A Fiel não merece

Créditos da imagem: Globo Esporte

Escrevo esse texto aos 40 minutos do primeiro tempo.

Já sei que não vai dar.

Tolima, Guarani, Nacional e, agora, Colo-Colo.

A Fiel não merece tantas vergonhas assim.

Não merece ver o time não fazer um gol fora de casa em oitavas de final desde 2006.

Não merece ter um presidente que desmancha o time e que se limita a dar declarações vagas sobre patrocínio, dívida de estádio e a formação de um novo time.

Também não merece ter Romero, limitadíssimo, como ídolo para quem já viu Sócrates, Casagrande, Marcelinho, Ronaldo Fenômeno e Danilo.

Não merece de jeito nenhum ter em Roger, o 9 que não chuta, não toca e nem domina direito, a esperança de gols. Nem em Sheik, com 40 anos e três expulsões e rebaixado com Botafogo e Ponte Preta, a mudança no time.

Não merece jamais ter visto o time vencer um jogo de fase final da Libertadores em seu novo estádio.

A realidade é que, apesar de 2012, o Corinthians engatinha e é azarão na Libertadores da América.

Aos 45, agora. Fagner caiu de bunda ao furar cara a cara, como cai mais uma vez o time que não corresponde sua linda e sofredora torcida.

Por mais uma vez a história se repetirá. Time campeão, desmanche, diretoria incompetente, papelão internacional.

A Fiel não merece!

2 comentários em: “A Fiel não merece

Deixe sua opinião e colabore na discussão