“Copa é Copa e seleção é diferente de clube”

Créditos da imagem: Veja

Real Madrid reforçado? Antes da Copa, eis a seleção da Copa

Neuer; Carvajal, Sérgio Ramos, Varane e Marcelo; Casemiro, Modric e Kroos; Messi, Cristiano Ronaldo e Neymar

Provavelmente (com uma alteração ou outra) essa seria a seleção da Copa da maioria dos torcedores/analistas antes de a competição na Rússia começar.

Um Real Madrid de luxo, por assim dizer, reforçado por Neuer, Messi e Neymar.

Afinal, como contestar o time vencedor das últimas três Ligas dos Campeões?

A questão é… Copa é Copa e seleção é diferente de clube.

E, para alguns, a camisa pesa!

Aliás, por que acabamos sendo implacáveis com alguns jogadores e com outros um tanto benevolentes?

Dando um exemplo para tentar ser mais claro: qual a dificuldade em admitirmos que, atuando por suas seleções, o brasileiro Neymar joga mais do que o argentino Messi?

Ter que ser “o cara” de um time nem tão redondo, acostumar-se a novos esquemas e a novos companheiros pode ser um tanto desafiador.

Ora, não é fácil ser a esperança de uma nação e corresponder à altura.

E a verdade é que são poucos os que conseguem lidar bem com essa outra realidade futebolística.

Claro que a condição física dos atletas e os times em que jogam são fatores importantes e que devem ser considerados.

Mas são secundários (e devem valer para todos).

Tem que ter aquele algo a mais para brilhar em uma Copa.

Não sejamos, pois, como diria Nelson Rodrigues, “idiotas da objetividade”.

E nem tiremos “preventivamente” o mérito de quem vier a conseguir se destacar neste que é o maior torneio de futebol que existe, pois brilhar e ser protagonista de uma Copa do Mundo ainda é e para sempre será o ápice na carreira de um jogador.

Cristiano Ronaldo, aliás, começa a experimentar esse gostinho. Que partida do gajo contra a Espanha,  à-la Le Bron James (no melhor estilo do “eu contra a rapa”).

E segue o jogo.

OBS: não se prenda à escalação das primeiras linhas, que obviamente aproveitou a grife do todo-poderoso Real Madrid.

17 comentários em: ““Copa é Copa e seleção é diferente de clube”

    1. Rickson Silva Dos Santos Kanté POSSIVELMENTE no lugar do Casemiro e sim, Umtiti é de longe o melhor zagueiro francês. Varane tá disputando vaga com o Rami até kkk

  1. Chegamos a conclusão então q cr7 é maior q messi ! Cr7 consegue ser montro pelo seu clube e por sua seleção ,
    Messi só é monstro no seu clube e nada mais

Deixe sua opinião e colabore na discussão