Quem recorda amigo é – o SPFC não pode olvidar seus fiascos se quiser esquecê-los

Júlio César e seus generais tinham escravos com única função: falar “lembra que és mortal” em seu ouvido. Uma forma de evitar a influência da soberba nas batalhas. Já no decadente império do Brasileirão, que mistura pandemia com anacronismo, o Leia mais… »

Uma pirueta, duas piruetas – que tal umas férias para o circo do VAR?

Ao contrário da interpretação errada de muitos, Leonardo Gaciba não disse que o são-paulino Luciano estava em posição legal contra o Atlético Mineiro. O que confirmou foi a pausa errada da imagem, antes mesmo que a bola fosse tocada pelo Leia mais… »

18 de novembro de 2020 – a glória do Dinizmo

Os leitores sabem que eu e minha persona Danilo Mironga somos críticos convictos de Fernando Diniz. Sabem também que estas críticas foram invariavelmente confirmadas pelos fatos. O trabalho de Diniz é um livro inacabado. Conceitos modernos, como saída de bola, Leia mais… »

Believe it or not – Diniz ainda tem sua patrulha de apoiadores

Pedrinho e Ana Thaís Matos são expoentes da nova leva de comentaristas do SporTV. Ele com a bagagem de um dos maiores jogadores que os departamentos de fisioterapia já conheceram. Ela com a vantagem de ser imune a discordâncias. Quem Leia mais… »

O soberano das desculpas – por Gustavo Fernandes e Danilo Mironga

Antigamente, entre a verdade e a lenda, imprimia-se a lenda. Houve uma substituição. Saiu a lenda, entrou a narrativa. O São Paulo, antes de ser dominado como time pequeno em Avellaneda, já tinha uma explicação: LDU e River Plate enfrentaram Leia mais… »

Dinizismo x Papitismo

Todo mundo sabe quem é Supla. Pouca gente conhece uma música inteira. Ninguém conhece um trabalho relevante. Não faltaram tentativas. Valeu até namoro com Nina Hagen. Isso, a linda (?) garota de Berlim. No máximo, conseguiu o status de “rei Leia mais… »