Corinthians x Palmeiras: massacre da serra elétrica ou o grito dos oprimidos?

Créditos da imagem: Montagem / No Ângulo

O tradicional dérbi paulista, um dos clássicos de maior rivalidade do futebol, acontece nesta quarta-feira em um de seus momentos de maior desequilíbrio. Atual campeão brasileiro, o Palmeiras foi o time que mais se reforçou neste ano. O Corinthians, todo-poderoso até dois anos atrás, montou a equipe possível dentro de sua crise financeira.

Mas se tem algo que este clássico não economiza é em surpresas. Existem vários registros na história de superação de um lado ou de outro, quando inferiores ao maior rival. Vale lembrar o jogo disputado pelo Brasileiro de 2009, em Presidente Prudente, no qual o Palmeiras de Obina, e do técnico interino Jorginho, venceu por 3 a 0 o Corinthians de Ronaldo, Mano Menezes, Douglas, Elias e outros que seriam anos depois campeões brasileiros, sul-americanos e mundiais. E os três gols foram de Obina.

Mesmo perdendo muito com as ausências de Moisés e Tchê Tchê, o Palmeiras tem mais elenco que o Corinthians. A grande esperança alvinegra, Jadson, ainda não estreará. Mas outros destaques estarão em campo, em peso maior para o Palmeiras.

Os corintianos tentarão fazer valer a mística da camisa e o apoio da torcida para superar o rival e por fim a dois anos sem vitórias no clássico (quatro derrotas e dois empates). É aí que mora o perigo de Corinthians x Palmeiras: a necessidade de superação dos que estão inferiorizados e a vontade de mostrar força dos que estão em momento superior.

Muitos acham que o Palmeiras vai impor um verdadeiro massacre da serra elétrica, mas não podemos subestimar as razões dos que apostam na raça e na força do grito dos oprimidos.

11 comentários em: “Corinthians x Palmeiras: massacre da serra elétrica ou o grito dos oprimidos?

  1. Costumo apostar nos times da casa em clássicos. E vamos combinar que não há essa disparidade toda entre Corinthians e Palmeiras como estão alardeando por aí. A ver…

  2. Acho que esta partida é praticamente um tudo ou nada pro Corinthians do Carille neste ano! Se ganhar, pode fazer a torcida ter alguma esperança; se perder, provavelmente vai se arrastar até alguma troca de técnico ou contratação de grande reforço.

Deixe sua opinião e colabore na discussão