É imprudente apontar favoritismo no Derby deste sábado

Créditos da imagem: VerdaoWeb.com

Corinthians e Palmeiras se enfrentam mais uma vez pra fazer história. Após passar quase que adormecida por toda a última década, a maior rivalidade do estado de São Paulo reacendeu a sua chama e voltou a mover duas nações em busca do protagonismo tanto estadual, quanto nacional.

Em situações distintas na temporada, o Palmeiras, invicto e líder disparado do Paulistão até aqui, surge como grande favorito no clássico deste sábado contra um Corinthians cambaleante, ainda sem se encontrar na temporada, após as saídas de três de seus principais jogadores: Pablo, Arana e Jô.

Entretanto, em discordância do que pregado pela impressa na última semana, apontar favorito neste clássico é um erro crasso –e aqui não estamos falando daquele clichê sem fundamento de que em “clássico não há favorito”.

Mesmo com a aparente superioridade demonstrada neste início de temporada, apontar o Palmeiras como a maior força deste jogo é desconsiderar tudo o que envolveu os times de dezembro/2017 até aqui.

O clube alviverde iniciou o ano com novos protagonistas, novo treinador, e motivado pela ausência de títulos do ano passado. Já o Corinthians perdeu peças importantes, mudou de presidente, e vem de uma temporada absolutamente vencedora.

Ou seja, é natural que a motivação palestrina seja maior e que o clube consiga resultados mais entusiasmáveis neste começo de ano, mas tende a ser apenas até o apito inicial.

Nada, então, serve para decretar favoritismo nesse clássico, visto que é improvável que o Corinthians entre em campo com o mesmo aspecto motivacional que tem usado nos jogos do Paulista, até porque, o Derby, por si só, é bem maior que todo o campeonato estadual.

Situação parecida, aliás, ocorreu no ano passado, tanto no início da temporada, quanto após a queda drástica do Timão no Campeonato Brasileiro, cujas recuperações iniciaram-se exatamente num jogo contra o Palmeiras, quando se viu um líder extremamente motivado contra um aspirante a liderança menos vibrante do que vinha sendo em jogos contra Bahia, Cruzeiro e outros adversários.

Tudo está aberto e nem mesmo o fator casa pode ser usado como diferencial, já que os retrospectos de ambos os estádios tem sido parecidos para Corinthians e Palmeiras.

É o primeiro jogo imperdível desta temporada.

7 comentários em: “É imprudente apontar favoritismo no Derby deste sábado

  1. O Palmeiras tem.mais opções uma estrutura que foi reforçada . Mas não ha favoritismo, o campo fala é apenas lá que as coisas serão definidas. Deixa de ser um jogo técnico no qual o alvi verde leva vantagem para ser um jogo físico que equilibra as forças. Vamos ver quem tem mais garrafa vazia pra vender rs.

    1. Djalma Eliezer Silva, eu acho que o “fator casa” nesses clássicos com torcida única tem um peso muito grande. Pretendo até fazer um levantamento a este respeito. E a Arena Corinthians vai ferver hoje! Logo… (sem falar que o Palmeiras também não está jogando nada demais, embora ainda invicto). Valeu, que seja um grande jogo!

    2. Concordo mas é clássico e tudo pode acontecer rs. E espero o melhor é claro que o meu time vença. Quem é corintiano Deus abençoa quem não é ele perdoa kkkk

Deixe sua opinião e colabore na discussão