Entre os paulistas, Santos e Palmeiras largam na frente em 2016

Créditos da imagem: LANCE!NET

Futebol é um esporte de crédulos fieis. Todo início de ano, se renova aquele otimismo meio sem lógica.

Neste começo de 2016, a coisa está mais ou menos assim: os corintianos, que terminaram 2015 esbanjando superioridade, são agora os mais ressabiados, depois do rapa que os chineses fizeram no hexacampeão brasileiro. A esperança se dá mais pela confiança na competência de Tite e na possível chegada de um ou outro reforço de peso.

Os palmeirenses estão andando sobre as nuvens e com alguma razão: em 2015, não flertaram com os rebaixamentos e ainda ganharam um título nacional na base da raça sobre o favoritíssimo Santos. Com mais contratações, nenhuma bombástica, têm razão para sonhar.

Já o São Paulo é o caso mais gritante de otimismo. Perdeu Pato e Luís Fabiano, e trouxe reforços de eficiência duvidosa. Mas seus torcedores esbanjam uma confiança improvável, a mesma que os faz afirmar que, mesmo mal em 2015, o time ainda conseguiu vaga na Libertadores, o que é mais uma constatação do mau momento do futebol brasileiro do que de méritos do time.

Os santistas estão quietos. Viram que o gargantear do final do ano passado jogou contra. Estão com juízo. E por isso podem ser o perigo do começo da temporada.

É correto pensar que o sucesso é mais provável quando se mantém equipes vencedoras de um ano para outro do que quando se faz muitas contratações. Nesse aspecto, o Corinthians começa mal, por não ter mantido o time e não ter contratado. O São Paulo também parece mal por ter mantido o que sobrou do time e pelas contratações que fez. O Palmeiras tem que mostrar se as contratações no atacado são tão eficientes. O Santos perdeu atletas e não trouxe grandes reforços, mas pinta, ao lado do Palmeiras, como o mais promissor deste começo de ano.

23 comentários em: “Entre os paulistas, Santos e Palmeiras largam na frente em 2016

  1. Concordo com praticamente tudo. O CORINTHIANS é uma incógnita, mas não dá pra duvidar do trabalho de Tite. Ainda mais se considerarmos que um possível time formado por Cássio, Fagner, Vilson, Felipe e Uendel, Bruno Henrique (Willians), Elias, Danilo (Rodriguinho) e Marlone, Malcom (Romero) e Guilherme (pra mim, mais atacante do que meia) não é tão inferior ao dos adversários, está na média dos grandes brasileiros… O PALMEIRAS tem o desafio de tentar jogar bem… Por ter mantido a base e por ter Marcelo Oliveira desde o início do ano, pode ir melhor em 2016… O SANTOS perdeu Marquinhos Gabriel e Geuvânio, mas pode vir mais forte caso Robinho venha para preencher essa lacuna… Lucas Lima, Robinho, Gabigol e Ricardo Oliveira prometem fazer barulho nesse primeiro semestre… Já o SÃO PAULO é o único ponto que discordo do texto… Gosto da metodologia do Bauza (de não fazer rodízios, de fazer time compacto na defesa etc), além de seu bom currículo (duas vezes campeão da Libertadores). Gostei também da volta do Lugano e acho que as saídas de Ceni, Pato e Luís Fabiano podem dar uma oxigenada no clube. Sem falar nesse atacante argentino recém chegado que, dizem, é bom de bola. A conferir. 😉 Abs

  2. O corinthians nao vai esta atras de ninguem com o meio de campo com Wilians Guilherme Elias Marlone e um otimo meio de campo agora falta um zagueiro e um lateral no lugar do Wender

Deixe sua opinião e colabore na discussão