Sobre os Campeonatos Estaduais

Créditos da imagem: Globo

Para quem compra gato por lebre e sai satisfeito, vale esclarecer que os campeonatos estaduais de futebol existem para sustentar as federações estaduais, não os clubes pequenos que ocupam menos de um semestre com essas competições. Essa historinha de proteger os frascos e comprimidos é balela pura e líquida.

Não querem me ouvir, mas já dei a saída: as equipes que não disputam as séries A e B do Brasileirão deveriam disputar um estadual totalmente remodelado que se prolongasse por toda a temporada, deixando vago apenas o período em que (unidas aos maiores clubes do estado) jogariam uma espécie de Super Estadual, em formato de torneio, durante 30 ou 45 dias.

Nos estados onde não há times das séries A e B, os certames locais poderiam ocupar o ano inteiro.

Assim, nossas principais forças futebolísticas teriam menos jogos anuais, favorecendo a preparação, o descanso dos atletas, a qualidade do espetáculo e a priorização dos eventos esportivos que de fato promovem nossos craques e escudos, ou seja, competições nacionais e internacionais. Quem representa o Brasil perante o mundo merece ser apoiado, não empurrado.

Fato é que a CBD segue CBD, sob a sombra de um mafioso sumido, um preso e um ilhado no Brasil, prestigiando o turismo interno. Com a cumplicidade dos grandes clubes que pensam pequeno.

O consolo é o Adenor, com a geração de ouro que tem total possibilidade de ser hexa em 2018 dc.

5 comentários em: “Sobre os Campeonatos Estaduais

  1. Essa história que os estaduais são pra proteger os times do interior ne revolta demais!!!!!!!!!!! Os times do interior só pioram, estão morrendo, e a lenga lenga contínua a mesma, não para em pé!!!!!!!!!!!!!

Deixe sua opinião e colabore na discussão