camisados!

Há cerca de quinze anos, os telespectadores argentinos viram um dos programas mais egocêntricos sua História. Viram e adoraram. Motivo: era La Noche del 10! Todos queriam ver o apresentador saudável, lúcido e esbanjando energia em suas dez apresentações, começando Leia mais… »

Zidane e a humildade à brasileira

No curso que dou para estudantes de psicologia dos EUA, uma garota me perguntou sobre a entrevista de um terapeuta na primeira sessão com seu paciente. Comparei com entrevistas que fiz como jornalista. Tem uma arte por trás. A de Leia mais… »

100 anos de Lusa: o sonho continua. Apesar dos pesares, ele continua, sim

Meu avô, português de Braga, teve quatro filhos, os dois mais velhos são-paulinos e os dois menores torcedores da Lusa, entre os quais meu pai, o caçula, escolhido embaixador do centenário. Na infância e adolescência ia sempre a estádios acompanhar Leia mais… »

Que 1970 continue sendo 1970. E que venha o presente

Nos 50 anos do tricampeonato mundial, a seleção de 1970 se firmou como um orgulho e uma maldição. Orgulho, por motivos óbvios. Foi a consagração definitiva de Pelé, agora como líder do grupo e sem a lesão que o tirou Leia mais… »