Muricy e Casares no mundo da imaginação – te cuida, Willy Wonka!

Que o SPFC virou CRBJL por conta dos velhos ricos (incluindo os jovens velhos ricos) do Conselho, não é novidade. Mas tem a outra parte da relação tapeador-tapeado. A torcida são-paulina foi – e continua sendo – a nação mais Leia mais… »

O ano da marmota ainda não acabou, são-paulino!

Há quem pense que a criação de narrativas históricas é fenômeno atual. Sempre existiu. Hoje só tem mais divulgação. Com clubes de futebol não é diferente. Existe uma justificativa até heroica para o São Paulo Futebol Clube eleger o presidente Leia mais… »

Como se fosse a primeira vez – o mesmo personagem, a mesma conclusão: fora, Rogério!

Vinha escrevendo a minha coluna 300* pensando num apanhado de pontos que soavam polêmicos e, hoje, parecem até ortodoxos. Resolvi descartar, perante a oportunidade de retomar, na tricentésima publicação, o tema da estreia. O convite inicial do site foi exatamente Leia mais… »

SPFC e os trogloditas gourmet – Torcida Tricolor Independente na sala de reuniões

Em 2002, o Site Proibido (o nome São Paulo Mania era vetado) anunciou, orgulhosamente, que o então presidente da Torcida Tricolor Independente seria seu colunista. No fórum do site, houve uma chuva de críticas. Ante a explicação de que a Leia mais… »

Para fechar o assunto Daniel Alves no SPFC – o que faltou perguntar (e responder)

“Me ajuda a te ajudar” era a técnica do personagem Rocha, de Tropa de Elite. Como mencionou Danilo Mironga, resume a simbiose entre imprensa esportiva e clubes de futebol. Muitos veículos posam de independentes, mas não dispensam a linha editorial Leia mais… »

Guia prático de erros do futebol brasileiro

O futebol brasileiro tem falado cada vez mais sobre a necessidade de evoluir em termos de gestão, regras de governança e profissionalização de pessoas e processos. Mas é sempre muito difícil materializar os problemas de gestão e do sistema associativo Leia mais… »

Obrigado, “presidente Alves” – o verdadeiro tamanho de um reinado deposto pela vida real

Clichê é um recurso tão tosco que deveria ser acompanhado por alarme de carro: “aviso, este debate está sendo clichezado! Afaste-se deste veículo!”. Claro que o espectador não vai fazer isso, ou não sobrará o que assistir. Mas deve rolar Leia mais… »