W3vina.COM Free Wordpress Themes Joomla Templates Best Wordpress Themes Premium Wordpress Themes Top Best Wordpress Themes 2012

“Clássico da Saudade” na decisão da Copa do Brasil de 2015

alx_montagem-esporta-copa-br_original

Créditos da imagem: Grupo Abril

Durante todo o ano de 2015 as equipes de São Paulo estiveram à frente do pelotão das melhores do país e, por essa razão, nada mais justo do que, além do título (corintiano) de Campeão Brasileiro, o da Copa do Brasil também fique em terras paulistas.

Palmeiras e Santos chegam à final da competição após eliminarem adversários duríssimos nas fases quartas e semifinais e, com méritos, farão uma final histórica, a primeira entre paulistas na história do torneio.

Após aniquilar dois arquirrivais (Corinthians e São Paulo), o Santos chega a mais uma decisão de título neste ano de 2015 e aparece como favorito. No primeiro semestre, o Alvinegro Praiano, ainda com Robinho, decidiu o Campeonato Paulista diante do mesmo Palmeiras e sagrou-se campeão.

O Alviverde, por sua vez, eliminou os fortes Cruzeiro, Internacional e Fluminense, e agora tentará derrubar mais um grande adversário, um rival histórico, com quem já protagonizou duelos inesquecíveis.

O “Clássico da Saudade” recebeu esse nome graças aos belíssimos espetáculos que Santos e Palmeiras proporcionavam aos torcedores na época do “futebol-arte” brasileiro. Em tempos de Ademir da Guia, a Academia verde era o único clube que conseguia fazer frente ao excepcional Santos do Rei Pelé. Conseguirá novamente?

Caso saia vencedor, o Palmeiras conquistará o tricampeonato da competição (venceu em 1998 e 2012), enquanto o Santos conquistaria o bi (venceu em 2010).

Na temporada atual, foram quatro confrontos entre os clubes, com duas vitórias para cada lado. A curiosidade fica em relação aos resultados, que evidenciam o poderio dos mandantes nos confrontos. Jogando em casa, o Santos venceu as duas partidas, ambas por 2×1. Já o Palmeiras, jogando em sua Arena, venceu as outras duas, ambas por 1×0. As duas equipes mostraram durante o ano ser muito fortes jogando em seus domínios, o que demonstra que os visitantes não deverão ter vida fácil na grande final.

O momento dos dois times não é dos melhores. O Santos não vence há três jogos (dois empates e uma derrota), e o Palmeiras há cinco (três derrotas e dois empates). Os dois clubes optaram por uma estratégia bastante arriscada, a de poupar jogadores no Brasileirão e apostar todas as fichas na Copa do Brasil. O Palmeiras já encerrou suas possibilidades de G4 no Campeonato Brasileiro. O Santos ainda mantém chances matemáticas, porém, na rodada passada, o técnico Dorival Júnior deixou claro, ao poupar seus jogadores titulares, que o foco é a grande decisão que se inicia nesta semana.

A grande preocupação do torcedor palmeirense é com o instável setor defensivo do time. Ao longo das competições, o técnico Marcelo Oliveira ensaiou várias formações na defesa e, todas elas, bastante vazadas. Resta saber como os zagueiros palmeirenses irão se comportar diante do ótimo ataque santista.

Aliás, o sistema ofensivo da equipe comandada por Dorival Júnior, que sempre foi o diferencial do time, não está funcionando e nestas três últimas partidas não marcou um gol sequer. Estará economizando para a grande final?

Uma coisa é certa, o torcedor pode esperar uma grande decisão. Ao contrário de toda a competição, as finais da Copa do Brasil não terão o valor do “gol fora” , o tal do “gol qualificado”, o que deve trazer ainda mais emoção ao confronto. Apesar do ligeiro favoritismo da equipe santista, acredito em dois jogos duríssimos e com final feliz para o Palmeiras, com mais fome por esse título, principalmente por ter a oportunidade de decidir o campeonato em casa e por poder “vingar” a perda do campeonato estadual, justificando, assim, o grande investimento realizado na temporada.

 

Mais sobre a grande final: A importância da Copa do Brasil para Santos e Palmeiras, por Fernando Prado.

Messi é favorito. Mas não se surpreenda: Neymar está na briga
Mas a culpa não é do Neymar

Escrito por:

- possui 38 artigos no No Ângulo.

Administrador de empresas em São Paulo, é também jogador nas horas vagas. Amante da redonda, acredita no poder do futebol em agregar as pessoas, aproximar os amigos e unir a família. Com ele, a resenha está garantida.


Entre em contato com o Autor

39 respostas para ““Clássico da Saudade” na decisão da Copa do Brasil de 2015”

  1. Vamo palmeiras vamos vencer na raça é só entrar com amor ao manto QUE da td certo!!!

  2. Também acho que é uma final bem aberta, embora o fato de o primeiro jogo ser na Via beneficie o Santos, na minha visão!

    Só discordo sobre os times paulistas terem estado o ano inteiro à frente entre as melhores do Brasil. Inter e Cruzeiro foram os últimos sobreviventes brasileiros na Libertadores, o Atlético liderava o Brasileiro… pra mim, só no segundo semestre que as equipes de São Paulo tiveram protagonismo mesmo 😉

  3. Dhemy Gómez disse:

    Barça faz homenagem ao hexa do corinthians e mete 6×1 também!

  4. Santos campeao pra cima deles!!

  5. vamos verdão comer essi peixe em casa

  6. vai da nos em casa a nossa tocids vai lota arena

  7. vamos comer o peixe bem fritinho,e pra cima dos caras e dificil mas e na raça força e honra,vamos q vamos,,.palmeiras hoooouuuuuu…

  8. #VaiPraCimaDelesSantos

  9. Lucas Sousa disse:

    Avante palmeiras vamos com garra tudo vai dar certo

  10. na fé e na raça palmeiras,é campeão!

  11. Santos 4 palmeiras 1…
    Santos campeão .
    Gols Ricardo oliveira 2
    Gabriel 1
    E renato 1.

  12. Dois gol de Ricardo oliveira

  13. Lucas Aguiar disse:

    Vamos lá santos …..

  14. Está chegando a hora destes jogadores mostrar porque está no palmeiras.

  15. Os 2 maiores clubes do Brasilll…o Bixo vai peggga!!!!junra os 2 da 16Brasilerao oia….!!!!

  16. A dignidade ta na segundona, lugar aonde voces vao jogar ano que vem..

  17. RⓘCARDO OLIVEIRA
    SANTOOS CAMPEAO NO CHIQUERAO

  18. Jairo Coelho disse:

    Santos campeão.. Chupa seus porcos fedorento

  19. santos vamos ganha no chiqueiro dos porcos

  20. Vamos calar o chiqueiro *#vamos_meu_SANTOS

  1. […] 2 – “Clássico da Saudade” na decisão da Copa do Brasil de 2015 […]


Deixe um comentário

Enquete

Qual o maior técnico brasileiro dos últimos tempos?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...

Colunistas

Emerson FigueiredoEmerson Figueiredo

Formado em jornalismo pela Faculdade Cásper Líbero. Redator, repórter, pauteiro e editor-assistente da editoria de Esportes da Folha. Trabalhou também na Folha da Tarde, Agora São Paulo, BOL, AOL e UOL. Paulistano, acompanha de perto o futebol desde a época em que os camisas 10 dos grandes times paulistas eram Pelé, Rivellino, Gérson/Pedro Rocha, Ademir da Guia e Dicá.

Gustavo FernandesGustavo Fernandes

Juiz de Direito do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, não resiste a um bom debate sobre esportes, desde futebol até curling. São-paulino, é fundador e moderador do Fórum O Mais Querido (FOMQ). Não esperem ufanismos e clichês. Ele torce, mas não distorce.

Jorge FreitasJorge Freitas

“Prata da casa” oriundo da Coluna do Leitor, este internacionalista é tão louco por futebol que tratou do tema até em seu TCC. Mestrando em Análise e Planejamento em Políticas Públicas, neste espaço une o gosto por escrever com a paixão pelo esporte mais popular do mundo.

Fernando PradoFernando Prado

Natural de Brasília, mas residente em São Paulo desde que se conhece por gente, é um apaixonado por esportes e pela “sétima arte”. Jornalista e advogado, busca tratar o futebol com a descontração que lhe é peculiar, com o compromisso da boa informação e opinião consistente.

José Maria de AquinoJosé Maria de Aquino

Em seus mais de cinquenta anos de carreira, teve passagem marcante pelos principais veículos de comunicação do país, de todos os tipos de mídia, como Rede Globo, SporTV, Revista Placar, O Estado de São Paulo, Jornal da Tarde e Portal Terra. Além de um expoente do jornalismo esportivo brasileiro, também é advogado de formação.

Gabriel RosteyGabriel Rostey

Nascido dias após a seleção de Telê encantar o mundo e não levar o caneco na Copa da Espanha, esse paulistano é especialista em política urbana. Com formação em gestão do esporte, também encara apaixonadamente o futebol como fenômeno cultural.

Fernando GaviniFernando Gavini

Jornalista há 19 anos, já cobriu Copa do Mundo, NBA, Nascar, Pan, Mundial de vôlei, Copa do Mundo de ginástica, Libertadores e as principais competições do futebol nacional. Começou no A Gazeta Esportiva, passou pelo site do Milton Neves, Agência Estado, Agora São Paulo, Terra, ESPN e está na TV Gazeta. A trabalho, conheceu 8 países, 18 estados do Brasil e mais de 100 estádios.

Assinatura por e-mail

Arquivos

©2017 No Ângulo - Todos os direitos reservados