Relembrando mais um jogo do “negão” contra seu freguês predileto, o Corinthians

Em 1962, o então presidente corintiano Wadih Helu levou o clássico contra o Santos para a Fazendinha. Em vão… Meus amigos, naquela época -ápice do tabu- o Corinthians tentava de tudo para vencer o Santos em jogos do Campeonato Paulista: Leia mais… »