W3vina.COM Free Wordpress Themes Joomla Templates Best Wordpress Themes Premium Wordpress Themes Top Best Wordpress Themes 2012

A beleza de quem consegue surpreender

abila-festeja-com-arrascaeta-gol-do-cruzeiro-contra-o-corinthians-1476926062299_615x300

Créditos da imagem: Juliana Flister/Light Press/Cruzeiro

Jogo tenso.

Mata-mata.

Pau-a-pau.

Minuto 37.

Cobrança de falta em frente ao gol.

Três na bola.

A defesa se recompõe no centro da área.

“Vai que ele cruza”, pensa o zagueiro-brucutu.

“Vai que dá rebote”, cogita o centroavante mais desavisado.

O goleiro arma sua barreira: “Vai que ele bate”.

Nas arquibancadas, a torcida pede: “põe na forquilha, põe lá onde a coruja dorme”.

Todos de olho.

Cruzar ou bater?

Canto direito ou esquerdo?

Concentração.

O juiz apita.

O silêncio.

A surpresa.

A jogada que ninguém esperava.

A bola vai de leve, por cima da barreira.

Cai no pé do Camisa 10, livre, pra invadir a área e fuzilar.

Classificação garantida.

No ensaio, ninguém faltou.

Na execução, ninguém desafinou.

A torcida explode.

Uma pintura! Muito melhor do que esperávamos!

Seria bom se fosse mais frequente.

Jogada ensaiada no Brasil é um oásis em terra devastada.

Futuro dos times paulistas, interinos do Flamengo, Botafogo, gaúchos e arbitragens
Futebol brasileiro: terra de ninguém

Escrito por:

- possui 83 artigos no No Ângulo.

“Prata da casa” oriundo da Coluna do Leitor, este internacionalista é tão louco por futebol que tratou do tema até em seu TCC. Mestrando em Análise e Planejamento em Políticas Públicas, neste espaço une o gosto por escrever com a paixão pelo esporte mais popular do mundo.

Entre em contato com o Autor

2 respostas para “A beleza de quem consegue surpreender”

  1. Ótimo texto, Jorge Freitas! Realmente, dá gosto ver jogadas assim! Uma surpresa dessas pode garantir uma classificação, como garantiu ontem, por exemplo. Poucos treinadores exploram isso como se deve, e apesar do gol de ontem (com o dedo do Mano), quem mais me vem à mente por isso é o Cuca .)

    • Jorge Freitas disse:

      Penso também no Cuca, Gabriel Rostey. Contra o Coritiba, o time executou uma jogada de maneira sensacional. 2×1, 3 pontos fundamentais, assim como a vitoria de ontem. É preciso repensar o uso (e o abuso) dessas jogadas ensaiadas.


Deixe um comentário

Enquete

Qual o maior técnico brasileiro dos últimos tempos?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...

Colunistas

José Maria de AquinoJosé Maria de Aquino

Em seus mais de cinquenta anos de carreira, teve passagem marcante pelos principais veículos de comunicação do país, de todos os tipos de mídia, como Rede Globo, SporTV, Revista Placar, O Estado de São Paulo, Jornal da Tarde e Portal Terra. Além de um expoente do jornalismo esportivo brasileiro, também é advogado de formação.

Fernando PradoFernando Prado

Natural de Brasília, mas residente em São Paulo desde que se conhece por gente, é um apaixonado por esportes e pela “sétima arte”. Jornalista e advogado, busca tratar o futebol com a descontração que lhe é peculiar, com o compromisso da boa informação e opinião consistente.

Gabriel RosteyGabriel Rostey

Nascido dias após a seleção de Telê encantar o mundo e não levar o caneco na Copa da Espanha, esse paulistano atua e segue aprofundando estudos nas suas principais paixões: futebol e cidades. Especialista em gestão do esporte, como jornalista também encara o futebol como fenômeno cultural.

Gustavo FernandesGustavo Fernandes

Juiz de Direito do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, não resiste a um bom debate sobre esportes, desde futebol até curling. São-paulino, é fundador e moderador do Fórum O Mais Querido (FOMQ). Não esperem ufanismos e clichês. Ele torce, mas não distorce.

Jorge FreitasJorge Freitas

“Prata da casa” oriundo da Coluna do Leitor, este internacionalista é tão louco por futebol que tratou do tema até em seu TCC. Mestrando em Análise e Planejamento em Políticas Públicas, neste espaço une o gosto por escrever com a paixão pelo esporte mais popular do mundo.

Emerson FigueiredoEmerson Figueiredo

Formado em jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero. Redator, repórter, pauteiro e editor-assistente da editoria de Esportes da Folha. Trabalhou também na Folha da Tarde, Agora São Paulo, BOL, AOL e UOL. Paulistano, acompanha de perto o futebol desde a época em que os camisas 10 dos grandes times paulistas eram Pelé, Rivellino, Gérson/Pedro Rocha, Ademir da Guia e Dicá.

Fernando GaviniFernando Gavini

Jornalista há 19 anos, já cobriu Copa do Mundo, NBA, Nascar, Pan, Mundial de vôlei, Copa do Mundo de ginástica, Libertadores e as principais competições do futebol nacional. Começou no A Gazeta Esportiva, passou pelo site do Milton Neves, Agência Estado, Agora São Paulo, Terra, ESPN e está na TV Gazeta. A trabalho, conheceu 8 países, 18 estados do Brasil e mais de 100 estádios.

Assinatura por e-mail

Arquivos

©2017 No Ângulo - Todos os direitos reservados