Cresça e apareça, Borja!

Créditos da imagem: Foto: Marco Galvão/Estadão Conteúdo

Considerado – com razão – o maior “mico” do futebol brasileiro no ano, Borja tem nova chance de recomeçar após o gol anotado diante da Ponte Preta

Alexandre Pato, Leandro Damião ou… Miguel Borja?

Pois é. Após uma temporada bastante frustrante pelo Palmeiras, por quem foi contratado a peso de ouro junto ao Atlético Nacional-COL, Borja parece que terá, nas mãos de Alberto Valentim, a chance de sair da disputa de “pior contratação da história do futebol brasileiro”.

Antes de continuar, é preciso deixar claro que o colombiano nunca rendeu com a camisa alviverde e que a sua ida para o banco de reservas foi justa e correta. No entanto, isso não exclui o fato de que Cuca poderia sim tê-lo tratado, digamos, com mais carinho.

Ora, convenhamos que não deve ser fácil a posição de um atleta contratado por um caminhão de dinheiro, especialmente aqui no nosso pobre futebol brasileiro. Muitas vezes o jogador acaba pagando o pato (não resisti ao trocadilho) pela irresponsabilidade e/ou incompetência dos dirigentes, de maneira que ele (jogador) também acaba se tornando uma vítima na negociação (ainda que uma vítima pra lá de bem remunerada).

De qualquer forma, tanto pelo lado humano quanto pelo esportivo (já que a coisa anda feia por aqui), torço para que Borja se recupere e consiga demonstrar que sabe jogar futebol em alto nível, algo que, dada a característica meteórica de sua ascensão, atualmente até ele próprio deve estar duvidando.

Cresça e apareça, Borja!

E segue o jogo.

7 comentários em: “Cresça e apareça, Borja!

  1. Eu tinha certeza que esse cara ia dar certo, ele me enganou direitinho!!!! Até agora eu acho pior do que o Pato no Corinthians, porque o Borja não conseguiu nem ser titular por um tempo razoável no Palmeiras!!!

Deixe sua opinião e colabore na discussão